Currently Being Moderated

Processador Intel® Xeon® E5 estreia na lista TOP500; Primeiro coprocessador Intel® Many Integrated Core demonstrado com desempenho superior a 1 TFLOPS

Notícias em destaque:

  • A família do processador Intel® Xeon® E5, o primeiro chip do mundo a oferecer suporte para a integração da PCI Express* 3.0 I/O, estreia na lista TOP 500, equipando 10 supercomputadores.
  • O produto “Knights Corner” da Intel, o primeiro coprocessador comercial baseado na arquitetura Intel® Many Integrated Core (Intel® MIC), foi demonstrado pela primeira vez quebrando a barreira de 1 TFLOPS de desempenho com precisão dupla**.
  • A Intel anunciou investimentos adicionais e novos projetos de parceria com laboratórios de P&D para perseguir o objetivo de atingir desempenho Exascale até 2018.
  • Os processadores da Intel equipam 85% de todas as novas entradas na última lista TOP500 de supercomputadores, com o processador Intel Xeon 5600 series sendo o mais popular, escolhido para 223 sistemas.

 

SEATTLE, 15 de novembro de 2011 – Na SC11, a Intel Corporation revelou detalhes sobre a próxima geração das plataformas baseadas no processador Intel Xeon e na arquitetura Intel® Many Integrated Core (Intel® MIC) projetada para a computação de alto desempenho (HPC, na sigla em inglês). A empresa também delineou novos investimentos em pesquisa e desenvolvimento que levarão a indústria rumo ao desempenho Exascale até 2018.

         Durante sua participação na conferência, Rajeeb Hazra, gerente geral de Computação Técnica do Grupo de Datacenter e Sistemas Conectados da Intel, disse que a família do processador Intel Xeon E5 é o primeiro processador do mundo para servidores a oferecer suporte para a integração total da especificação PCI Express 3.0**. A PCIe 3.0 deverá** dobrar a largura de banda para interconexão da PCIe 2.0** ao mesmo tempo em que habilita o baixo consumo e a maior densidade de implementações de servidores. Os novos controladores que se aproveitam da especificação PCI Express 3.0 permitirão um aumento mais eficiente no desempenho e na transferência de dados com o crescente número de nós nos supercomputadores HPC.

Os resultados dos primeiros testes de desempenho revelaram que o Intel Xeon E5 oferece até 2.1 vezes** o desempenho em FLOPS (Operações de pontos flutuantes por segundo medido pelo Linpack*) e um desempenho até 70% melhor usando cargas de trabalho HPC reais em comparação com a geração anterior dos processadores Intel Xeon 5600 series.

         “A aceitação dos clientes para o processador Intel Xeon E5 excedeu as nossas expectativas e está estimulando a mais rápida estreia na lista TOP500 de qualquer processador na história da Intel”, declarou Hazra. “Coletar, analisar e compartilhar grandes quantidades de informação é fundamental para as atuais atividades científicas e requer novos níveis de desempenho e tecnologias de processador projetadas precisamente para esse propósito”.

         Os processadores Intel Xeon E5 entraram na lista TOP500 no ano do 40º aniversário do lançamento do primeiro microprocessador do mundo (o processador Intel 4004) e no 10º aniversário do lançamento da marca Intel Xeon. Desde o lançamento dos processadores Intel Xeon em 2001, a Intel estima que o desempenho do processador Xeon aumentou mais de 130 vezes***.

         Dois meses após as primeiras remessas terem sido enviadas para centros de supercomputação, os processadores Intel Xeon E5 já equipam 10 sistemas da lista TOP500. Mais de 20.000 desses processadores já estão em operação, oferecendo um pico cumulativo de desempenho de mais de 3.4 Petaflops.

         Como anteriormente anunciado, a próxima família do processador Intel Xeon E5 equipará inúmeros outros futuros supercomputadores, incluindo o “Stampede” de 10 PFLOPS do Centro de Computação Avançada do Texas, o “Yellowstone” de 1.6 PFLOPS do Centro Nacional para Pesquisas Atmosféricas, o “Curie” de 1.6 PFLOPS do GENCI, o sistema de 1.3 PFLOPS do Centro Internacional de Pesquisa em Fusão de Energia (IFERC) e na expansão de mais de 1 PFLOPS do “Pleiades” da NASA.

         A Intel começou enviando a família do processador Intel Xeon E5 para um pequeno número de clientes HPC e de nuvens em setembro, com a ampla disponibilidade planejada para o primeiro semestre de 2012. A Intel está acompanhando mais de 400 designs vitoriosos para a família do processador Intel Xeon E5, praticamente o dobro da quantidade do período de lançamento da geração Xeon 5500/5600. A demanda para a produção inicial é aproximadamente 20 vezes maior do que das gerações anteriores dos processadores Intel Xeon 5500 e 5600 series.

         Durante o SC’11 a Intel também forneceu detalhes sobre a sua linha de placas e chassis para servidores, incluindo produtos especificamente otimizados para HPC, que estará pronta para suportar o lançamento do processador Intel Xeon E5.

 

Demonstrado o primeiro coprocessador Intel Many Integrated Core com Teraflops de desempenho

 

         A Intel também reiterou seu compromisso para fornecer a plataforma mais eficiente e amigável para programadores de aplicativos altamente paralelizados. Os benefícios da arquitetura Intel MIC em previsões do tempo, tomografia, cruzamento de proteínas e simulação de materiais avançados foram demonstrados no estande da Intel na SC’11.

         A primeira demonstração do coprocessador “Knights Corner” ilustrou que a arquitetura da Intel é capaz de fornecer mais de 1 TFLOPs de desempenho de pontos flutuantes de dupla precisão (como calculado pelo teste de desempenho de dupla precisão para multiplicação Matrix-Matrix – DGEMM*). Essa foi a primeira demonstração de um único chip de processamento atingindo esse nível de desempenho.

         “A Intel demonstrou pela primeira vez um supercomputador Teraflop utilizando 9680 processadores Intel® Pentium Pro® em 1997, como parte do sistema ‘ASCI RED’ do Laboratório Sandia”, disse Hazra. “Ter esse desempenho agora em um único chip baseado na arquitetura Intel MIC é um marco para entrar, mais uma vez, para a história da HPC”.

         O “Knights Corner”, o primeiro produto comercial com a microarquitetura Intel MIC, será fabricado usando o último processo de transistor 3-D Tri-Gate de 22nm da Intel e contará com mais de 50 núcleos. Quando disponível, os produtos MIC oferecerão o alto desempenho de uma arquitetura especificamente projetada para processar cargas de trabalho altamente paralelizadas e compatibilidade com o modelo e as ferramentas de programação x86.

         Hazra disse que o coprocessador “Knights Corner” é único e, ao contrário dos aceleradores tradicionais, totalmente acessível e programável com nós de computadores HPC, visível para aos aplicativos como se ele fosse um computador que roda seu próprio sistema operacional baseado no Linux*, independentemente do SO original.

         Um dos benefícios da arquitetura Intel MIC é a habilidade para rodar aplicativos existentes sem a necessidade de migração do código para um novo ambiente de programação. Isso permitirá que cientistas usem tanto o desempenho da CPU, quanto do coprocessador simultaneamente, com os aplicativos existentes baseados na x86, economizando muito tempo, custos e recursos que de outra maneira teriam que ser reescritos para linguagens proprietárias alternativas.

 

Intel amplia investimento em Labs de Computação Exascale

         Como anteriormente anunciado na International Supercomputing Conference 2011 em Hamburgo, Alemanha, o objetivo da Intel é fornecer desempenho em nível Exascale até 2018 (o que é mais de 100 vezes mais rápido do que o atualmente disponível) ao mesmo tempo em que requer apenas duas vezes o uso de energia dos atuais melhores supercomputadores. Fundamental para atingir esse objetivo é o trabalho de perto com a comunidade HPC e hoje Hazra anunciou inúmeras novas iniciativas que ajudarão a conquistar esse objetivo.

         A Intel e o Barcelona Supercomputing Center (BSC) assinaram um acordo plurianual para a criação do Laboratório Exascale em Barcelona, o quarto laboratório de P&D Exascale da Intel na Europa, unindo-se a locais como Paris, Juelich (Alemanha) e Lueven (Bélgica). Esse novo laboratório focará os problemas de escalabilidade nos sistemas de programação e tempo de execução dos supercomputadores Exascale.

         Além disso, o Science and Technology Facilities Council (STFC) e a Intel assinaram um memorando de entendimento para desenvolver e testar as tecnologias necessárias para equipar os supercomputadores do futuro. Sob esse acordo inicial, os cientistas da computação do laboratório da STFC em Daresbury, Inglaterra, e da Intel trabalharão juntos para testar e avaliar os atuais e futuros hardwares da Intel com os principais aplicativos de software para garantir que os cientistas estejam prontos para explorar os sistemas de supercomputadores da Intel no futuro.

 

TOP500 Supercomputadores

         A 38ª edição da lista Top500, anunciada na SC’11, demonstra que os principais cientistas e instituições do mundo continuam a basear seus supercomputadores nos processadores Intel Xeon. De todas as novas entradas na lista, em comparação ao ano passado, os supercomputadores equipados com a tecnologia Intel contabilizam cerca de 85% de todos os sistemas. O processador Intel Xeon 5600 Series é o principal processador na lista, equipando 223 sistemas. A família do processador Intel Xeon E5 fez sua estreia com 10 sistemas na lista e com um novo recorde de 152 GFLOPS por soquete e 91% de eficiência. Os processadores da Intel equipam cinco sistemas entre os 10 primeiros e quase 77% de todos os supercomputadores listados. O relatório completo está disponível em www.top500.org.

         Mais informações sobre a SC’11, incluindo a apresentação de Hazra e fotos, estão disponíveis em www.intel.com/newsroom/sc11.

Sobre a Intel

A Intel [NASDAQ: INTC] é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica as tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Mais informações sobre a Intel estão disponíveis em http://newsroom.intel.com/community/pt_br.

 

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

 

**O software e a carga de trabalho usados nos testes de desempenho podem ter sido otimizados para o desempenho apenas nos microprocessadores da Intel. Testes de desempenho, como SYSmark* e MobileMark*, são realizados usando sistemas, componentes, software, operações e funções específicos. Qualquer alteração nesses fatores pode fazer com que os resultados variem. Você deve consultar outras informações e testes de desempenho para avaliar melhor as compras desejadas, incluindo o desempenho desse produto quando combinado com outros produtos.

Configurações [comparação de desempenho entre Intel Xeon E5 e Intel Xeon 5600]:

  • Xeon E5 2S alcançou 342.7 pontos nos cálculos internos da Intel de 7 de setembro de 2011 usando uma plataforma Rose City da Intel com dois processadores Intel® Xeon® E5, Turbo habilitado, EST habilitada, Hyper-Threading habilitada, 65GB de memória 8 x 8GB DDR3-1600), Red Hat* Enterprise Linux Server 6.1 beta para x86_6
  • Plataforma Intel Tylersburg-EP com dois processadores Intel® Xeon® X5690 (6 núcleos, 3.46GHz, 12 MB L3 cache, 6,4GT/s, B1-stepping), EIST habilitada, Turbo habilitado, Hyper-Threading habilitada, 48GB de memória (12x 4GB DDR3-1333 REG ECC), 160GB SATA 7200RPM HDD, Red Hat* Enterprise Linux Server 5.5 para x86_64 com kernel 2.6.35.10. Fonte: Teste interno da Intel de abril de 2011. Pontuação: 159.40 Gflops.

Testes internos da Intel de outubro de 2011. Para mais informações visite www.intel.com/performance.

 

*** Os resultados foram estimados com base na análise interna da Intel e fornecidos apenas com o propósito de informar. Qualquer diferença no design do hardware ou software ou na configuração pode afetar o desempenho real.

Comments

Filter News Archive

By date:
By tag: