Currently Being Moderated

Novos planos para as famílias dos processadores Intel® Core™ e Atom™ inauguram a próxima onda de notebooks e dispositivos móveis conectados

NOTÍCIAS EM DESTAQUE


  • A Intel define uma nova categoria de computadores portáteis finos e leves, chamada Ultrabook™.
  • Empresa pretende substituir 40% dos seus notebooks para consumidores por Ultrabooks™ até o final de 2012.
  • Separadamente, a Intel está acelerando os planos do processador Atom™ para o ritmo de uma geração de processo tecnológico por ano para habilitar uma maior gama de soluções otimizadas para múltiplos segmentos de mercado.
  • A Intel destacou a próxima geração da sua plataforma sem ventilador para netbooks, codinome “Cedar Trail”, uma gama de novos tablets baseados no processador Atom, já disponível no mercado, e o design de referência para tablets “Medfield”, para designs sub-9mm, pesando menos de 700 gramas e suportando diversas opções de sistemas operacionais.


COMPUTEX, Taipei, 31 de maio de 2011 – O Vice-Presidente Executivo da Intel Corporation, Sean Maloney, declarou hoje que até o final de 2012, 40% do segmento de mercado de notebooks para consumidores englobará um novo tipo de computador, chamado Ultrabook™, que combinará o melhor desempenho do segmento, com a melhor velocidade de resposta e segurança em formatos finos e elegantes.

 

         Durante o discurso de abertura da Computex, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, Maloney forneceu mais detalhes sobre as significativas mudanças que a Intel está fazendo para os planos do processador Intel® Core™ a fim de habilitar essa nova categoria. Ele também reiterou o esforço da Intel para acelerar o ritmo da inovação para system-on-chips (SoCs) baseados no processador Intel® Atom™ para netbooks, smartphones, tablets e outros dispositivos.

 

         “A computação está assumindo muitas formas”, declarou Maloney. “A inovação tecnológica é um catalisador e acreditamos que as mudanças que a Intel está fazendo em seus planos de produtos, juntamente com a forte colaboração da indústria, resultarão em uma mudança empolgante para a computação pessoal ao longo dos próximos anos”.

 

O “Ultrabook™”

         A visão da Intel é a de habilitar uma nova experiência de usuário ao acelerar uma nova classe de computadores portáteis. Esses computadores combinarão o desempenho e as capacidades dos notebooks atuais com características de tablets para oferecer uma experiência altamente segura e rápida, em um design fino, leve e elegante. O Ultrabook™ será moldado à Lei de Moore e à tecnologia de silício da mesma forma que elas moldaram os PCs tradicionais ao longo dos últimos 40 anos.

 

         Maloney descreveu três fases fundamentais da estratégia da empresa para acelerar essa visão, que começa a ser revelada hoje com a mais recente 2ª Geração dos Processadores Intel® Core™. Essa família de produtos possibilitará designs finos, leves e lindos, com menos de 20mm de espessura (0.8 polegadas), e preços inferiores a US$ 1 mil. Os sistemas baseados nesses chips estarão disponíveis para a temporada de compras de final de ano de 2011 e incluirão o Ultrabook™ UX21 da ASUS*. O Chairman da ASUS, Jonney Shih, uniu-se à Maloney no palco para demonstrar o novo notebook ultrafino da empresa baseado na 2ª Geração do Processador Intel® Core™.

 

         “Na ASUS, estamos muito bem alinhados com a visão da Intel para o Ultrabook™”, disse Shih. “Nossos clientes estão demandando uma experiência de computação sem restrições em um design leve e altamente portátil que responda a suas necessidades rapidamente. A transformação do PC em um dispositivo ultrafino e com ótima velocidade de resposta mudará a maneira como as pessoas interagem com ele”.

 

         Baseando-se na nova 2ª Geração da Tecnologia Intel Core, Maloney delineou a próxima geração da família de processador da Intel de codinome “Ivy Bridge”, que deverá chegar ao mercado a partir do primeiro semestre de 2012.  Os notebooks baseados no “Ivy Bridge” oferecerão maior eficiência no consumo de energia, desempenho visual inteligente, melhor velocidade de resposta e maior segurança. O “Ivy Bridge” é o primeiro chip de larga escala da Intel baseado na tecnologia de manufatura de 22 nanômetros (nm) da Intel a usar o revolucionário design 3-D para o transistor, chamado Tri-Gate, anunciado em maio. Maloney também destacou as tecnologias complementares USB 3.0 e Thunderbolt™, que fazem parte do trabalho contínuo da Intel para evoluir a plataforma para PCs.

 

         Após o “Ivy Bridge”, os produtos planejados para 2013, de codinome “Haswell”, serão o terceiro passo rumo ao Ultrabook™ e as capacidades reinventadas do notebook em designs super finos, leves, rápidos e seguros. Com o “Haswell” a Intel mudará o TDP (thermal power design) dos notebooks convencionais ao reduzir o consumo do microprocessador para a metade do valor do design atual.

 

Acelerando os planos para o Processador Intel® Atom™

         Maloney destacou os principais marcos e outros detalhes das próximas gerações das plataformas baseadas no processador Intel Atom para tablets, netbooks e smartphones. O processador Atom superará o ritmo da Lei de Moore, passando de 32nm, para 22nm e para 14nm em três anos consecutivos. O ritmo de uma nova geração de processo por ano resultará em uma redução significativa no desperdício e no consumo ativo do transistor, além de uma maior densidade para habilitar smartphones, tablets e netbooks mais poderosos, com mais características e maior duração de bateria.

 

         Alcançando o marco de 100 milhões de unidades nesse mês, a Intel está preparando a próxima geração da sua plataforma para netbooks, codinome “Cedar Trail”. A “Cedar Trail” é a primeira plataforma para netbooks baseada na tecnologia de 32nm da Intel e habilitará designs ultrafinos, sem ventiladores e com novas capacidades, como a Tecnologia Intel® Rapid Start que acelera a inicialização, a Tecnologia Intel® Smart Connect que habilita uma experiência sempre atualizada mesmo durante o modo standby, a Intel® Wireless Display and PC Synch, que permitem que os usuários atualizem e sincronizem documentos, conteúdo e mídia sem fios e por múltiplos dispositivos. Além disso, a nova plataforma deverá habilitar uma duração de bateria superior a 10 horas de uso ou semanas em standby. A “Cedar Trail” oferecerá suporte para os principais sistemas operacionais, como o Microsoft Windows*, Google Chrome* e MeeGo*.

 

         Além disso, Maloney demonstrou mais de 10 tablets já disponíveis rodando três diferentes sistemas operacionais, baseados no processador Intel Atom Z670. A plataforma já conquistou mais de 35 designs desde seu lançamento em abril, com diversos modelos conversíveis, deslizantes e inovadores já disponíveis nas prateleiras, com mais alguns chegando durante o restante do ano.

 

         Maloney também falou sobre a “Medfield”, a primeira plataforma de 32nm da Intel de propósito específico para smartphones e tablets. A “Medfield” foi otimizada para baixo consumo e alto desempenho, além de oferecer grande tempo de uso, mídias e jogos de ótima qualidade e capacidades gráficas avançadas. Para ilustrar esse ponto nos tablets, a Intel demonstrou o design “Medfield” rodando o Google Android* 3.0 (“Honeycomb”) pela primeira vez. Entrando em produção ainda nesse ano, a plataforma habilitará designs sub-9mm com peso inferior a 700 gramas para tablets, que deverão chegar ao mercado no primeiro semestre de 2012. Ela oferecerá suporte para diversos sistemas operacionais, incluindo Android e MeeGo.

 

         De acordo com Maloney, “O trabalho que a Intel vem realizando nos planos para o processador Intel® Atom™, juntamente com as mudanças significativas que estamos fazendo nos nossos planos para o processador Intel® Core™, continuarão a melhorar a habilidade da Intel de fornecer soluções completas de hardware com diversas opções de plataformas de software para todo um espectro da computação – desde servidores back-end que equipam as nuvens aos bilhões de dispositivos que acessam as nuvens”.

 

A rápida expansão da nuvem

         Mais pessoas e dispositivos conectados à Internet resultarão em um crescimento sem precedentes nos serviços baseados em nuvem para armazenamento, sincronização e entretenimento, de acordo com Maloney, e a Intel está posicionada para acompanhar esse crescimento. Ele disse que um novo servidor baseado na Intel é necessário para cada 600 smartphones ou 122 tablets adicionais se conectando à Internet. Ele também reiterou a visão da empresa para a “Nuvem em 2015” que consiste em um mundo de nuvens “federadas” interoperáveis que permitam que as empresas compartilhem dados com segurança por nuvens públicas e privadas; redes “automatizadas” que permitam a movimentação de cargas de trabalho entre servidores nos Data Centers para melhor utilização e eficiência no consumo de energia, bem como uma nuvem capaz de “reconhecer dispositivos” e identificar os tipos de aplicativos, comandos e processamento. 

 

         Para encerrar, Maloney destacou o papel fundamental da indústria de TI de Taiwan na próxima transformação da computação. Ele pediu inovações coletivas que levarão a indústria à próxima era ao mesmo tempo em que a computação assume novas formas e torna-se ainda mais presente e acessível. “A indústria de TI de Taiwan será fundamental para concretizar essa visão”, declarou Maloney.

 

         Mais informações sobre os anúncios de hoje estão disponíveis em www.intel.com/newsroom/computex/index.htm.

 

Sobre a Intel


A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica as tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Mais informações sobre a Intel estão disponíveis em http://newsroom.intel.com/community/pt_br.

Intel, Intel Core, Atom, o logo da Intel e Ultrabook são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

Comments

Filter News Archive

By date:
By tag: