1 2 3 30 Previous Next

Sala de Imprensa Intel Brasil

438 Posts

Em parceria com o Pontofrio, o “Vendedor Virtual”é o primeiro do mundo a utilizar  a tecnologia Intel® RealSense™ no ponto de venda


São Paulo, 16 de dezembro de 2014 – A Intel, em parceria com o Pontofrio, anuncia uma ação inédita utilizando a tecnologia Intel® RealSense™ no ponto de venda. Apostando na revolução da computação pessoal, será implementado o primeiro “Vendedor Virtual” utilizando software e câmeras 3D (Intel® RealSense™ Camera), capazes de proporcionar uma experiência de interação real ao consumidor que entra na loja.

 

Para esta ação será posicionado um totem na entrada da loja Ponto Frio do Shopping Ibirapuera, onde o Vendedor Virtual irá interagir com os usuários através dos recursos de computação perceptiva Intel® RealSense™. O vendedor reconhecerá os gestos dos frequentadores e entenderá as seleções dos usuários conduzindo os participantes a jogos e interações divertidas, além de apresentar os computadores 2 em 1, All-In-One e Tablets Intel® para os clientes. A ferramenta, através da Câmera Intel® Real Sense™, também fornecerá informações precisas sobre a quantidade de pessoas que passaram e interagiram com o Vendedor Virtual, com uma mensuração rápida e precisa do impacto do material no PDV.

 

“As tecnologias de computação perceptiva da Intel ainda não estão disponíveis em escala no mercado local. Mas antes desta chegada, queremos demonstrá-la na prática, levando inovação ao ponto de venda com experiências inéditas para este espaço”  - afirma Américo Tomé, diretor de marketing da Intel no Brasil. “O Pontofrio, nosso parceiro, será o primeiro varejista a utilizar essa tecnologia com um vendedor virtual e estamos bastante empolgados em testar o apelo dessa ação para gerar demanda” acrescenta o executivo.

 

“O Pontofrio tem a inovação em seu slogan e esta ação em parceria com a Intel® está em linha com o nosso objetivo, que é encontrar e oferecer as tecnologias mais adequadas às necessidades de nossos clientes, seja na oferta da melhor experiência de compra, seja no portfólio de produtos”, comenta Flávia Altheman, diretora-executiva de Marketing e Inteligência de Mercado da Via Varejo, empresa que administra as marcas Pontofrio e Casas Bahia.

 

A ação será na loja do Pontofrio do Shopping Ibirapuera, a partir do dia 09 de dezembro e estará disponível até o dia 26 de dezembro.

 

Sobre a tecnologia Intel® RealSense™

 

A família Intel® RealSense™ de software e câmeras de profundidade possibilita uma interação mais natural e intuitiva com dispositivos de computação pessoal. A inovadora detecção e rastreamento facial, detecção de emoção, varredura 3D, fotografia com informações de profundidade, remoção do fundo e o rastreamento das 22 articulações de cada mão para um reconhecimento mais preciso dos gestos livre de toques são possíveis graças à tecnologia Intel® RealSense™

Anuncia plataforma, produtos e ecossistema de empresas ampliado e projetado para acelerar a adoção e a inovação


NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Plataforma Intel® IoT unifica componentes de gateway, conectividade e segurança para simplificar a implantação da IoT.
  • Projetada para fornecer uma base replicável para que dispositivos forneçam dados confiáveis para a nuvem.
  • Novos produtos integrados de hardware e software baseados na plataforma.
  • Anuncia novos relacionamentos divulgados com Accenture*, Booz Allen Hamilton*, Capgemini*, Dell*, HCL*, NTT DATA*, SAP*, Tata Consultancy* e Wipro* para desenvolver e implantar soluções na Plataforma Intel IoT.


SAN FRANCISCO, Califórnia, 9 de dezembro de 2014 – A Intel anunciou hoje a Plataforma Intel® IoT, um modelo de referência end-to-end projetado para unificar e simplificar a conectividade e a segurança para a Internet das Coisas (IoT). A Intel também apresentou produtos integrados de hardware e software baseados na nova plataforma e nos novos relacionamentos com um ecossistema ampliado de integradores de sistema que promete levar a IoT da infância para a implantação em massa.

            As novas ofertas e relacionamentos facilitarão que os provedores de soluções levem a IoT dos testes piloto para implantações convencionais com uma base replicável de building blocks que podem ser personalizados para infinitas soluções. Os dados serão destravados mais rapidamente para extrair informações significativas e valor para consumidores e empresas.

            Por exemplo, a Rudim Management*, uma empresa imobiliária da Cidade de New York que desenvolveu uma solução de software chamada DiBoss, já demonstrou ser capaz de gerenciar com inteligência o consumo de energia de seus prédios. Em um ano, em um prédio, a empresa economizou mais de US$ 1 milhão, o que se traduziu em uma economia de US$ 0,50 por cada pé quadrado de área que ela possui e gerencia. Com as gateways da Intel, a Rudin pode aumentar o nível de inteligência de seus prédios, e implantar a sua solução nos prédios com ou sem sistemas de gestão de consumo (BMS, na sigla em inglês) antigos.

            “O poder da IoT nos negócios da empresa terá um impacto significativo”, disse John Gilbert, COO da Rudin Management. “Somos uma empresa imobiliária que costumava participar superficialmente da tecnologia, mas agora por causa da IoT somos uma empresa de tecnologia que participa superficialmente no mercado imobiliário”.


Uma abordagem horizontal para a IoT

            A nova Plataforma Intel IoT fornece informações para o mercado mais rápido, reduzindo a complexidade da solução e fornecendo uma inteligência acionável mais rápido ao oferecer uma base replicável definida para como os dispositivos se conectarão e fornecerão dados confiáveis para a nuvem.      

            “Com esta plataforma, estamos dando continuidade à ampliação da nossa família de produtos IoT para além do silício, com melhorias para as nossas soluções pré-integradas que tornam a IoT mais acessível para os provedores de soluções”, disse Doug Davis, vice-presidente e gerente geral do Grupo para a Internet das Coisas  da Intel. “A IoT tem experimentado um rápido crescimento do mercado, mas encara problemas de escalabilidade. Ao simplificar o processo de desenvolvimento e torná-lo mais fácil para a implantação de novas soluções que atendam as necessidades do mercado, podemos ajudar a acelerar a inovação”.


Ampliando o ecossistema IoT

            A IoT tem o potencial para estimular o valor econômico e a mudança social, mas nenhuma empresa pode fazer isso sozinha. Um robusto ecossistema é necessário para isso. Para tanto, a Intel anunciou novas soluções e relacionamentos para ampliar o ecossistema IoT. Accenture*, Booz Allen Hamilton*, Capgemini*, Dell*, HCL*, NTT DATA*, SAP*, Tata Consultancy* e Wipro, entre outras, estão se unindo à Intel para desenvolver e implantar soluções usando seus building blocks na Plataforma Intel IoT. Essas soluções ajudarão a fornecer uma base replicável para a IoT, reduzindo o tempo de trabalho dos desenvolvedores para focar na criação de soluções que atendam perfeitamente as preocupações específicas dos clientes.

            “A Accenture está focada em ajudar os clientes a compreender o valor da IoT da forma mais rápida e fácil possível”, disse Mike Stucliff, chefe do grupo executivo da Accenture Digital. “Nossas capacidades combinadas podem nos ajudar a atingir este objetivo, além de ajudar os clientes a lidarem com algumas das maiores barreiras para a adoção da IoT ao oferecer uma maneira mais simples e rápida para o lançamento de soluções IoT ponto a ponto. Juntos, podemos habilitar os clientes a definirem uma estratégia clara para a IoT, e ao usar a experiência da Accenture na indústria e seus bens digitais para complementar a plataforma IoT da Intel, podemos criar robustas estruturas de trabalho ponto a ponto projetadas para superarem os desafios associados a segurança, escalabilidade e interoperabilidade em implantações IoT”.


Hardware e software integrados

            A Intel também está fornecendo um plano de trabalho de produtos integrados de hardware e software para suportar a Plataforma Intel IoT. Abrangendo desde dispositivos de borda à nuvem, o plano de trabalho inclui API de gestão e a criação de serviço de software, conectividade da borda à nuvem, bem como análise e gateways inteligentes, e uma linha completa de processadores IA escaláveis. A segurança é fundamental para o plano de trabalho com produtos dedicados à segurança, bem como recursos de segurança embarcados em produtos de hardware e software.

            A Intel está evoluindo e otimizando seu plano de trabalho para produtos a fim de trabalhar perfeitamente com os building blocks do ecossistema para resolver os principais desafios que os provedores de soluções estão enfrentando para a implantação da IoT, incluindo compatibilidade, segurança e conectividade.

              Os novos produtos da Intel incluem:


  • Wind River Edge Management System
  • A mais recente Intel® IoT Gateway integra o Wind River Edge Management System por meio de um agente disponível para que as gateways possam ser implantadas, provisionadas e gerenciadas rapidamente pelo ciclo de vida de um sistema para reduzir custos e o tempo para o lançamento no mercado. Além disso, a gateway inclui melhorias de desempenho, suporte para opções de memória de menor custo e uma maior seleção de opções de comunicação disponíveis. As Gateways Intel IoT já estão disponíveis por meio de 7 ODMs com 13 outros lançamentos de sistemas previstos para o início de 2015.
  • A Intel está ampliando o suporte do Intel Analytics Service para o Kit de Desenvolvimento IoT a fim de incluir o Intel® IoT Gateway DK Series, além do suporte existente para Galileo e Edison. O Kit habilita a detecção de anomalias e é oferecido gratuitamente.
  • A McAfee, uma parte da Intel Security, anunciou Segurança Melhorada para a Intel IoT Gateways em suporte à Plataforma Intel IoT. Esta solução pré-validada adiciona a gestão avançada da segurança para dispositivos gateway.
  • A Intel Security também anunciou que a sua tecnologia Enhanced Privacy Identity (EPID) será promovida para outros fornecedores de silício. A EPID conta com propriedades de anonimato, além da integridade reforçada por hardware, e está incluída nos padrões ISO e TCG. A tecnologia EPID fornece uma rampa de acesso para que outros dispositivos se conectem com segurança à Plataforma Intel IoT.
  • A solução Intel API and Traffic Management

Dispositivo desenvolvido pela Intel para mudar o panorama da educação está presente em 100 países. Soluções dão melhor acesso à Era da Integração

São Paulo, 08 de dezembro de 2014 - Desde sua criação, em 2006, os computadores educacionais idealizados pela Intel, também chamados Classmate PCs, já somam 10 milhões unidades ao redor do mundo, presentes em escolas de 100 países. Só no Brasil, o número de dispositivos chega a 1,1 milhão, distribuídos em programas do Governo Federal e programas de Secretarias de Educação Estaduais e Municipais. O dispositivo iniciou 2014 com uma nova versão conversível, com funções de notebook e tablet, servindo como apoio pedagógico para o estudante.

O impacto na formação da geração Y e nas gerações seguintes é especialmente relevante. Embora o avanço tecnológico aponte para a Era da Integração, em que as crianças e adolescentes estão conectados 24/7, aprendem e acessam informação a todo momento, o modelo pedagógico nas escolas avançou muito pouco em relação à tecnologia. As ferramentas básicas do professor na sala de aula ainda são a lousa, o livro ou a apostila, e sua própria capacidade de transmitir o conhecimento. Embora a internet também guarde bastantes recursos que ajudam o estudante a expandir seu processo de aprendizagem na escola, ainda são poucas as instituições que usam a tecnologia como suporte no processo pedagógico.

Para a Intel, a tecnologia pode ser parceira do estudante e do professor. E esta não é apenas uma questão de ingresso nessa nova Era com um computador pessoal, porque é claro que apenas o dispositivo não transforma o sistema educacional. Para a geração conectada, a escola que recorre exclusivamente às ferramentas de aprendizado do passado não parece superatrativa. Para a educação, a Era da Integração implica que a sala de aula precisa falar a língua do estudante.

A partir de pesquisas etnográficas em escolas ao redor do mundo, a Intel desenvolveu dispositivos tecnológicos e aplicações específicas para o ensino. O Classmate PC (CMPC) é um computador criado especialmente para uso didático. Esta é uma iniciativa bem sucedida já adotada por vários países como Argentina, Brasil, Colômbia, Macedônia, Nigéria, Panamá, Portugal, Uruguai e Venezuela.

Com designs reforçados, o CMPC foi pensado para atender as necessidades dos estudantes, suportando quedas da altura da mesa (70cm) e são resistentes a água e ao pó para promover a aprendizagem a qualquer momento, em qualquer lugar. O modelo é equipado com softwares educacionais que permitem, por exemplo, simular experiências, verificando na prática fenômenos que antes eram traduzidos abstratamente por meio de fórmulas ou conhecidos por teoria. Os estudantes podem gerar gráficos analíticos com base nos dados da observação, compreendendo melhor o conhecimento que está em seus livros. A tecnologia ajuda a modernizar o formato de ensino em disciplinas tradicionais, gerando mais interesse entre os estudantes.

“Nossa experiência com a aplicação de tecnologia na sala de aula tem mostrado que o estudante da geração Y fica mais interessado e seu relacionamento com o professor fica mais amigável, pelo simples fato de que a escola começa a falar melhor a sua língua”, comenta Edmilson Paoletti, Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Intel Brasil. “Na Intel, nós acreditamos que o papel da tecnologia é tornar a vida das pessoas mais fácil e prática e é exatamente isso que tentamos levar para a sala de aula”.

No Brasil, algumas secretarias de educação aderiram ao uso do Classmate PC em seus programas de educação, buscando essa aproximação do estudante com as atividades da escola. O Estado de Pernambuco, que foi um dos primeiros a aderir ao programa, em 2012, disponibiliza computadores para ajudar nos estudos dos estudantes do ensino médio. O equipamento é uma licença do Estado para o estudante, que pode levá-lo para casa, inclusive, já que o CMPC tem tecnologia de segurança, que bloqueia o equipamento em caso de furto.

Os estudantes que não abandonam o curso e não repetem o ano, entre outras exigências, recebem o equipamento ao final de seu tempo de estudo no sistema estadual. Todo ano, Pernambuco adquire cerca de 100 mil novos equipamentos para novos ingressos no ensino médio, substituindo os equipamentos que deixam o programa com os estudantes egressos. Em quatro anos de programa, mais de 400 mil CMPCs foram adquiridos para o programa do Estado.

Uma experiência interessante, também no estado de Pernambuco, é o programa da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura do Recife. Esse é um programa mais recente, ainda no 1° ano, mas igualmente importante, porque oferece tecnologia para estudantes do ensino fundamental, preparando-os para a rede estadual, que já atua com os CMPCs. A diferença nesse caso, é que os estudantes do 8° e 9° anos estudam com modelos conversíveis, que funcionam como notebook e tablet; e os estudantes mais jovens recebem Education Tablets.

Outros estados no Brasil também têm programas similares, com adoção da tecnologia em sala de aula:

  • Numa iniciativa ligada ao “Programa Um Computador por Aluno”, o Governo Federal também aderiu ao CMPC, adquirindo cerca de 600 mil dispositivos do modelo clamshell até 2012, para distribuição em escolas Estatuais e Municipais;
  • Recentemente, o governo do Estado de Goiás anunciou uma nova iniciativa de Educação, o programa ‘Escola Digital’, que irá abastecer a rede pública estadual com 94 mil unidades do CMPC Conversível. Além dos equipamentos para os estudantes, o programa ainda contará com cinco mil notebooks para professores e 300 servidores para os centros de dado da Secretaria de Educação. A iniciativa deverá beneficiar 150 mil estudantes e 2,3 mil professores. Serão 173 escolas atendidas, localizadas em 41 cidades goianas.
  • O programa de tecnologias na Educação do Estado do Rio Grande do Sul, chamado “Província de São Pedro” já implementou mais de 50 mil CMPCs em Escolas do Estado;
  • O programa de tecnologia da Cidade do Rio de Janeiro tem um foco em Conteúdos Digitais Curriculares “Educopédia” e formação de Professores. Como parte do projeto, já foram implementados cerca de 20 mil CMPCs nas Escolas Municipais.

Soluções para a sala de aula – Além de dispositivos, a transformação que a tecnologia pode trazer para a educação vem de ferramentas de aprendizagem, especialmente desenvolvidas para o processo pedagógico. As Soluções Educacionais da Intel, incluem diversos dispositivos, desde tablets e notebooks a dispositivos 2 em 1, software, conteúdo, serviços e capacitação profissional para professores a fim de engajar os estudantes no aprendizado e melhorar as conquistas estudantis. O pacote inclui aplicativos que envolvem os estudantes com ferramentas que encorajam pesquisas em toda a grade de matérias e promove mais participação com o conteúdo.

Aplicativo de vídeo-mensagem “Pocket Avatar by Intel” possibilita interação com o avatar da estrela


SANTA CLARA, Califórnia, 5 de dezembro de 2014 – Katy Perry e Intel Corporation anunciaram que estrela pop adotará a mais recente tendência em aplicativos, com o lançamento de seu primeiro avatar 3-D. O avatar personalizado de Katy estará disponível exclusivamente no aplicativo de vídeo-mensagem OTT (over-the-top) “Pocket Avatars by Intel”.

 

            Katy Perry atualmente é conhecida como uma das celebridades que ganha uma enorme popularidade com base em sua interação genuína com seus fãs, conhecidos como ‘KatyCats”. “A abordagem dinâmica de Katy nas mídias sociais e sua forte ligação com a cultura jovem a tornam uma colaboradora ideal para o novo serviço Pocket Avatars by Intel”, disse Rich Hannah, gerente geral do Pocket Avatars na Intel Corporation. “Ela é um ícone com personalidade relacionável e divertida, com uma infinidade de visuais. Ao combinar o apelo visual de Katy com a nossa inovadora tecnologia de rastreamento facial, estamos permitindo que os fãs dela se expressem de forma tão criativa quanto a própria Katy”.

 

Pocket Avatars by Intel é uma ferramenta de comunicação única, divertida e inovadora. Nele é possível a comunicação por meio de avatares 3-D animados que funcionam como alter egos. Os fãs de Katy poderão escolher o avatar dela em meio a uma ampla seleção dentro do app “Pocket Avatars by Intel”, gravar e compartilhar mensagens que imitem sua própria voz e expressões faciais. Os avatares podem dar um sorriso, piscar, levantar ou abaixar a sobrancelha, mostrar a língua, mandar um beijo e até mesmo cantar a letra do sucesso mais recente de Katy Perry. Os fãs dela podem enviar mensagens para amigos, parentes e outros KatyCats por meio do serviço de mensagens, e-mail ou redes sociais como Facebook* e Twitter*.

 

O aplicativo móvel é gratuito e se encontra disponível para iPhone e Android. Desde seu lançamento em meados de junho de 2014, mais de 1 milhão de avatares foram baixados e o app já  está disponível em mais de 30 países, entre eles o Brasil, e conta com uma biblioteca de mais de 55 avatares de personagens culturais e sazonais, personalidades do futebol americano, Annoying Orange*, e até personagens do The Lego Movie*. Muitos avatares são gratuitos e alguns requerem uma compra nominal para uso ilimitado. O avatar de Katy Perry custa US$ 1,99.

           

Para transmissão e recursos visuais, visite http://intel.synapticdigital.com.    Para mais informações sobre o Pocket Avatars by Intel, baixe o aplicativo.

Campanha assinada pela DM9DDB traz linguagem voltada para o público jovem


São Paulo, 3 de dezembro de 2014 – A Intel acaba de lançar sua nova campanha publicitária baseada no conceito “Com Intel dentro, você pode mais”, assinada pela DM9DDB. Com ações que englobam comerciais na TV e ativações nas redes sociais, a campanha está no ar e apresenta aos consumidores de uma maneira divertida a experiência oferecida por computadores, notebooks e tablets com processador Intel.

 

“Mais do que falar do produto, a campanha tem o objetivo de ampliar a percepção sobre a performance da tecnologia para a performance do próprio indivíduo. Temos visto em várias pesquisas que o consumidor se sente muito pressionado pelas demandas da vida moderna. Estar bem equipado e preparado, diminui esta ansiedade e ajuda na auto-confiança para enfrentar esta pressão. A Intel está preocupada com isso e desenvolve seus produtos para atender às necessidades cada vez maiores que as pessoas têm ao usar seus equipamentos. Mais importante do que a nossa tecnologia é o que as pessoas fazem com ela.” declara Duda Bastos, Diretora de Marca e Comunicação , da Intel na América Latina.

 

Para a TV, foi criado um filme com três finais alternativos, para tablet, notebook e All-in-One. Nas redes sociais, a página da Intel Brasil lançou a ação integrada com o papel de inspirar os consumidores a considerar o que está dentro do seu computador e/ou tablet. A idéia central é que se pode fazer tudo melhor se há um processador Intel dentro.

 

Ficha Técnica

Agência: DM9DDB

Título: Músico

Cliente: Intel

Direção de Criação: Marco Versolato, Fabio Brandão, Keka Morelle

Diretor de Arte: Mozar Macedo

Redator: Tomas Correa

Planejamento: Laura Chiavone, Pietro Troccoli

RTVC: Fabiano Beraldo, Luciano Rocha, Fernanda Peixoto

Atendimento: Marcelo Passos, Gustavo Herbetta, Ana Carolina Bacchereti

Produtora Filme: Fat Bastards

Produção executiva: Fernando Carvalho, André Pinho

Pós produção: Bitt VFX

Produtora de som: Cream Studio

Aprovação: Duda Bastos, Daniela Boclin, Reinaldo Parreiras

A aquisição adiciona soluções de identidade digital convenientes e seguras ao portfólio da Intel para consumidores


SANTA CLARA, Califórnia, 1 de dezembro de 2014 – A Intel Corporation anunciou hoje a aquisição da PasswordBox™, uma premiada provedora de serviço de gerenciamento de identidade para múltiplas plataformas que dá aos usuários uma maneira conveniente de fazer o log in em todos os websites e aplicativos, a partir qualquer dispositivo, sem ter que digitar ou lembrar as senhas. Como resultado dessa aquisição, a PasswordBox se tornará parte da organização de Identidade Protegida dentro do Grupo de Segurança da Intel. A organização de Identidade Protegida é comprometida a fornecer soluções que reduzam o problema com senhas e simplifiquem e fortaleçam a segurança, fornecendo aos consumidores um acesso fácil a suas vidas digitais.

            Senhas protegidas são essenciais para a proteção de dados pessoais sensíveis. De acordo com um relatório recente da consultoria Deloitte*, mais de 90% das senhas geradas pelo usuário são vulneráveis a ataques, e mais de 10.000 das senhas mais comuns poderiam acessar cerca de 98% de todas as contas[i]. No ano passado, a Experian* descobriu que o usuário médio possuía 26 contas online protegidas por senhas, mas usava apenas 5 senhas diferentes[ii]. De fato, aproximadamente 37% dos usuários pediram por ajuda para escolher o nome de usuário ou senha para pelo menos um website por mês. Juntas, a Intel Security e o PasswordBox trabalharão para eliminar esses problemas.

            “Qualquer pessoa consegue se relacionar a problemas com senhas”, disse Chris Young, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo de Segurança da Intel. “O serviço PasswordBox já trouxe alívio para milhões de consumidores que desfrutam de um log in simples e instantâneo. A Intel Security e o PasswordBox compartilham o mesmo objetivo de melhorar a proteção da identidade digital em todos os dispositivos e plataformas. Acreditamos que temos a tecnologia, a experiência e o alcance para levar o acesso simples e seguro para os consumidores de todo o mundo”.


Comprometido a criar um mundo digital seguro e protegido

            Criada pela Intel Corporation em janeiro de 2014, a Intel Security combina a experiência em segurança da McAfee, com a inovação, o desempenho e a confiança da Intel. A Intel Security é focada na resolução de alguns dos maiores desafios em segurança digital de hoje. Essas soluções ajudarão a fornecer aos usuários a paz de espírito de saber que podem acessar seus conteúdos de forma mais simples. A Intel Security incorporará as atuais e futuras tecnologias da PasswordBox para fornecer três benefícios aos consumidores:

  • Menor cansaço com as senhas
  • Segurança simplificada
  • Experimente a próxima geração de soluções

“A PasswordBox gastou pelo menos dois anos criando um produto que as pessoas amam, confiam e usam em todo o mundo todos os dias”, disse Daniel Robichaud, CEO e cofundador da PasswordBox. “Compartilhamos a visão da Intel Security de um acesso simples e seguro, com proteção de identidade em todas as plataformas e dispositivos. Juntos, acreditamos que podemos oferecer aos nossos clientes tecnologia, experiência e suporte de classe mundial para levar esse tipo de acesso a todos os lugares, sempre com a ajuda da Intel”.

A PasswordBox era uma empresa privada fundada em 2012, com 48 funcionários e baseada em Montreal, Quebec. Todos os atuais funcionários uniram-se à Intel Security. Desde sua chegada, há um ano, a PasswordBox garantiu um financiamento de CR, liderado pela OMERS Ventures, venceu o melhor app móvel na CES 2014 e já foi baixado 14 milhões de vezes em todo o mundo. A aquisição da PasswordBox pela Intel já está efetiva. Os termos da transação não foram divulgados e não são relevantes para as operações da Intel. Esta aquisição deverá suportar futuras inovações que serão anunciadas posteriormente.


 


[i] Fonte: Deloitte TMT Predictions 2013 midyear checkpoint

[ii] Fonte: Janrain Survey

Intel fornece a pesquisadores acesso aberto a nova plataforma para atender 3 milhões de pessoas afetadas por doenças neurológicas motoras e tetraplegia

Para fotos acesse o Flickr da Intel

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Substituindo o sistema de comunicações do Professor Hawking com décadas de uso, ele pode se comunicar melhor, ter maior facilidade para sua rotina diária e habilitação para independência continuada
  • Até janeiro de 2015, a Intel fornecerá uma solução personalizada para pesquisadores e tecnólogos
  • A plataforma de comunicação avançada criada pela Intel pode ser adaptada para 3 milhões de pessoas afetadas por doenças neurológicas motoras e tetraplegia

LONDRES, 2 de dezembro de 2014 – a Intel demonstrou hoje pela primeira vez uma nova plataforma de comunicações criada para substituir o sistema usado há décadas pelo Professor Stephen Hawking, melhorando sua habilidade para se comunicar com o mundo. A plataforma personalizável estará disponível para comunidades tecnológicas e de pesquisa em janeiro de 2015.

            Ao estudar as necessidades agudas de Hawking e seu relacionamento muito específico com a máquina, a Intel forneceu uma solução sob medida – chamada ACAT (Assistive Context Aware Toolkit) – que resulta em uma comunicação melhorada entre Hawking e o mundo. Ela possui o potencial para tornar-se o backbone de um sistema moderno e personalizável que outros pesquisadores e tecnólogos podem usar para beneficiar aqueles com doenças neurológicas motoras (MND, na sigla em inglês) e tetraplegia.

            Hawking possui MND relacionada com a esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma condição que progrediu com o passar dos anos. Ele está quase que inteiramente paralisado e se comunica por meio da tecnologia. 

            “A medicina não foi capaz de me curar, então eu dependo da tecnologia para me ajudar a comunicar e viver”, disse Hawking. “A Intel tem me apoiado por mais de 20 anos, me permitindo fazer o que eu amo todos os dias. O desenvolvimento deste sistema tem o potencial de melhorar as vidas das pessoas deficientes de todo o mundo e está liderando o caminho em termos de interação humana e da habilidade de superar as barreiras que estiverem pelo caminho para a comunicação”.


Maior velocidade, precisão e facilidade de uso

            Uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da Intel Labs tem trabalhado por três anos com Hawking para substituir seu atual sistema de comunicação por tecnologia moderna. Hawking foi fundamental no processo de design, fornecendo feedback constante para ajudar a melhorar o sistema com interação diária.

            “O Professor Hawking usou de forma única a tecnologia para se comunicar com o mundo por décadas, mas seu sistema antigo poderia ser melhorado com o uso de apps modernos e websites atuais com um computador sem um teclado ou mouse”, disse Wen-Hann Wang, vice-presidente da Intel e diretor da Intel Labs. “Juntos, conseguimos uma experiência de comunicação holisticamente melhor, que contribui para a sua independência contínua e pode ajudar a abrir portas para aumentar a independência de outros”.

            Da mesma forma que as peças de um motor que interagem perfeitamente para fazer um carro funcionar, a interface de usuário do software criado pela Intel possibilita que tecnologias novas e existentes trabalhem de forma eficiente entre si. O resultado: a velocidade de digitação de Hawking é duas vezes mais rápida, e há uma melhoria de 10 vezes em tarefas comuns, com mais facilidade, precisão e rapidez na navegação, edição, gerenciamento e navegação Web, emails e documentos; ou abrir, salvar e editar um novo documento e alterar entre as tarefas.

            O atual sensor para o queixo é detectado por um switch infravermelho instalado nos óculos para ajudá-lo a escolher um caractere no computador. A integração do software de uma empresa britânica de tecnologia de linguagem chamada SwiftKey* melhorou muito a habilidade do sistema para aprender com Hawking e prever seus próximos caracteres e palavras para que ele tenha que digitar menos do que 20% de todos os caracteres.

            Esta informação é enviada para seu atual sintetizador de fala para que ele possa se comunicar com os outros por meio de seu notebook Lenovo* rodando o Microsoft Windows*. Por exemplo, para realizar uma busca na Web, Hawking anteriormente tinha rotas árduas, precisando sair da sua janela de comunicação, navegar com o mouse para abrir o navegador, navegar com o mouse novamente até a barra de busca e finalmente digitar o texto para a pesquisa. O novo sistema automatiza todos esses passos para um processo perfeito e rápido.


Software aberto e personalizável

            A tetraplegia e a MND afetam mais de 3 milhões de pessoas em todo o mundo. A MND afeta atividades voluntárias dos músculos, como a fala, o e caminhar, engolir movimentos gerais do corpo. Progressiva na natureza, ela causa deficiência crescente e a eventual morte.

            Lama Nachman, da Intel Labs, uniu-se à Hawking no palco em Londres para delinear como eles trabalharam juntos para inspirar a comunidade de pesquisa. “A tecnologia para deficientes é muitas vezes a prova de fogo para a tecnologia do futuro”, disse. “Da comunicação à pesquisa genética, a tecnologia está começando a abrir portas para possibilidades que apenas podem ser imaginadas”.

            O novo toolkit criado pela Intel pode ser personalizado e alterado para atender diferentes usuários. O sistema criado pela Intel é uma moderna interface de software para que pesquisadores e tecnólogos criem soluções personalizadas habilitadas pelo toque, pelo piscar dos olhos, movimentos da sobrancelha e outras entradas do usuário para a comunicação.

            Com a plataforma sendo acessível e gratuita, Intel e Hawking desejam que as comunidades tecnológicas e de pesquisa – como as focadas em sensores, previsão de texto, reconhecimento de contexto e design da interface de usuário – aproveitem isso e tragam novas e melhoradas soluções para o mercado.

* Por Fernando Loureiro

Estamos caminhando rapidamente para um mundo onde tudo e todos à nossa volta estarão conectados, 24 horas por dia, todos os dias da semana. Não só o seu computador e o seu telefone serão capazes de se beneficiar dos recursos praticamente infinitos da Internet, mas também outros objetos que ainda não fazem parte da nossa rotina é não vemos como inteligentes – e entram aí o seu carro, as suas roupas, e até a sua casa – serão transformados pela tecnologia e passarão a responder de forma muito mais efetiva às suas necessidades do dia a dia.

Não há dúvida de que esse futuro da Internet das Coisas irá trazer enormes benefícios para nossas vidas, nos tornando mais produtivos e mais informados sobre o mundo ao nosso redor. O potencial desta área para revolucionar a maneira como nos comunicamos é imenso, mas não sem percalços.

Há uma relação risco x benefício quando nos conectamos a Internet. Se por um lado temos acesso a serviços incrivelmente inovadores e um repositório de inteligência e informação praticamente sem fim, temos também riscos associados com o roubo e o mal uso de nossas informações pessoais. Quando acessamos a Internet, a Internet também se conecta com a gente – nossa atividade online gera um enorme volume de dados, que alimentam os serviços que utilizamos para tornar a nossa vida mais fácil. É uma relação de troca – oferecemos alguns de nossos dados para a Internet, e em troca ela retorna facilidades para a nossa vida.

Um estudo realizado pela Intel em 2013 mostrou que o brasileiro entende e reconhece o valor desses serviços para sua vida – por exemplo, 73% dos brasileiros concordariam em compartilhar dados pessoais de forma anônima com o governo se isso resultasse em uma queda no trânsito nas grandes cidades. É dessa forma que aplicativos com o Waze funcionam – coletando dados de milhares de usuários ao mesmo tempo e criando modelos do tráfego na cidade para sugerir rotas alternativas aos usuários. Um projeto de cidade conectada que utilizasse esse modelo de navegação compartilhada poderia trazer enormes benefícios aos cidadãos e à produtividade do país.

Ao mesmo tempo, empresas e governos precisam assumir compromissos sérios no que tange à privacidade de nossos dados pessoais – e isso significa não só tomar medidas sérias contra ataques de hackers e roubo de dados, mas também de manter políticas claras e razoáveis sobre como as empresas e serviços utilizarão nossos dados pessoais. Você sabe o que é feito com os seus dados nos serviços que você usa? Nas redes sociais, nos serviços de e-mail, nos aplicativos que você carrega no seu tablet ou smartphone?

Há de se alcançar um equilíbrio sadio entre privacidade e inovação – podemos colher enormes benefícios pessoais e sociais ao permitir que nossos dados, coletados e analisados de forma anônima, se transformem em serviços altamente inteligentes e produtivos. Mas também temos que nos responsabilizar pela nossa segurança e pela segurança dos nossos dados. Informe-se, leia e entenda as políticas de uso de seus dados pessoais antes de assinar um serviço ou instalar um novo app. Exija que sua privacidade seja respeitada, e que qualquer dado coletado seja usado de forma isenta e segura. Trabalhando juntos, a indústria e os usuários terão o poder de transformar a sociedade e criar ambientes inteligentes e seguros, tanto no mundo virtual quanto no mundo real.

 

* Fernando Loureiro é Diretor de Assuntos Governamentais na Intel Brasil

Revela a futura geração do processador Intel Xeon Phi e novos detalhes do desempenho e da arquitetura para a Intel® Omni-Path Fabric Interconnect Tecnology


SUPERCOMPUTING CONFERENCE (SC14), Nova Orleans, 17 de novembro

de 2014 – A Intel Corporation anunciou inúmeras tecnologias melhoradas que ampliam ainda mais a sua posição de liderança no segmento de computação de alto desempenho (HPC, na sigla em inglês). O anúncio inclui a futura geração do processador Intel® Xeon Phi™, codinome Knights Hill, e novos detalhes do desempenho e da arquitetura para a Intel® Omni-Path Architecture, uma nova tecnologia de interconexão de alta velocidade otimizada para implantações HPC.

            A Intel também anunciou novos lançamentos de software e esforços colaborativos a fim de facilitar que a comunidade HPC extraia todo o potencial do atual e futuro hardware da Intel no padrão da indústria.

            Juntos, esses novos building blocks e as colaborações da indústria para a HPC ajudarão a resolver os desafios duplos de escalabilidade extrema e uso convencional da computação de alto desempenho ao mesmo tempo em que fornecem a base para um caminho com ótimo custo-benefício para a computação exascale.

NOTÍCIAS

  • A Intel revelou que a sua futura terceira geração da família de produtos Intel Xeon Phi, codinome Knights Hill, será fabricada usando o processo tecnológico de 10nm da Intel e contará com a tecnologia Intel Omni-Path Fabric. O Knights Hill segue o próximo produto Knights Landing, com os primeiros sistemas comerciais baseados no Knights Landing devendo chegar ao mercado no próximo ano;
  • O investimento da indústria nos processadores Intel Xeon Phi continua crescendo, com mais de 50 provedores devendo oferecer sistemas fabricados com a nova versão do processador do Knights Landing, com mais sistemas usando a versão PCIe card do produto. Até o momento, as ofertas de provedores comprometidos com o uso do processador Knights Landing representam mais de 100 PFLOPS;
  • Recentes ofertas de primeira linha do Knights Landing incluem o supercomputador Trinity, um esforço conjunto entre Los Alamos e o Sandia National Laboratories, e o supercomputador Coris, anunciado pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energética de Computação Científica (NERSC, na sigla em inglês) do Departamento de Energia dos EUA (DOE, na sigla em inglês). Além disso, a empresa de geociência DownUnderGeoSolutions recentemente anunciouCentro Nacional de Inovações de TI para Supercomputação
  • A Intel revelou que a Arquitetura Intel Omni-Path deverá oferecer velocidade de linha de 100 Gbps e uma latência do interruptor até 56% menor em clusters de médio a grande porte do que as alternativas do tipo InfiniBand[i]. A arquitetura Intel Omni-Path usará um chip do tipo 48 port switch para oferecer uma maior quantidade de portas e um sistema de tamanho maior do que as atuais alternativas 36 port InfiniBand. O fornecimento de até 33% mais nós por interruptor deverá reduzir o número de interruptores necessários, simplificando o design do sistema e reduzindo os custos da infraestrutura com qualquer tamanho. Os benefícios do sistema de maior porte incluem:
    • Uma densidade de porta ate 1,3 vezes maior do que a InfiniBad – possibilitando clusters menores a fim de maximizar os investimentos em interruptores [ii];
    • Usa até 50% menos interruptores do que um cluster de médio a grande porte comparável baseado na InfiniBand[iii];
    • Aumento de até 2,3 vezes em uma configuração two-tier fabric usando o mesmo número de interruptores do que um cluster baseado no InfiniBand – permitindo um aumento com melhor custo-benefício para sistemas baseados em clusters muito grandes[iv];
  • A Intel lançou o Intel Fabric Builders ProgramCentros de Computação Paralela da Intel
  • A Intel ampliou suas capacidades de software Lustre* com o lançamento da Intel® Enterprise Edition para o software Lustre v2.2Intel® Foundation Edition para o software Lustre. Novos dispositivos usando as soluções melhoradas da Intel para o software Lustre já estão sendo oferecidos por Dell*, DataDirect Networks* e Dot Fill*.

Continuidade do Momento dos TOP500

            Os sistemas baseados na Intel contabilizam 86% de todos os supercomputadores e 97% de todas as novas inclusões, de acordo com a 44ª edição da Lista TOP500. Nos dois anos desde o lançamento da primeira geração da família de produtos Intel Xeon Phi, esses sistemas baseados no coprocessador de muitos núcleos representam 17% de desempenho agregado de todos os supercomputadores TOP500. A lista completa está disponível em www.top500.org.

Declarações de Apoio

  • “A Intel está empolgada com o forte momento do mercado e o investimento dos clientes no desenvolvimento de sistemas HPC com base nos atuais e futuros processadores Intel Xeon Phi e a tecnologia high-speed fabric”, disse Charles Wuischpard, vice-presidente do Data Center Group e gerente geral para Estações de Trabalho e HPC da Intel. “A integração desses building blocks fundamentais para a HPC, combinada com um modelo de programação baseado em padrões abertos, maximizará o desempenho do sistema HPC, ampliará a acessibilidade e o uso e servirá como a rampa de acesso para a exascale”;
  • “A combinação dos coprocessadores Intel Xeon Phi com nosso software proprietário nos permite fornecer a nossos clientes um dos mais poderosos sistemas de produção com geoprocessamento até hoje”, disse o Dr. Matt Lamont, diretor da DownUnderGeoSolutions. “Nossas soluções equipadas com Intel Xeon Phi habilitam processamento e imagens interativas em cada um dos nossos computadores geofísicos. Um regime de testes que uma vez levou semanas, agora pode ser obtido em dias. Estamos empolgados com os coprocessadores Intel Xeon Phi e esperamos ansiosamente para avaliar a próxima geração do produto”.

Recursos de Suporte

  Intel Foundation Edition para o software Lustre: http://info.intel.com/HPDDSC14AnnouncementLandingPage2.html 


 


[i] Reduções de latência baseadas no Mellanox CS7500 Director Switch e Mellanox SB7700/SB7790 Edge switches com base em simulações preliminares da Intel para o Intel Omni-Path switches com base em uma configuração 1024-node full bisectional bandwidth (FBB) Fat-Tree (2-tier, 5 total switch hops), usando um switch com 48 portas para a Intel Omni-Path e um switch de 36 portas ASIC para clusters Mellanox ou Intel® True Scale. Os resultados foram estimados pelas análises internas da Intel ou simulação de arquitetura ou modelagem, e são fornecidos para você com o propósito de informar. Quaisquer diferenças no hardware, software ou configuração do seu sistema podem afetar o desempenho real.

[ii] Em comparação com um switch de 36 portas edge da InfiniBand em produção.

[iii] Alegação de redução de até metade do switches baseada em uma configuração 1024-node full bisectional bandwidth (FBB) Fat-Tree, usando um switch com 48 portas para a Intel Omni-Path e um switch de 36 portas para ASIC para clusters Mellanox ou Intel® True Scale.

[iv]2,3 vezes com base em 27.648 nós baseado em uma configuração de cluster com a Arquitetura Intel Omni-Path usando um switch de 48 portas da ASICs, em comparação com um chip com switch de 36 portas que pode suportar até 11.664 nós.

Relações com a imprensa na Intel:

Fernando Ordones – Tel: (11) 3365-5814 - E-mail: fernando.ordones@intel.com

Equipe de atendimento da Intel na Burson-Marsteller:

Alessandra Neris – Tel: (11) 3094-2254 – E-mail: alessandra.neris@bm.com

Aline Rodrigues – Tel: (11) 3094-2252 – E-mail: aline.rodrigues@bm.com

Danilo Valeta – Tel: (11) 3094-2251 – E-mail: danilo.valeta@bm.com

Rafael Aragão – Tel: (11) 3094-2285 – E-mail: rafael.aragao@bm.com

Vanessa Antonoff – Tel: (11) 3094-2270 – E-mail: vanessa.antonoff@bm.com

Jim Parsons estrela nova campanha da Intel que irá ao ar nos Estados Unidos

São Paulo, 24 de novembro de 2014 – A Intel Corporation lançou nessa segunda-feira, nos Estados Unidos, a sua nova campanha publicitária que conta com a participação de Jim Parsons. Com uma série de vídeos feitos para serem divulgados na TV, Youtube, e nas redes sociais, a campanha foi produzida para a temporada de Natal para divulgar a tecnologia Real Sense.

     Como uma empresa líder em tecnologia, a Intel escolheu o ator Jim Parsons, ganhador de quatro Emmys por sua interpretação do físico Sheldon Cooper na comédia “The Big Bang Theory”, para representar o consumidor que valoriza inovação.

     No vídeo, Parson não interpreta um nerd e sabe-tudo como na série, mas sim, representa o consumidor, que ao visitar a sede da Intel se espanta com as diversas tecnologias que ainda não foram lançadas, como a Câmera 3D Real Sense de um notebook. Criada pela McGarryBowen em Nova York, a campanha tem o principal objetivo reforçar a marca da Intel e divulgar as tecnologias que antes só víamos nos filmes de ficção científica, mas que já estão ao alcance do consumidor.

     Ao todo serão 10 comerciais, sendo que 5 irão ao ar na televisão e 5 serão disponibilizados no Youtube – além de 35 vídeos criados para o compartilhamento no Facebook, Twitter e Vine. No Brasil, uma nova campanha foi criada para o final do ano e segue o conceito “Com Intel dentro, você pode mais” e está no ar desde o final de outubro na TV e nas redes sociais.

 

Para assistir os primeiros spots disponibilizados, clique aqui e aqui.

 

 

A indústria de tecnologia chega ao final de 2014 com novidades que vieram para impulsionar a era da computação integrada, com avanços em todos que vai desde os dispositivos móveis e Internet das Coisas (IoT) na liderança da expansão às infraestruturas de TI backend.

Para a Intel, o ano de 2014 trouxe grandes anúncios e lançamentos, que transformaram e irão transformar a conectividade e a interatividade por meios eletrônicos. Foi um ano para atestar que a computação pessoal é cada vez mais rápida, conectada, multimeios e eficiente. Para provar esse avanço, aqui está um resumo dos 10 maiores momentos para a Intel:


1. Objetivo de alcançar em 2014 a marca de 40 milhões de tablets baseados no processador Intel® Atom™. Dando início ao ano na CES, o CEO da Intel Brian Krzanich desafiou a empresa a ter seus chips instalados em 40 milhões de tablets em 2014 – um aumento de 30 milhões em comparação a 2013. Ao mesmo tempo em que esse é um imenso aumento, a Intel está no caminho para atingir esse objetivo por meio da inovação no System on a Chip (SoC), um robusto plano de produtos e esforços para a habilitação do ecossistema. A Intel entregou mais de 30 milhões de chips para tablets no terceiro trimestre de 2014 e acompanhou mais de 250 designs para tablets em mais de 150 países. No Brasil, a tecnologia Intel está presente em uma gama de novos lançamentos, como o DL X-Pro, o Asus Transformer Book e o 2 em 1 Positivo Duo e o tablet Positivo Mini Quad .

 

2. Inovação nos chips para diversos formatos de dispositivos computacionais. A Intel continua inovando os chips para todos os formatos móveis – fornecendo melhor desempenho, duração de bateria e recursos, bem como designs leves para uma ampla gama de formatos móveis que incluem PCs, notebooks, Ultrabooks, tablets e dispositivos 2 em 1.

A Intel apresentou a primeira tecnologia de 14nm para produção em larga escala, com os primeiros sistemas baseados nos novos processadores Intel® Core™ M, que deverá chegar às prateleiras no final do ano seguido pela ampla disponibilidade de OEMs no primeiro semestre de 2015. Inúmeros OEMs revelaram designs baseados no Intel Core M, incluindo o Lenovo® Yoga 3 Pro, Acer Aspire Switch 12 e o Asus Zenbook UX305.

Ao mesmo tempo, dispositivos equipados com o processador Intel® Atom™ Z3000 series (codinome Bay Trail) foram lançados, estão oferecendo experiências rápidas e fluídas para ambientes móveis, tanto no Windows 8, quanto no Android*.

 

3. Promovendo a tecnologia para todos. Equipando smartphones e tablets para os segmentos de entrada e premium, a Intel anunciou o SoFIA – um novo SoC móvel que conta com um processador dual core Intel® Atom™ e um modem 3G global integrados. Criado e desenvolvido em Singapura, o SoFIA desempenhará um papel fundamental para o fornecimento de desempenho conectado com preços acessíveis nos mercados emergentes. Uma versão LTE quad core será anunciada em 2015 para levar isso ainda mais longe. O acordo estratégico da Intel com a empresa chinesa de semicondutores Rockchip*, que não possui fabrica própria, permitirá que ela ofereça um maior portfólio de soluções com arquitetura e tecnologia de comunicações da Intel para uma gama de tablets Android do segmento de entrada de forma mais rápida, como a adição da versão quad-core 3G do SoFIA nos planos para o primeiro semestre de 2015.

 

4. A Rica herança da Intel. A Intel continua a fornecer os benefícios da Lei de Moore por meio de seus investimentos em capacidades líderes, possibilitando soluções com maior desempenho, maior eficiência no consumo de energia, mais densas e com melhor custo-benefício, para um conjunto ainda maior de segmentos de mercado. Tudo isso ocorreu graças ao inexorável esforço para melhorar a tecnologia de processo e resultou na primeira tecnologia de 14nm do mundo em volume de produção à frente da concorrência. A tecnologia 14nm da Intel será usada para a fabricação de uma ampla gama de produtos de alto desempenho e baixo consumo, incluindo servidores, dispositivos de computação pessoal e para a Internet das Coisas.

Comemorando os mais de 20 anos da confiável marca Pentium® e celebrando a rica história da Intel, a Intel lançou a Edição de Aniversário do Pentium, a G3258, um processador desbloqueado contendo multiplicadores desbloqueados, permitindo um aumento significativo na velocidade por meio do overclocking.

 

5. Levando a experiência do usuário ao próximo nível. A Intel levou a computação preceptiva ao próximo nível com o lançamento da tecnologia Intel® RealSense™. De avançadas câmeras de profundidade habilitando gestos precisos das mãos e dos dedos a microfones dual array, digitalização 3D, reconhecimento facial e um controle de voz perfeitamente integrado, a Intel RealSense permite desenvolver dispositivos que nos compreendam – e isso é apenas o começo da jornada! De forma encorajadora, mais de 60 ISVs e já estão desenvolvendo para a plataforma e o primeiro dispositivo com a Intel RealSense Snapshot foi demonstrado no IDF, o novo tablet Dell Venue 8 7000 Series. A Intel aumentou a aposta na experiência do usuário, anunciando que os PCs estão caminhando rumo a uma experiência “verdadeira sem fio”, com a Intel trabalhando em tecnologias para remover a confusão de cabos de energia, conectores de vídeo e cabos periféricos. Ela também demonstrou a tecnologia ActiveIRIS®, uma tecnologia de reconhecimento da íris rodando em um telefone conceito equipado com o processador Intel® Atom™ Z3500 series que deverá fornecer um reconhecimento rápido, confiável e seguro da íris para usuários móveis em qualquer lugar.

 

6. A revolução dos Vestíveis. Com o volume de vestíveis devendo quadruplicar até 2017[1], a Intel investiu pesado neste segmento por meio de fortes parcerias com empresas que incluem o Fossil Group Inc*, a Openning Ceremony* e a SMS Audio LLC* para desenvolver dispositivos voltados para várias indústrias. A Intel também adquiriu a BASIS Science Inc., criadora do mais avançado monitor de saúde do mundo, o Basis band.

Para estimular a inovação em vestíveis e no segmento perceptivo, a Intel fez uma série de chamadas globais para a ação com seus desafios como o Make it Wearable. Para possibilitar esta inovação, a Intel anunciou o Intel® Edison, um minúsculo computador dual core de baixo custo baseado no Quark no formato de um cartão SD.

 

7. Um Futuro Conectado. Com mais de 30 bilhões de unidades conectadas previstas até 2020[2], a IoT mudará a maneira como vivemos. Para estimular este crescimento e melhorar a compatibilidade, a Intel uniu-se ao Open Interconnect Consortium e ao Industrial Internet Consortium. Além disso, a Intel formou uma série de parcerias para estimular o uso de tecnologias conectadas em todas as indústrias, como um projeto de pesquisa conjunto com a Ford, o Project Mobii, para explorar as oportunidades para o carro conectado.

 

8. Big Data. Grandes Possibilidades. Para ajudar empresas de todas as indústrias a transformarem dados acionáveis em ideias, a Intel lançou o seu processador Intel® Xeon® E7 v2 e as famílias de produtos do processador Intel® Xeon® E5-2600/1600 v3. De fato, 81% dos supercomputadores da lista TOP 500 usam processadores Intel[3]. Atendendo os requisitos das diversas cargas de trabalho e a rápida evolução das necessidades dos data centers, os novos processadores permitem que os usuários lidem e filtrem crescentes volumes de dados, fornecendo eficiência no consumo de energia de classe mundial e segurança melhorada.

9. Os Líderes do Amanhã. A Intel acredita que os jovens são fundamentais para a inovação. E este ano na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel – a maior competição de ciências do ensino médio do mundo – três projetos brasileiros foram premiados, dois deles com menção honrosa. Pelo projeto que busca dar solução aos casos de derramamento de petróleo em alto mar com uma membrana de absorção seletiva, os estudantes Gabriel Chiomento da Motta e Raíssa Müller irão dar nomes a asteroides descobertos pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts).

Para equipar ainda melhor os líderes do amanhã com dispositivos que enriqueçam suas experiências de aprendizagem, a Intel apresentou os designs de referência para a próxima geração do Intel Education Tablet e do Intel classmate PC. Ambos são designs resistentes e preparados para os estudantes capazes de resistirem a acidentes como uma queda da mesa e fornecer resistência a água e poeira para promover o aprendizado em qualquer lugar, a qualquer momento.

 

10. Um futuro global melhor. Juntamente com a infinidade de inovações deste ano, a Intel demonstrou seu compromisso para enriquecer a vida das pessoas de todo o mundo com a tecnologia. Em busca de um mundo livre de conflitos, a Intel anunciou que está trabalhando para eliminar todos os materiais de áreas de conflito da sua cadeira de fornecimento – uma mudança positiva que influencia todo o processo de manufatura[4]. Pelo sétimo ano consecutivo a Intel foi nomeada a maior compradora voluntária de energia verde nos EUA.


Por todo o mundo a Intel está se esforçando para reduzir a exclusão digital e a diferença entre gêneros com a tecnologia. Ao longo dos últimos 12 anos, a Intel treinou mais de 10 milhões de professores, incluindo cerca de 5 milhões de professoras em 70 países.

 
Além disso, com a análise de big data oferecendo o potencial para melhorar o tratamento de doenças, a Intel anunciou que está trabalhando com a Michael J. Fox Foundation para melhorar a pesquisa e o tratamento do Mal de Parkinson.  


 


[1] Fonte: Juniper Research, third annual benchmark report into smart wearable devices, setembro de 2014

[2] Fonte: IDC:The Internet of Things Is Poised to Change Everything, Says IDC, outubro de 2013

[3] Fonte: High-Performance Computing: Powering the Way to Exascale– top500.org. junho de 2013

[4] “Minerais de conflito, como definido pela SEC dos EUA, é um termo amplo que significa estanho, tântalo, tungstênio e ouro, independentemente desses materiais financiarem conflitos na República Democrática do Congo (RDC) ou países adjacentes.
“Livre de Conflitos” significa “livre de conflitos na RDC”, que é definido pela SEC para produtos que não contenham materiais de conflito (estanho, tântalo, tungstênio e ouro) que financie direta ou indiretamente grupos armados na RDC e países adjacentes. Também usamos o termo “livre de conflitos” em um sentido maior para nos referirmos a fornecedores, cadeias de fornecimento, fundições e refinarias cujas fontes de minerais de conflito não financiem conflitos na RDC ou países adjacentes. 

Com promoções interessantes, os consumidores podem adquirir dispositivos com processadores Intel® e obter todo o poder de processamento com grandes descontos

São Paulo, 13 de novembro de 2014 – Na última sexta-feira de novembro, 28/11, acontece a Black Friday no Brasil. Na data, o varejo, incluindo de equipamentos eletrônicos, vai oferecer diversos produtos com preço inferior ao do resto do ano, com promoções e descontos que chegam a 80%. Tradição celebrada há décadas nos Estados Unidos como uma prévia das compras para o Natal, a Black Friday é comemorada no Brasil há 4 anos, e a cada ano cresce o número de lojas que oferecem descontos.

            “Com uma diversidade de ofertas de produtos, a Black Friday é a oportunidade perfeita para que os consumidores possam adquirir eletrônicos mais rápidos e eficientes, por preços muito acessíveis. Para isso, é importante considerar qual tecnologia vai dentro do equipamento, porque a escolha vai fazer a diferença no dia a dia”, disse Carlos Augusto Buarque, Gerente de Marketing da Intel. “A data está sendo adotada por outros países fora dos Estados Unidos, e permite uma adoção tecnológica ao fornecer aos usuários uma variedade de equipamentos capazes de satisfazer a todos os gostos, necessidades e perfis”.

            Para fazer a melhor escolha no momento da compra, o consumidor deve considerar o que necessita de um dispositivo para obter as melhores vantagens. “O dispositivo tem que oferecer ao usuário uma experiência rápida, intuitiva e inteligente durante a execução de todas as atividades diárias. O usuário quer aparelhos que sempre o ajude em suas tarefas e ofereçam mobilidade total”, reforça Buarque.

            Entre as especificações mais importantes para não se arrepender da escolha, estão a tecnologia de processamento, a gestão de bateria e a tela:

  • Velocidade do processador: É fundamental avaliar qual o processador roda em seu tablet ou notebook 2 em 1 antes de comprá-lo. O processador será o responsável pelo desempenho do dispositivo. Se for usá-lo para ver filmes, seriados, novelas, e até para realizar tarefas com arquivos um pouco mais pesados, como fotografias, o ideal é optar por um processador mais rápido, fundamental para executar essas tarefas de forma mais ágil.
  • Contagem de núcleos: Um mito que a maioria dos consumidores acredita é que o poder do dispositivo depende do número de núcleos de processamento. Mas a pegadinha está em qual tecnologia é mais eficiente. Um processador de dois núcleos com uma tecnologia antiga ou inferior, não será melhor que outro com apenas um núcleo, mas com última tecnologia do mercado. O segredo da eficiência é a melhor tecnologia, que consegue executar várias tarefas ao mesmo tempo, além de assegurar um consumo de energia muito mais eficiente.
  • Duração de bateria: A bateria é fator determinante para algumas pessoas. Se o objetivo for mobilidade, é importante perguntar ao vendedor sobre a duração da bateria. Esse requisito vale tanto para quem for utilizar programas pesados para rodar música, filme, quanto para quem pretende acessar constantemente as redes sociais, ou outros sites, usando a tecnologia 3G ou 4G.
  • Tela: O tamanho da tela vai variar de acordo com a preferência do comprador. Mas é bom frisar que crianças e adultos tendem a preferir telas maiores, em uma tentativa de substituir a TV pelo tablet. Para jogos que precisam de alto desempenho, o ideal é optar por um dispositivo que tenha a melhor resolução de imagem.

É importante também considerar o perfil de usuário. Cada pessoa tem uma necessidade. Uma criança que só quer usar os aplicativos e jogos precisa de um equipamento completamente diferente de um adolescente que usa as redes sociais ou de um usuário que além destas tarefas precisa também do equipamento para facilitar seu o trabalho. Outra recomendação é conhecer a promoção do Pacote de Software disponível para quem compra computadores ou tablets com processadores Intel, com excelente oferta de conteúdos e aplicativos gratuitos para o cliente. Para mais informações acesse: http://pacotedesoftware.intel.com.br.

            Para tarefas mais simples, como para navegar na Internet, um tablet com processador Intel oferece um ótimo desempenho com maior rapidez, e melhor desempenho na duração da bateria. Mas pela tecnologia que levam, os tablets equipados com a tecnologia Intel e o Windows* 8 são compatíveis com outros aplicativos profissionais, o que permite uma integração transparente e maior segurança para o negócio.

            No caso específico dos tablets, as lojas estão cheias de equipamentos de baixo custo que, muitas vezes, não representam o melhor investimento em relação aos objetivos do comprador. Por exemplo, a variação do custo de um produto pode ter diferenças significativas em relação ao desempenho e poder de processamento, modificando a forma com que os programas e aplicativos funcionam. Também pode afetar a qualidade da imagem, essencial para as pessoas que utilizam os dispositivos para conteúdos multimídia (vídeos e filmes), ou até afetar a duração da bateria.

            Já os dispositivos 2 em 1 são mais indicados para aquelas pessoas que precisam da mobilidade do tablet, mas não abrem mão do bom desempenho de tarefas de um notebook. Esses equipamentos combinam potência e mobilidade, proporcionando aos usuários a flexibilidade para criar e compartilhar conteúdo desde diferentes locais. Uma das principais vantagens e atrativos desses dispositivos é a tela sensível ao toque alinhada com a rápida resposta e grande duração da bateria, fornecendo uma ótima experiência ao usuário. Esses novos dispositivos oferecem grande mobilidade e podem ser utilizados como um notebook, recomendado para trabalhos pesados, como edição de vídeo, ou versatilidade de um tablet.

Pesquisar com calma as vantagens e desvantagens de um dispositivo, bem como seu custo-benefício, faz a diferença na escolha final. Especialmente quando se trata de um investimento considerável, como usualmente acontece com os equipamentos computacionais. É importante reunir todas as informações antes de comprar um dispositivo para não se arrepender.

“Desejo de Natal Intel” é uma forma de dar e receber presentes com a tecnologia Intel

SÃO PAULO, 08 de Dezembro de 2014 – A Intel, em parceria com o site de vendas KaBuM!, irá lançar uma plataforma colaborativa voltada para os consumidores. Como uma iniciativa para as compras de Natal, a campanha “Desejo de Natal Intel” já está no ar oferecendo a possibilidade de dar e receber presentes para os amigos por meio da internet.

desejos.jpg

 

Criando um perfil na plataforma, o usuário poderá escolher o produto com processador Intel e pedir a colaboração de seus amigos para atingir a cota para comprá-los. Entre os produtos disponíveis, estão tablets, AIOs, notebooks e 2 em 1 de fabricantes como Acer, Asus, Daten, Lenovo, LG, Positivo, SpaceBR e Tec Toy.

 

“O principal objetivo da Intel com a ação é ajudar as pessoas a realizarem o sonho de ter um produto com as mais novas tecnologias. Na plataforma é possível pedir ajuda para amigos e familiares, que provavelmente já irão comprar uma lembrança de natal para a pessoa, a colaborarem na compra de um produto desejado.” declara Alessandra N. Cosme, Gerente de Marketing América Latina da Intel. “Os participantes também poderão pedir colaboração para alguma causa social.  Basta o usuário se cadastrar na plataforma, criar uma campanha com os motivos que o motivaram a ajudar e divulgar  nas redes sociais para arrecadar as doações.” acrescenta Alessandra.

 

Após a escolha dos seus produtos preferidos, o usuário pode compartilhar o link em seu perfil nas redes sociais e fazer uma campanha com vídeos e fotos, explicando porque ele merece a colaboração de seus amigos e parentes. Os colaboradores poderão escolher a cota que desejam doar, relacionada a uma das características do produto: performance, inovação, compatibilidade ou até mesmo bateria mais eficiente – todos os atributos dos produtos equipados com processadores Intel. As contribuições são realizadas por meio do PayPal, com facilidade e segurança.

 

Ao fim da campanha, o valor arrecadado irá valer como um cupom para realizar o resgate do produto no site do KaBuM!. Caso não seja alcançado o valor total do produto, o próprio participante poderá completar com o valor que falta e resgatar o produto. A plataforma está disponível no endereço Desejodenatal.intel.com  até o dia 25 de dezembro.


Confira a seleção de produtos disponíveis no arquivo PDF anexo a este release.

Empreendedores do Chile, que desenvolveu projeto que visa melhorar o ensino de ciência, recebem o prêmio de US$ 50 mil. Ao todo, a Intel Foundation forneceu um total de US$ 100 mil

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Lab4U do Chile venceu o grande prêmio do Intel Global Challenge 2014, recebendo um prêmio de US$ 50.000 da Intel Foundation.
  • A Lab4 desenvolveu uma tecnologia promissora que permite que um telefone móvel seja usado como um instrumento científico por meio de sensores embarcados e uma plataforma web para ensinar o público e compartilhar os resultados laboratoriais.
  • Outras equipes que ficaram nas primeiras posições foram a Neuron Guard da Itália, que desenvolveu uma solução integrada para o tratamento de danos cerebrais agudos no local, a Karisma Kidz do Reino Unido, que desenvolveu um app para aumentar a inteligência emocional de crianças por meio de jogos, e a Servtech de Taiwan, que inventou uma infraestrutura tecnológica para aproveitar o big data na indústria de manufatura.

VALE DO SILÍCIO, Califórnia, 7 de novembro de 2014 – A Lab4U, uma equipe de estudantes empreendedores do Chile, venceu o 10º Intel Global Challenge anual, uma competição global de planos de negócios que encoraja os estudantes empreendedores a enfrentarem alguns dos maiores problemas do mundo por meio da tecnologia da computação. A competição fornece uma experiência única de empreendedorismo ao dar às equipes o acesso às principais empresas e investidores de capital de risco do Vale do Silício.

            A Lab4U, cuja equipe é formada por membros da Universidade do Chile e de um centro local de pesquisa sobre o câncer, desenvolveu uma tecnologia que usa um telefone móvel como um instrumento científico para democratizar o equipamento laboratorial. Por meio de sensores embarcados e uma plataforma web para ensinar o público, os usuários podem preparar, analisar e compartilhar os resultados laboratoriais usando um telefone móvel. A equipe, que foi inspirada a criar esta tecnologia pela falta de instrumentos laboratoriais em sua própria universidade, visa mudar a maneira como a ciência é ensinada e como os experimentos são realizados.

            “Na Intel, acreditamos em dar aos jovens inovadores de hoje as oportunidades e recursos para estimular o interesse deles pelo empreendedorismo”, disse Staci Palmer, diretor de Iniciativas Estratégicas e Marketing Global do Grupo de Assuntos Corporativos da Intel. “Por meio de programas como o Intel Global Challenge, estudantes de todo o mundo, como a Lab4U, podem perseguir suas paixões e criar novas tecnologias que afetem positivamente a vida das pessoas”.

            A Intel Foundation forneceu um total de US$ 100.000 em prêmios, incluindo o grande prêmio de US$ 50.000, e três prêmios de US$ 15.000 para as equipes vencedoras das categorias: Internet, computação móvel e software; computação para a inovação social; e Internet das Coisas e hardware. Além disso, um prêmio de US$ 5.000 para mídia social também foi outorgado.

            As inovações das três equipes vencedoras do primeiro prêmio variam da inovação à manufatura. A Neuron Guard da Itália desenvolveu uma solução integrada para tratamento no local de danos cerebrais agudos a fim de prevenir perdas irreversíveis após um acidente vascular cerebral, uma morte cardíaca súbita ou uma lesão cerebral traumática. A Karisma Kidz do Reino Unido criou um aplicativo móvel chamado “Moodville”, uma solução em formato de jogo para as crianças aumentarem a sua inteligência emocional por meio da identificação e gerenciamento do humor. A Servtch de Taiwan inventou uma infraestrutura tecnológica para aproveitar as tecnologias de comunicação de informações na manufatura. Por meio da tecnologia da Servtech, as fábricas podem usar big data para acessar as condições das máquinas e detectar anomalias nos equipamentos. A Plaze do Líbano foi premiada por sua abordagem inovadoras para a mídia social durante o Intel Global Challenge.

            A competição, realizada na Haas School of Business da UC Berkeley, contou com 26 equipes de 20 países de todo o mundo. Essas equipes finalistas foram selecionadas de mais 60 países e nove Competições Regionais. Fundado em 2005, o Intel Global Challenge foi projetado para motivar jovens empreendedores a desenvolverem tecnologias inovadoras que resolvam problemas da vida real, criarem modelos de negócios viáveis e levar essa tecnologia dos laboratórios universitários para o mercado.

            Apenas ao longo da última década, a Intel investiu mais de US$ 1 bilhão e seus funcionários doaram cerca de 4 milhões de horas de trabalho voluntário para melhorar a educação em mais de 70 países. Para receber as últimas notícias educacionais da Intel, visite www.intel.com/newsroom/education, una-se ao grupo do Facebook em www.facebook.com/Intel e siga as atualizações no Twitter em twitter.com/intelinvolved.

Intel Capital investe US$ 26 milhões em 16 empresas inovadoras

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Mais de 1000 empreendedores financiados pela Intel Capital e 2000 executivos da indústria da lista Global 2000 participaram do 15º Intel Capital Global Summit anual, o principal evento de networking e estímulo a empresas da indústria do capital de risco.
  • A Intel Capital espera investir aproximadamente US$ 355 milhões este ano. 
  • Uma coletiva com o Presidente da Intel Capital, Arvind Sodhani, e os novos CEOs do portfólio, poderá ser acompanhada ao vivo em http://newsroom.intel.com/docs/DOC-6004

HUNTINGTON BEACH, Califórnia, 4 de novembro de 2014 – A Intel Capital, a organização de investimentos globais da Intel Corporation, anunciou durante o Intel Capital Global Summit investimentos em 16 empresas de tecnologia. Totalizando aproximadamente US$ 62 milhões, os investimentos abrangem uma ampla gama de tecnologias inovadoras.

            “A Intel Capital investe na continuidade da tecnologia que faz funcionar desde vestíveis e a Internet das Coisas à análise de big data – e todo o restante, incluindo silício, dispositivos inteligentes, PCs, nuvens e data centers”, disse Arvind Sodhani, presidente da Intel Capital e vice-presidente executivo da Intel. “Estamos focados em ajudar as empresas inovadoras a desenvolverem soluções voltadas para todo esse ecossistema tecnológico e esperamos investir um total de US$ 355 milhões este ano”.

            O anúncio de Sodhani foi feito durante a abertura do 15º Intel Capital Global Summit anual. O principal evento de networking da indústria do capital de risco reúne mais de 1000 fundadores e CEOs do portfólio global da Intel Capital, executivos da lista Global 200 e influenciadores da indústria para dois dias de estímulo a empresas. Este ano, o evento exclusivo para convidados, contou com oradores de destaque, incluído o Ex-Secretário do Tesouro dos EUA, Lawrence Summers, o Presidente de Stanford, John L. Hennessy, o recordista em exploração polar, Ben Saunders, e o Ex-Presidente da Comissão Nacional de Comunicações, Reed Hundt.

            Os fundadores das mais recentes empresas do portfólio incluem Shubham Banerjee, de 13 anos de idade, que inventou impressoras Braile de baixo custo para cegos usando Legos* e chips Intel® Edison; Sundari Mitra, um veterano da indústria de semicondutores que já está em sua segunda startup; Earnest Earon, um cientista de foguetes cuja empresa usa aeronaves não tripuladas e software baseado na nuvem para realizar análises de dados para uso agrícola e de resposta a emergências, entre outros.

            Mais sobre os novos investimentos, agrupados por segmento tecnológico:

Novos Dispositivos / Computação Vestível

A Avegant* (Redwood City, Califórnia), desenvolvendo a próxima geração de dispositivos vestíveis, está levando ao mercado o Glyph*, um mobile personal theater que usa uma tela de microespelho com áudio de alta qualidade embutido. O Glyph* levantou mais de US$ 1 milhão em sua campanha no Kickstarter* no começo deste ano.

A Braigo Labs Inc.* (Palo Alto, Califórnia, EUA), fundada pelo empreendedor e estudante de 13 anos, Shubham Banerjee, fornece serviços científicos e tecnológicos ao pesquisar e desenvolver inovações e serviços baseados na tecnologia. Seus produtos incluem a Braigo v1.0*, uma impressora Braile de Lego que reduz drasticamente o preço da impressora de mais de US$ 2000 para US$ 350, voltada para propósitos educacionais e domésticos.

O Eyefluence* (Reno, Nevada, EUA) transforma a intenção em ação por meio de seus olhos. A robusta tecnologia de rastreamento ocular de baixo custo, com seu modelo de interação iUi*, pode ser integrada a qualquer tela de realidade aumentada ou virtual acoplada à cabeça (HMD, na sigla em inglês) para fornecer rastreamento e controle ocular natural e intuitivo. 

Mobilidade / Wireless

A AnDAPT* (Santa Clara, Califórnia, EUA) traz um novo gênero de produtos analógicos adaptáveis para a integração de múltiplos sensores e a gestão do consumo de sistemas integrados, habilitando que os clientes empresariais reduzam o consumo de energia, realizem a gestão inteligente do consumo, com alta integração, alta confiabilidade do sistema e baixo custo.

A Audyssey* (Los Angeles, Califórnia, EUA) é líder em tecnologias de áudio baseadas em pesquisas para a correção de problemas acústicos e a fim de melhorar a qualidade sonora de qualquer dispositivo ou ambiente sonorizado. As tecnologias da empresa estão integradas a apps e dispositivos móveis, TVs, automóveis, PCs e home theaters dos principais fabricantes da indústria.

A Incoming  Media* (Santa Clara, Califórnia, EUA e Sydney, Austrália) é uma plataforma de vídeo móvel que usa análise de dados preditiva e pré-carregamento inteligente de conteúdo para aprender como o espectador consome o vídeo em um dispositivo móvel a fim de fornecer uma experiência de vídeo móvel personalizada sem interrupções.

A INRIX* (Kirkland, Washington, EUA) aproveita a tecnologia preditiva e de análise de big data para ajudar fabricantes de veículos, frotas corporativas, governos e organizações de notícias a reduzirem o custo econômico e ambiental dos congestionamentos no trânsito.

A Screenovate Technologies* (Israel) oferece soluções móveis que abrangem entretenimento, produtividade e educação. Entre outras aplicações, sua tecnologia possibilita que usuários de smartphones e tablets transmitam sem fios filmes, jogos, apresentações ou outro conteúdo de seus dispositivos móveis para suas TVs ou outras telas maiores.

A Thundersoft* (China e Taiwan) é fornecedora de soluções e tecnologias centrais para SOs móveis que aceleram o desenvolvimento de produtos ao fornecer as principais tecnologias e serviços, especificamente para smartphones e tablets Android*. [investimento sujeito ao cumprimento das condições de fechamento].

Para Avançar o Desenvolvimento de Microprocessadores e SoCs

A NetSpeed Systems (Mountain View, Califórnia, EUA) oferece uma plataforma para o design de system-on-chip (SoC) e soluções avançadas para redes no chip que permite aos projetistas de SOCs a criação de designs significativamente menores e mais eficientes no consumo de energia em uma fração do tempo normal.

A Reno Sub-Systems* (Canadá) projeta, desenvolve e fornece subsistemas usados para controlar os sistemas de processo criados por OEMs, incluindo de câmaras de vácuo para depositar e gravar os materiais especiais necessários para a fabricação de circuitos integrados avançados.

Big Data e a Infraestrutura da Nuvem

A Gigya* (San Francisco, EUA) fabrica uma plataforma para a gestão da identidade do cliente baseada na nuvem que ajuda os clientes a transformarem visitantes móveis ou Web desconhecidos em clientes leais e engajados.

A PilotTV* (Taiwan) é uma operadora de rede de sinal digital que projeta, implanta e opera em conjunto sistemas de sinalização digital para o varejo, operando mais de 6000 telas em vários canais, incluindo lojas de conveniência, cadeias de fast food, farmácias e estações de trânsito rápido.

A PrecisionHawk* (Raleigh, Carolina do Norte, EUA) é uma empresa de fornecimento de informações que usa um pequeno veículo aéreo não tripulado e um software baseado na nuvem para coletar, processar e analisar dados aéreos.  Sua solução fornece informações acionáveis para clientes da indústria civil.

A Prelert* (Framingham, Massachusetts, EUA) reúne dados científicos em aplicativos baixáveis para uso diário. Ela usa análise preditiva em máquinas que aprendem para conhecer os padrões normais de comportamento de populações e usuários, dispositivos e recursos individualmente.

A Stratoscale* (Israel) desenvolve novas tecnologias para repensar a próxima geração de data centers. Ela está construindo uma infraestrutura de software runtime para computação escalável a fim de ajudar os clientes a usarem todos os recursos computacionais disponíveis e unificarem a computação e o armazenamento no data center. 

Além disso, a Intel Capital anunciou que a Ossia* (Redmond, Washington, EUA) uniu-se ao portfólio da Intel Capital. A Cota*, a tecnologia de antena inteligente da Ossia, redefine o consumo wireless ao fornecer de maneira segura, orientada e simultânea energia para múltiplos dispositivos a até 30 pés de distância, independentemente do dispositivo estar parado ou em movimento.

Sobre o Intel Capital Global Summit

            O Intel Capital Global Summit é o evento de networking da Intel Capital para tecnologias preeminentes. O evento de 2014 reúne mais de 1000 participantes cadastrados das empresas do portfólio da Intel Capital, clientes e parceiros globais da Intel e líderes da indústria de todo o mundo. O Intel Capital Global Summit 2014 é patrocinado pela Credit Suisse, Gibson Dunn & Crutcher, o Governo do Canadá, Houlihan Lokey,  Kingsley Gate, KPMG, Morrison & Foerster, NASDAQ OMX, Needham & Company, Silicon Valley Bank, Sprinklr e TriNet.

 

Filter News Archive

By date:
By tag: