Currently Being Moderated

Delegação Brasileira de jovens cientistas retorna ao País com 11 projetos vencedores em diversas categorias

 

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

 

  • Estudante      brasileiro conquista prêmio especial na categoria de Comportamento e      Ciências Sociais e recebe bolsa de estudos no valor de US$60.000;
  • Brasil      tem maior número de prêmios da América Latina;
  • Dos 21      projetos brasileiros que concorreram, 11 voltaram vitoriosos.

São Paulo, 16 de maio de 2011 – Com o maior número de premiados de toda a América Latina, a Delegação Brasileira de jovens cientistas volta ao País com 11 projetos vencedores da maior feira internacional de projetos pré-universitários, a Intel ISEF (Intel International Science and Engineering Fair).

 

 

Representando o Brasil, 32 estudantes levaram 21 projetos de todas as regiões do País para a competição que aconteceu durante os dias 8 e 13 de maio, em Los Angeles, nos EUA. Os jovens cientistas competiram com mais de 1.500 estudantes do Ensino Médio de 65 países nas áreas de ciências, engenharia, medicina, matemática, ciências sociais, entre outros, concorrendo a mais de US$ 4 milhões em bolsas de estudos e outros prêmios.

 

“Talento, curiosidade e oportunidade são ingredientes fundamentais para o desenvolvimento de um cientista. Ao estudante, cabe o talento e a curiosidade, já as oportunidades devem ser geradas pela sociedade. A Intel patrocina e apóia feiras de ciências no Brasil e em todo o mundo para gerar oportunidades e reconhecimento a esses futuros cientistas. Ao todo, já enviamos mais de 700 jovens para este intercâmbio cultural e científico”, explica Fernando Martins, presidente da Intel Brasil.

 

A ISEF é realizada desde 1950 e já revelou milhares de projetos inovadores, patentes e cientistas brilhantes para todo o mundo. E desde 1996, a feira conta com o patrocínio da Intel e traz o nome de Intel ISEF - Intel International Science and Engineering Fair.

 

Estudante brasileiro conquista bolsa de estudos

 

O grande destaque deste ano foi a conquista do estudante paulistano Matheus Manuppela. Com o primeiro lugar da premiação da Illinois Institute of Technology na área de Comportamento e Ciências Sociais, o jovem foi premiado com US$60.000,00 em bolsa de estudos na universidade devido ao seu projeto sobre a utilização de jogos de vídeo como método de concentração e autocontrole para adolescentes portadores de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

 

Projetos vencedores

 

Três estudantes trouxeram os troféus de terceira posição nas áreas de Engenharia e Administração do Meio Ambiente, além da premiação de US$1.000,00.  Entre eles, o estudante gaúcho Vinícius Guilherme Müller, que competiu com o projeto TouchingNotes II - música para os sentidos, obteve o terceiro lugar da área de Engenharia Elétrica e Mecânica.

 

Outra dupla de gaúchos também voltou feliz para casa. Os jovens Marcelo Jung Eberhardt e Patrick Comassetto Führ, responsáveis pelo projeto entitulado “Biolixiviação Anti-cromo” foram reconhecidos pela terceira posição da área de Administração do Meio Ambiente com projeto que visa o remanejamento do cromo presente na serragem de rebaixadeira por meio da biolixiviação.

 

Seis estudantes brasileiros foram reconhecidos com as quartas colocações oficiais de diferentes categorias e receberam a bonificação de US$500,00.

 

Entre eles, está Kawoana Trauman Vianna, de Novo Hamburgo, RS, que apresentou na categoria de Medicina um tecido para a confecção de meias e curativos para tratar os problemas do pé diabético. Além dela, os jovens paulistanos Adriana Ferreira Santana e Tiago Tolone Craveiro de Oliveira, foram reconhecidos na área de Administração do Meio Ambiente por meio da apresentação de um projeto para a reutilização do óleo de soja por meio da produção de resinas alquídicas.

Da cidade de Recife, a estudante Ana Sofia Cardoso Monteiro, responsável pela proposta da utilização de um novo avaliador social dos países - o índice constitucional (IC), alcançou o quarto lugar da categoria Comportamento e Ciências Sociais. As estudantes campineiras (SP) Lorraine da Silva e Vanessa Estéfano conseguiram também o posto de quarto lugar, mas na categoria de Engenharia de Materiais e Bioengenharia.

Posição

Categoria

Nomes

Cidade

Projeto

Premiação

Administração do   Meio Ambiente

Marcelo Jung   Eberhardt e Patrick Comassetto Führ

Novo Hamburgo, RS

Biolixiviação   Anti-cromo

US$ 1.000,00

Engenharia –   Elétrica e mecânica

Vinícius Guilherme   Müller

Novo Hamburgo, RS

TouchingNotes II

US$ 1.000,00

Engenharia de   Materiais e Bioengenharia

Lorraine da Silva   e Vanessa Estéfano

Campinas, SP

Preparação de nanopartículas   de ácido hialurônico com A para aplicações na cicatrização de feridas

US$500,00

Medicina

Kawoana Trauman   Vianna

Novo   Hamburgo, RS

Análise da   impregnação de nanopartículas de dióxido de zircônio e de prata com quitosana   em um tecido para tratamentos de saúde II

US$500,00

Comportamento e   Ciências Sociais

Ana Sofia Cardoso Monteiro

Recife,   PE

O índice   constitucional

US$500,00

Administração do   Meio Ambiente

Adriana Ferreira Santana e Tiago Tolone   Craveiro de Oliveira

São Paulo, SP

Oleoquímica:   Reutilização de óleo de soja para produção de resinas alquídicas

US$500,00

Premiações Especiais

Dentre os prêmios oferecidos pelas instituições patrocinadoras, destaca-se a do The Lemelson Foundation, uma das mais reconhecidas e famosas fundações dos Estados Unidos. Três estudantes de São Paulo ganharam o prêmio de mil dólares, Amanda De La Rocque Rodrigues, Carlos Henrique Leite da Silva e Paolo Damas Pulcini – os estudantes desenvolveram juntos um projeto para a reutilização do isopor. O grupo também recebeu a bonificação de mil dólares pelo National Collegiate Inventors and Innovators Alliance.

A American Society for Microbiology também reconheceu a iniciativa do estudante paulistano Leonardo de Oliveira Bodo, que levou à feira um projeto de antibiótico produzido a partir da ooteca da aranha Phoneutria Nigriventer II. O estudante recebeu pela instituição o valor de US$250,00.

 

A Menção Honrosa do INCOSE (Conselho Internacional de Engenharia de Sistemas) deste ano contemplou o jovem Lucas Ribeiro Mata, do Rio de Janeiro, pelo projeto de produção do DME (dimetil-éter) a partir do bagaço e da palha da cana-de-açúcar utilizando sucata comum.

 

Heitor Geraldo da Cruz Santos, de Recife, foi reconhecido por duas diferentes instituições. O desenvolvimento do projeto “A problematização como estratégia pedagógica em educação nutricional: uma abordagem socioconstrutivista” rendeu ao estudante a primeira posição no reconhecimento da Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia, que premiou o jovem com a quantia de US$3.000,00, além da terceira posição do prêmio da American Psychological Association, que bonificou o jovem com US$500,00.

Reconhecimento

Instituição

Nomes

Cidade

Projeto

Bônus

Comportamento e   Ciências Sociais

Matheus Manuppella

São Paulo, SP

Métodos   educacionais para atual juventude e portadores de déficit de atenção e/ou   hiperatividade

US$ 60.000,00

Associação Chinesa   de Ciência e Tecnologia

Heitor Geraldo da   Cruz Santos

Recife, PE

“A problematização   como estratégia pedagógica em educação nutricional: uma abordagem   socioconstrutivista”

US$ 3.000,00

American   Psychological Association

Heitor Geraldo da   Cruz Santos

Recife, PE

“A problematização   como estratégia pedagógica em educação nutricional: uma abordagem   socioconstrutivista”

US$500,00

Menção Honrosa

INCOSE (Conselho   Internacional de Engenharia de Sistemas)

Lucas Ribeiro Mata

Rio de Janeiro, RJ

Produzindo   Bio-DME, transformando poluição em energia

American Society   for Microbiology

Leonardo de   Oliveira Bodo

São   Paulo, SP

Tecendo Saúde: A   tecitura de substâncias antimicrobianas a partir da ooteca da aranha   Phoneutria Nigriventer II

US$250,00

The Lemelson   Foundation

Amanda De La   Rocque Rodrigues, Carlos Henrique Leite da Silva e Paolo Damas Pulcini

São   Paulo, SP

Sulfonação de   Poliestireno: Aplicação na retenção de íons de metais pesados da água II

National Collegiate Inventors and   Innovators Alliance

Amanda De La   Rocque Rodrigues, Carlos Henrique Leite da Silva e Paolo Damas Pulcini

São   Paulo, SP

Sulfonação de   Poliestireno: Aplicação na retenção de íons de metais pesados da água II

US$1.000,00

 

Projeto mais votado no Facebook será premiado pela Intel

Quem quiser saber mais sobre os projetos que representaram o Brasil na Intel ISEF, pode conhecê-los acessando a fan page da Intel no Facebook (www.facebook.com/intelbrazil). No endereço, há um widget que traz todos os estudantes falando sobre seus projetos e ideias defendidas na competição. O vídeo que obtiver maior número de “likes” será premiado com um notebook equipado com a Segunda Geração do processador Intel® Core™ i5. Acesse e vote!

 

Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica as tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Mais informações sobre a Intel estão disponíveis em http://newsroom.intel.com/community/pt_br.

 

Siga a Intel no Twitter: www.twitter.com/intelbrasil

 

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

Equipe de atendimento

Comments

Filter News Archive

By date:
By tag: