Avanços tecnológicos habilitam três vezes mais a capacidade¹ do que outras tecnologias NAND

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A tecnologia 3D NAND usa floating gate cells e habilita o dispositivo flash de mais alta densidade já desenvolvido – uma capacidade três vezes maior¹ do que outras matrizes NAND em produção.
  • Possibilita cartões SSDs do tamanho de um chiclete com mais de 3.5 TB (terabytes) de armazenamento e SSDs no padrão de 2,5 polegadas com mais de 10 TB.
  • Técnicas inovadoras de arquitetura de processo ampliam a Lei de Moore para o armazenamento flash, levando melhorias significativas em densidade ao mesmo tempo em que reduzem o custo da NAND flash.

BOISE, Idaho, e SANTA CALRA, Califórnia, 26 de março de 2015 – A Micron Technology Inc. (Nasdaq: MU) e a Intel Corporation revelaram hoje a disponibilidade da sua tecnologia 3D NAND, a memória flash de mais alta densidade do mundo. Flash é a tecnologia de armazenamento usada dentro dos mais finos notebooks, dos mais rápidos datacenters e em quase todos os telefones celulares, tablets e dispositivos móveis.

            Esta nova tecnologia 3D NAND, que foi desenvolvida em conjunto pela Intel e Micron, empilha células de armazenamento de dados verticalmente em camadas com precisão extraordinária para criar dispositivos com uma capacidade três vezes maior¹ do que a das tecnologias concorrentes. Isto possibilita maior capacidade de armazenamento em um espaço menor, resultando em economias significativas, baixo uso de energia e alto desempenho para uma gama de dispositivos móveis, bem como para implantações empresariais mais robustas.

            A tecnologia NAND flash esta se aproximando de seus limites práticos de escalabilidade, o que resulta em desafios significativos para a indústria. A tecnologia 3D NAND mantém as soluções de armazenamento flash alinhadas com a Lei de Moore, impactando na trajetória para ganhos contínuos de desempenho e economias e estimulando o uso mais difundido do armazenamento flash.

“A colaboração da Micron com a Intel criou uma tecnologia de armazenamento em estado sólido líder da indústria que oferece alta densidade, desempenho e eficiência inigualáveis atualmente”, disse Brian Shirley, vice-presidente de Tecnologia e Soluções de Memória da Micron Technology. “Esta tecnologia 3D NAND possui o potencial para criar mudanças significativas no mercado. O alcance do impacto que a flash teve até o momento - de smartphones a supercomputadores otimizados para flash – apenas arranha a superfície do que é possível”.

“Os esforços de desenvolvimento da Intel com a Micron refletem nosso compromisso contínuo para oferecer tecnologias de memória não volátil líderes e inovadoras ao mercado”, disse Rob Crooke, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo de Soluções de Memória Não Volátil da Intel Corporation. “As melhorias em densidade e custo habilitadas pela nossa mais recente inovação tecnológica 3D NAND acelerará o armazenamento em estado sólido em plataformas computacionais”.

Inovador processo de arquitetura

Um dos aspectos mais significativos dessa tecnologia é a base da própria célula de memória. Intel e Micron escolheram usar a floating gate cell, um design utilizado universalmente e refinado durante anos de manufatura em alta escala da flash plana. Este é o primeiro uso de uma floating gate cell em 3D NAND, o que foi um opção-chave de design para habilitar maior desempenho, qualidade e confiabilidade.

Esta nova tecnologia 3D NAND empilha as células de armazenamento de dados verticalmente em 32 camadas para atingir uma matriz de 256Gb multi-level cell (MLC) e de 384Gb triple-level cell (TLC) que cabe dentro de um pacote padrão. Essas capacidades podem habilitar SSDs do tamanho de um chiclete com mais de 3.5TB de armazenamento e SSDs no padrão de 2,5 polegadas com mais de 10TB. Por empilhar as células verticalmente, as dimensões das células individuais podem ser consideradas maiores. Isto é esperado devido ao aumento tanto do desempenho quanto da resistência e torna até mesmo os designs TLC propícios para armazenamento no data center.

Os principais recursos deste design 3D NAND incluem:

  • Maiores capacidades - três vezes a capacidade da tecnologia 3D existente¹ - até 48GB NAND por matriz – habilitando que três quartos de um terabyte caibam em um único pacote do tamanho da ponta de um dedo.
  • Custo por GB reduzido - a primeira geração da 3D NAND foi projetada para oferecer melhores eficiências de custo do que a NAND plana.
  • Rapidez - alta largura de banda para leitura/gravação, velocidades I/O e desempenho de leitura randômica.
  • Verde - os novos modos de descanso habilitam o uso de pouca energia ao reduzirem o consumo ao desativar a matriz NAND (mesmo quando outra matriz no mesmo pacote estiver ativa), reduzindo o consumo de energia significativamente em modo standby.
  • Inteligência - novos recursos inovadores melhoram a latência e aumentam a resistência em relação às gerações anteriores, além de facilitarem a integração do sistema.

A versão MLC de 256GB da 3D NAND já está sendo testada por alguns parceiros e o design TLC de 384Gb começará a ser testado ainda no primeiro semestre. A linha de produção da fábrica já começou as rodadas iniciais e ambos dispositivos estarão em produção total até o quarto trimestre deste ano. As duas empresas também estão desenvolvendo linhas individuais de soluções SSD baseadas na tecnologia 3D NAND e esperam que estes produtos estejam disponíveis no próximo ano.

Baselworld, Suíça, 19 de março de 2015 – TAG Heuer, Google e Intel anunciaram uma parceria para lançar um smartwatch suíço equipado com a tecnologia Intel e a plataforma Android Wear. O esforço significa uma nova era de colaboração entre fabricantes de relógios suíços e o Vale do Silício, aproveitando os pontos fortes de cada empresa para a fabricação de relógios de luxo, software e hardware. 

A parceria, firmada durante a Baselworld - feira da indústria de relógios e joias -, durante uma coletiva realizada em 19 de março no estande da TAG Heuer com a presença de Jean-Claude Biver, Presidente da Divisão de Relógios do LVMH Group e CEO da TAG Heuer, David Singleton, Diretor de Engenharia para Android Wear, e Michael Bell, Vice-Presidente Corporativo e Gerente Geral do Grupo de Novos Dispositivos da Intel.

Juntas, essas empresas vão criar um produto que é uma peça de design totalmente conectada para se adaptar ao dia a dia do usuário – o ponto alto da inovação, da criatividade e do design do Vale do Silício, na Califórnia, e do Vale dos Relógios em La Chaux-de-Fonds, Suíça.

“O casamento da fabricação de relógios suíços com o Vale do Silício é uma inovação tecnológica com a credibilidade de grandes relojoeiros. A nossa colaboração fornece um ótimo conjunto de sinergias formando uma parceria benéfica para todas as partes, e o potencial para as nossas três empresas é enorme”, disse Jean-Claude Biver.

            “A qualidade dos relógios suíços é reconhecida no mundo inteiro. Quando isto é aliado com a tecnologia e o poder global de duas empresas como Intel e Google, usando a plataforma Android Wear e baseado na tecnologia Intel, testemunhamos o lançamento de uma revolução tecnológica na nossa indústria, da qual tenho orgulho em ser um pioneiro aqui hoje com a TAG Heuer”, complementa Guy Sémon, Gerente geral da TAG Heuer.

            “Ao unir beleza e tecnologia, o relógio suíço inspirou gerações de artistas e engenheiros, incluindo nós do Google. Então estamos empolgados por trabalhar com TAG Heuer e Intel para levar uma mistura única de emoção e inovação para o mercado de luxo. Juntas, e usando a plataforma Android Wear, podemos imaginar um relógio melhor, mais bonito e mais inteligente”, observa David Singleton

“À medida que trabalhamos para possibilitar experiências tecnológicas que forneçam maior utilidade e valor para as pessoas, a Intel está confiante que a abordagem coletiva inspirará inovações para a tecnologia vestível. A colaboração com TAG Heuer e Google nos aproxima de transformar em realidade a visão da tecnologia vestível com um smartwatch diferenciado que eleve o segmento”, ressaltou Michael Bell. 

Sobre a TAG Heuer

A TAG Heuer está na vanguarda da fabricação de relógios suíços desde 1860. A TAG Heuer sempre ampliou as barreiras, inventando relógios e cronômetros incríveis para aqueles que amam desafiar as convenções. Este conhecimento técnico foi cultivado desde o princípio para atingir a perfeição no controle do tempo. As parcerias de longa duração cultivadas com esportistas de elite e pilotos ecoam o trabalho de equipe, a coragem e o gosto pelo desafio e o risco, que estimulam a TAG Heuer a sempre ir além das tradições na indústria da fabricação de relógios. A identidade da marca está intimamente ligada ao seu princípio desde a fundação de anticonformismo. Seu slogan “#Dontcrackunderpressure” (ou #nãoquebrasobpressão) é muito mais do que uma figura de linguagem, é um estado de espírito. Mais informações sobre a TAG Heuer estão disponíveis em presscorner.tagheuer.com/.

Sobre o Google

O Google é líder global em tecnologia com foco em melhorar a maneira como as pessoas se conectam com a informação. As inovações do Google em pesquisa e publicidade web tornaram seu website o principal da Internet e sua marca uma das mais reconhecidas do mundo. Google é marca registrada de Google Inc. Todos os outros nomes de produtos e empresas são de propriedade de seus respectivos donos.

Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica as tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Como líder em sustentabilidade e responsabilidade corporativa, a Intel também fabrica os primeiros microprocessadores disponíveis comercialmente do mundo “livres de conflitos”. Mais informações sobre a Intel estão newsroom.intel.com e blogs.intel.com e sobre os esforços da Intel para oferecer produtos livres de conflitos em conflictfree.intel.com.

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

Contatos para a Imprensa:

Relações com a imprensa na Intel:

Fernando Ordones – Tel: (11) 3365-5814 - E-mail: fernando.ordones@intel.com

Equipe de atendimento da Intel na Burson-Marsteller:

Alessandra Neris – Tel: (11) 3094-2254 – E-mail: alessandra.neris@bm.com

Aline Rodrigues – Tel: (11) 3094-2252 – E-mail: aline.rodrigues@bm.com

Danilo Valeta – Tel: (11) 3094-2251 – E-mail: danilo.valeta@bm.com

Eduardo Bastos – Tel: (11) 3094-2247 – E-mail: eduardo.bastos@bm.com

Rafael Aragão – Tel: (11) 3094-2285 – E-mail: rafael.aragao@bm.com

Primeiro produto da família Intel Xeon de 14nm oferece capacidades de servidores em um system-on-chip denso e de baixo consumo otimizado para a nuvem, provedores de serviços de telecomunicações e web hosters

SANTA CLARA, Califórnia, 9 de março de 2015 – A Intel Corporation anunciou a família de produtos do processador Intel® Xeon® D, o primeiro system-on-chip (SoC) da empresa baseado na sua tecnologia para servidores. Aproveitando o processo tecnológico de 14nm líder da indústria, a nova família de produtos combina o desempenho e a tecnologia avançada dos processadores Intel Xeon com o tamanho e a economia de energia de uma SoC.

            A rápida proliferação de dispositivos conectados está estimulando o crescimento exponencial do tráfego de dados e aumentando as demandas da infraestrutura de data centers e redes para provedores de serviços de telecomunicações e nuvens. Ao mesmo tempo em que esses clientes buscam ampliar de forma eficiente suas infraestruturas de rede para fornecer com rapidez novos serviços, eles estão mudando para a arquitetura padrão da Intel a fim de fornecer tanto soluções tecnológicas quanto a consistência necessária para data centers e redes.

            A família de produtos do processador Intel Xeon D oferece novas opções para atender a crescente necessidade por soluções de infraestrutura de baixo consumo e alta densidade, estendendo a tecnologia da Intel desde o data center até a rede. Os clientes terão maior inteligência e agilidade para fornecer novos serviços com rapidez e com um custo total de propriedade (TCO, na sigla em inglês) menor. Além disso, com recursos de confiabilidade, disponibilidade e capacidade de serviço (RAS, na sigla em inglês) comparáveis aos dos servidores, agora disponíveis em um dispositivo ultradenso e de baixo consumo, os provedores de serviços de telecomunicações poderão oferecer redes inteligentes de borda.

            “O crescimento dos dispositivos conectados e a demanda por mais serviços digitais criou novas oportunidades para a tecnologia de informação e comunicação”, disse Diane Bryant, vice-presidente sênior e gerente geral do Data Center Group da Intel. “Ao levar o desempenho do processador Intel Xeon para um SoC de baixo consumo, estamos fornecendo o melhor dos dois mundos e habilitando nossos clientes a oferecerem novos e empolgantes serviços”.

Notícias:

  • A família de produtos do processador Intel Xeon D é o primeiro SoC Intel Xeon e a terceira geração do SoC de 64-bit da Intel para microsservidores, armazenamento, rede e a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês);
  • Os produtos fornecem um desempenho até 3,4 vezes mais rápido por nó¹ e até 1,7 vezes melhor por watt² quando comparados ao processador Intel® Atom™ C2750, parte da segunda geração da família de produtos SoC de 64-bit da Intel;
  • Lançamento dos SoCs de 4 e 8 núcleos otimizados para microsservidores, com um portfólio mais abrangente de SoCs para redes, armazenamento e IoT com disponibilidade inicial prevista para o segundo semestre deste ano;
  • Os primeiros produtos são otimizados para hosters e provedores de serviços de nuvem para uma variedade de cargas de trabalho, como hospedagem web dedicada, caching de memória, dynamic web serving e warm storage. Futuros produtos otimizados para armazenamento e rede serão voltados para usos como aplicações de entrada SAN e NAS, roteadores de borda e estação base wireless, bem como dispositivos para a IoT industrial;
  • Existem mais de 50 sistemas atualmente em design. Aproximadamente 75% são designs para redes, armazenamento e a IoT. Os provedores de sistemas que atualmente estão projetando microsservidores baseados na família do processador Intel Xeon D incluem: Cisco*, HP*, NEC*, Quanta Cloud Technology*, Sugon* e Supermicro*;
  • Combina núcleos x86 padrão da indústria, a microarquitetura de processador para data center mais amplamente implantada do mundo, com duas portas de integrated 10 GbE Intel® Ethernet e integrated I/Os (PCIe, USB, SATA e outros I/Os de propósito geral) em um único pacote. Ela opera com TDP próximo de 20 watts e suporta até 128 GB de memória endereçável;
  • Fornece avançados recursos de confiabilidade, disponibilidade e capacidade de serviço (RAS) comparável ao de servidores, incluindo suporte para correção de erros do código de memória, em conjunto com a Tecnologia de Virtualização da Intel® e a Intel® Advanced Encryption Standard-New Instructions (AES-NI) melhoradas e baseadas no hardware.

“No maior provedor de hospedagem web da Europa, a inovação tecnológica é fundamental para o sucesso da empresa”, disse Robert Hoffmann, CEO da 1&1 Internet AG. “Como parte da nossa abrangente colaboração tecnológica com a Intel, estamos avaliando as novas plataformas para servidores baseadas no processador Intel Xeon D para ajudar a fornecer uma combinação única de desempenho e eficiência graças à primeira solução SoC Intel Xeon”.

Recursos de Suporte

Os produtos já estão disponíveis. A família estendida de produtos do processador Intel Xeon D, incluindo SoCs otimizados para microsservidores, redes, armazenamento e IoT deverá estar disponível no segundo semestre deste ano.


Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

 

O software e as cargas de trabalho usados nos testes de desempenho podem ter sido otimizados para desempenho apenas nos microprocessadores Intel. Testes de desempenho, como SYSmark e MobileMark, são realizados usando sistemas computacionais, componentes, software, operações e funções específicos. Qualquer alteração em quaisquer desses fatores podem fazer com que os resultados variem. Você deve consultar outras informações e testes de desempenho para ajudá-lo a avaliar totalmente a sua compra em vista, incluindo o desempenho desse produto quando combinado com outros produtos.

 

Os resultados foram aferidos pela Intel com base no software, teste de desempenho e outros dados de terceiros e são fornecidos apenas com propósitos informativos. Qualquer diferença no design ou configuração do hardware ou software pode afetar o desempenho real. A Intel não controla, audita o design ou a implantação de dados de terceiros mencionados ou outras fontes para confirmar se os dados mencionados estão precisos e refletem o desempenho dos sistemas disponíveis para compra.

 

1 Desempenho até 3,4 vezes melhor na plataforma de referência baseada no Dynamic Web Serving Intel® Xeon Processor D com um Processador Xeon D de pré-produção (8C, 1.9GHz, 45W, V1-stepping, ES2), Turbo Boost Habilitada, Hyper-Threading habilitada, 64GB de memória (4x16GB DDR4-2133 RDIMM ECC), 2x10GBase-T X552, 3x S3700 SATA SSD, Fedora* 20 (3.17.8-200.fc20.x86_64, Nginx* 1.4.4, Php-fpm* 15.4.14, memcached* 1.4.14, Simultaneous users=43844 Supermicro SuperServer* 5018A-TN4 com um Processador Intel Atom C2750 (8C, 2.4GHz,20W), Turbo Boost Habilitado, 32GB de memória  (4x8GB DDR3-1600 SO-DIMM ECC), 1x10GBase-T X520, 2x S3700 SATA SSD, Ubuntu* 14.10(3.16.0-23 generic), Nginx* 1.4.4, Php-fpm* 15.4.14, memcached* 1.4.14, Simultaneous users=12896.

 

2 Desempenho por watt até 1,7 vezes melhor (estimado) na plataforma de referência baseada no Dynamic Web Serving Intel® Xeon Processor D com um Processador Xeon D de pré-produção (8C, 1.9GHz, 45W, V1-stepping, ES2), Turbo Boost Habilitado, Hyper-Threading habilitada, 64GB de memória (4x16GB DDR4-2133 RDIMM ECC), 2x10GBase-T X552, 3x S3700 SATA SSD, Fedora* 20 (3.17.8-200.fc20.x86_64, Nginx* 1.4.4, Php-fpm* 15.4.14, memcached* 1.4.14, Simultaneous users=43843, consumo estimado baseado no chassis do microsservidor, consumo = 90W Perf/W=487.15 users/W Supermicro SuperServer* 5018A-TN4 com um Processador Intel Atom C2750 (8C, 2.4GHz,20W), Turbo Boost Habilitado, 32GB de memória  (4x8GB DDR3-1600 SO-DIMM ECC), 1x10GBase-T X520, 2x S3700 SATA SSD, Ubuntu* 14.10 (3.16.0-23 generic), Nginx* 1.4.4, Php-fpm* 15.4.14, memcached* 1.4.14, Simultaneous users=12896. Consumo máximo na parede =46W, Perf/W=280.3 users/W.

3 Preço Médio Para Venda Estimado. Os preços reais podem variar.

Dispositivos aumentam produtividade, diminuem custos com gestão da TI e licenças de softwares, e atendem as demandas de mobilidade dos executivos

São Paulo, 04 de março de 2014 – Um estudo feito pela Principled Technologies, a pedido da Intel, mostrou que o uso de dispositivos 2 em 1 no ambiente corporativo pode levar a uma economia de até 30% no custo de propriedade (TCO, em inglês) dos dispositivos em um período de três anos. A economia é oriunda da diminuição dos custos diretos de gestão de notebooks e tablets independentes. Com os 2 em 1, os custos com hardware e software, manutenção e gestão dos equipamentos são mais competitivos.

“Um único dispositivo que funciona como tablet e notebook, pode ser a maneira mais barata de uma organização atender às necessidades dos colaboradores, em especial aos times de venda que necessitam de mobilidade”, afirma Bárbara Toledo, Gerente de Marketing para o segmento corporativo da Intel Brasil. “Além de oferecerem um benefício imediato na hora da compra, a adoção de um único dispositivo reduz de forma significativa os custos de manutenção, gerenciamento e segurança da informação”.

As descobertas do estudo da Principled Technologies também refletem um novo comportamento de trabalho. Hoje, é cada vez mais frequente a atividade fora da empresa. No Brasil, 56% dos executivos realizam suas funções profissionais em regime de home office1. Ou seja, os equipamentos de trabalho precisam oferecer eficiência dentro e fora da empresa. O estudo apontou uma série de benefícios oriundos da adoção de equipamentos 2 em 1:

Administraçã Os custos com máquinas defasadas cascateiam para a equipe de TI, que precisa gastar mais horas na administração dos dispositivos. Cada notebook e tablet necessita de gestão independente. Substituí-los por dispositivos 2 em 1 implica em menos equipamentos gerenciáveis, visto que um único equipamento exerce duas funções. Além disso, ganha-se mais eficiência no gerenciamento dos dispositivos.

Segurança: Unificar tablets e notebooks corporativos em um único dispositivo tem impacto direto nos custos com a segurança das informações, já que a empresa precisa de uma única licença de software para manter as duas facetas dos 2 em 1 protegidas. Os computadores 2 em 1 voltados para o mercado corporativo também trazem a tecnologia Intel® vPro™, que conta com recursos avançados de segurança aplicados diretamente no hardware, como a tecnologia Intel® Identity Protection Technology™, que protege o dispositivo de ataques via web e também em caso de roubo ou extravio da máquina.

Software: Com cada colaborador executando todas as suas funções em um único dispositivo, a área de TI se livra de gastos com licenças extras de softwares corporativos e de produtividade. Os usuários também ganham a vantagem de não precisarem utilizar diferentes softwares para executar uma mesma função, nem correm o risco de se confundir com aplicações corporativas que usam interfaces diferentes em notebooks ou em tablets.

Flexibilidade: Facilitar a vida dos funcionários é uma vantagem que impacta na produtividade da empresa. Os últimos modelos de 2 em 1 corporativos são mais leves e facilitam carregar o dispositivo para trabalhar em casa, dando mais autonomia e flexibilidade para o usuário. E usar um único dispositivo com múltiplas funções facilita bastante o trabalho.

  No momento de avaliação de aquisição de novas tecnologias para a empresa, vale observar que a atualização dos dispositivos corporativos é uma decisão estratégica sobre produtividade. Máquinas com mais de três anos sofrem com a depreciação do tempo, causam gastos extras com energia elétrica e manutenção, além de impactarem mais de 40 horas por ano do tempo dos funcionários.

Empresa anuncia colaborações com Ericsson* e Samsung*, entre outras, como parte do esforço abrangendo soluções de silício, dispositivos, segurança e de rede


NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Apresentação do processador Intel® Atom™ X3 series, anteriormente conhecido pelo codinome “SoFIA”, para smartphones, phablets e tablets de baixo custo com 20 clientes comprometidos a oferecer designs.
  • Apresentação do processador Intel® Atom® x5 e x7 series, anteriormente conhecidos pelo codinome “Cherry Trail”, para tablets tradicionais e Premium e 2 em 1s com tela pequena.
  • Apresentação da solução Intel® XMM™ 7360 LTE Advanced com cinco modos, suporte até a categoria 10 e velocidades de download de até 450 Mbps.
  • Brightstar* Corp*, Deutsche Telekom*, LG Electronics*, Prestigio* e Samsung escolheram as tecnologias Intel Security para ajudar a proteger os dispositivos pessoais.
  • Anúncio de esforços com Alcatel-Lucent*, Ericsson* e Huawei* para atender a demanda por novos serviços, melhorar as eficiências da rede e acelerar a mudança rumo a infraestrutura definida por software usando a arquitetura Intel®.


MOBILE WORLD CONGRESS, Barcelona, Espanha, 2 de março de 2015 – O CEO da Intel Corporation Brian Krzanich anunciou hoje uma série de plataformas móveis, incluindo o novo system-on-chip (SoC) de baixo custo da empresa para telefones, phablets e tablets, uma solução LTE global, experiências inovadoras da computação pessoal, e uma gama de ofertas de clientes para dispositivos e infraestrutura de rede. Com tecnologias que abrangem soluções de silício, software e segurança, Krzanich disse que a Intel foi uma das poucas empresas capazes de fornecer soluções ponto a ponto para dispositivos, redes e nuvens.

            Os anúncios incluem o processador Intel® Atom™ x3 series, a primeira solução SoC de comunicações integradas da Intel para os crescentes mercados de dispositivos de entrada, e a solução Intel® XMM™ 7360 LTE Advanced de cinco modos projetada para aumentar o desempenho e cobertura mundial. Além disso, Krzanich destacou esforços conjuntos com Alcatel-Lucent, Ericsson e Huawei para atender a demanda por novos serviços de telecomunicações, nuvens e data centers, melhorar a eficiência das redes e acelerar a mudança da indústria rumo a infraestrutura definida por software.

            Krzanich reiterou que os usuários do Samsung Galaxy S6* e S6 Edge* contarão com a mais recente solução anti-malware, a tecnologia VirusScan Mobile™ da McAfee integrada e ativada em seus dispositivos.

            “A evolução do cenário de mobilidade e o crescimento de dispositivos inteligentes e conectados levaram ao aumento da demanda por mais conectividade e proteção de dados em tempo real nesses dispositivos”, disse Krzanich. “Todos esses fatores estão estimulando a transformação da rede para acelerar o fornecimento de novas experiências, serviços e capacidades da computação pessoal de uma maneira segura. A Intel é uma das únicas empresas do mundo que podem fornecer soluções ponto a ponto para todo o espectro da mobilidade”.


Produtos para comunicações móveis

            A Intel apresentou o processador Intel Atom x3 series (anteriormente conhecido pelo codinome “SoFIA”), a primeira plataforma de comunicações integradas da Intel para tablets, phablets e smartphones de entrada. Combinando os processadores Intel Atom de 64-bit multi-core com a conectividade 3G ou 4G LTE, o SoC integra em um único sistema o processador, sensor de imagens, componentes gráficos, de áudio, conectividade e gestão de consumo em um único chip. Esta integração permite que os fabricantes de dispositivos forneçam tablets, phablets e smartphones com todos os recursos a preços acessíveis para os segmentos de entrada.

            A Intel está levando os benefícios da arquitetura integrada e comunicações wireless para os clientes, incluindo o ecossistema de tecnologia da China, com grande velocidade. Vinte empresas, incluindo ASUS* e Jolla*, já se comprometeram a fornecer designs Intel Atom x3.

            Completando seu portfólio de mobilidade, a Intel também apresentou seu primeiro SoC Intel® Atom® de 14nm, o processador Intel Atom x5 e x7 series, (anteriormente conhecidos pelo codinome “Cherry Trail”) para a próxima geração de tablets e 2 em1s com tela pequena. Oferecendo suporte 64-bit para Windows* e Android*, o Intel Gen 8 graphics, é uma opção compatível com a próxima geração de conectividade LTE Advanced, os processadores Intel Atom x5 e x7 equiparão uma gama de dispositivos, do segmento tradicional ao Premium. Os processadores também são “livres de conflitos¹”, o que significa que esses produtos não contêm minerais (estanho, tângalo, tungstênio e/ou ouro) que estejam inadvertidamente financiando violações aos direitos humanos na República Democrática do Congo.

            Clientes que incluem Acer*, ASUS*, Dell*, HP* Lenovo* e Toshiba*, já se comprometeram a oferecer dispositivos baseados nesta plataforma. Os primeiros dispositivos deverão chegar ao mercado no primeiro semestre deste ano.

            A Intel também anunciou a terceira geração do seu modem LTE Advanced Category 10 de cinco modos. O Intel XMM 7360 suporta 3 vezes a agregação de operadoras e velocidades de download de até 450 Mbps. Seu tamanho compacto e eficiência no consumo de energia habilitam o Intel XMM 7360 a acomodar uma ampla gama de formatos, dando aos fabricantes de dispositivos uma opção competitiva para projetar e lançar rapidamente dispositivos LTE em vários segmentos de mercado e regiões. No Mobile World Congress, a empresa também demonstrou um conceito de sistema pré-5G que combina LTE com 802.11ad para fornecer velocidades de mais de 1Gbps usando a tecnologia ponto a ponto da Intel.


Novas experiências em dispositivos menores e mais seguros

            Com produtos de hardware e software como a tecnologia de profundidade de campo Intel® RealSense™, carregamento wireless e a tecnologia True Key™ da Intel Security, entre outras, a Intel continua a oferecer novas experiências que fornecem maneiras mais naturais e intuitivas para que as pessoas interajam com a tecnologia. Dando continuidade ao tablet mais fino do mundo, o Dell Venue* 8, Krzanich fez uma demonstração rápida do tablet Dell* Venue* 10, com teclado destacável e a tecnologia Intel RealSense snapshot.

            Além do trabalho com a Samsung para garantir a segurança aos dispositivos Galaxy S6 e S6 Edge, Krzanich disse que a Intel Security também está colaborando com a LG Electronics para aumentar a proteção dos dados pessoais. A LG Electronics tornará a McAfee Mobile Security da Intel Security, disponível no LG Watch Urbane LTE*, fornecendo capacidades antifurto que permitem que o dono bloqueie, localize e limpe o aparelho caso seja necessário. Os usuários de dispositivos da LG com Android já estão protegidos com a McAfee Mobile Security em seus dispositivos.

            Krzanich anunciou novos clientes, incluindo Brightstar, Deutsche Telekom e Prestigio, para a tecnologia True Key da empresa, uma aplicação para múltiplas plataformas que busca atender a dificuldade com senhas ao usar fatores pessoais como identificação facial e impressões digitais para tornar o login mais fácil e seguro. A Deutsche Telekom pré-instalará o produto True Key para seus clientes na Europa. A Prestigio será uma das primeiras fabricantes de dispositivos móveis a lançar o aplicativo True Key na Rússia e por toda a Europa, tornando o aplicativo disponível nos tablets e smartphones Android até o final do ano.


Transformação da rede – novos serviços, melhor conectividade e dados mais rápidos

            Krzanich apresentou como a Intel está trabalhando com os líderes da indústria para transformar a infraestrutura de rede com hardware e software padronizados e ajudando a acelerar a mudança da indústria rumo a uma infraestrutura flexível e ágil definida por software. Isto possibilita que tanto os provedores de serviços de nuvem, quanto os de telecomunicações, melhorem a eficiência da rede e acelerem a entrega de novos serviços e capacidades para consumidores e empresas.

            A Alcatel-Lucent apresentou a sua solução virtual Radio Access Network (vRAN), composta por uma unidade baseband virtualizada, que usa servidores de propósito geral com os processadores Intel® Xeon®, para habilitar economias de custos e aumentar o desempenho da rede. A vRAN passará por testes com os clientes este ano e estará disponível comercialmente em 2016.

            A Ericsson anunciou uma nova geração de plataformas para data center para o Ericsson Cloud System que habilitam os provedores de serviços de telecomunicações e nuvem a reduzirem seu custo total de propriedade (TCO, na sigla em inglês) e melhorarem a flexibilidade e a eficiência em seus data centers. A empresa está usando a Intel® Rack Scale Architecture, juntamente com o software de gestão e orquestração, para otimizar e escalar os recursos de nuvem em domínios privados, públicos, empresariais, de telecomunicações e nuvem, habilitando a melhoria da agilidade dos serviços. A Ericsson também anunciou que está trabalhando com a Intel Security em segurança móvel para redes 4G.

            Huawei e Intel estão colaborando para fornecer robustas soluções de nuvem que habilitarão os provedores de serviços de telecomunicações a transformarem seus data centers. As empresas desenvolverão a próxima geração do FusionSphere* da Huawei, baseado na arquitetura Intel, e usarão o Data Plane Development Kit e o OpenSwitch para aumentar o desempenho de virtualização da rede no FusionSphere. Estas soluções buscam melhorar o desempenho que é otimizado para minimizar o TCO para cargas de trabalho em nuvem de uma maneira escalável e segura.

            Para mais detalhes sobre a presença da Intel no Mobile World Congress 2015 e para ver o replay da coletiva para a imprensa, visite a sala de notícias da Intel.

Para acelerar a implantação de novos jogos móveis em um espectro cada vez mais diverso de dispositivos, a Intel divulgou hoje o mais recente Intel® XDK, um ambiente de desenvolvimento HTML5 do tipo all-in-one a fim de permitir que os desenvolvedores de jogos escrevam um único app e automaticamente criem versões para Android, iOS e Windows. O Intel® XDK dá aos jogadores a habilidade de desfrutar a mesma experiência em seus PCs, telefones e tablets e permite que os desenvolvedores foquem na criação de novas experiências ao invés de terem que fazer a migração dos jogos para diferentes plataformas. Essa versão adiciona suporte para "engines" de jogos populares como: Construct2*, Cocos2D*, Phaser*, EaselJS*, parte do pacote de bibliotecas CreateJS*, e conta com o Asset Manager para acessar, manipular e gerenciar os recursos de jogos; além do W3C Gamepad API para dispositivos, e suporte para o Google Play Game Services e Apple Game Center Services. Aprenda mais e baixe em xdk.intel.com.

Em breve a indústria wireless se reunirá no Mobile World Congress, em Barcelona, para demonstrar e discutir o futuro da mobilidade. A Intel estará lá para apresentar e demonstrar novos produtos e tecnologias projetados para a próxima geração de redes wireless e a crescente gama de dispositivos inteligentes se conectando a elas. As novidades estão reservadas para o evento, mas a vice-presidente da Intel Julie Coppernoll publicou nas redes sociais diversos temas que a indústria (e a Intel) provavelmente abordarão. Leia mais em: Visite a Intel no Mobile World Congress 2015 – Tecnology@Intel e visite o kit para a imprensa da Intel no Mobile World Congress 2015 durante a semana.

Intel remove os cabos do local de trabalho para uma melhor maneira de trabalhar

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Intel está nos libertando dos cabos com as novas tecnologias Intel® Pro Wireless Display e Intel® Wireless Docking opcional.
  • Os dispositivos baseados no processador Intel® Core™ vPro™ oferecem capacidades únicas embarcadas de segurança e gerenciamento que ajudam a proteger dados e habilitar o acesso remoto do departamento de TI.
  • Os novos Ultrabooks 2 em 1 e em formatos convencionais, projetados para empresas, oferecem melhor desempenho e benefícios na duração da bateria e na produtividade.

Londres, 29 de janeiro de 2015 – A Intel Corporation anunciou hoje a disponibilidade da 5ª geração da família do processador Intel® Core™ vPro™, que conta com recursos inovadores e que vão trazer uma rápida mudança no local de trabalho. Para atender as necessidades de um local de trabalho mais dinâmico e maior mobilidade, a mais recente versão dos processadores Intel® Core™ vPro™ oferece inovações wireless, segurança embarcada, desempenho mais rápido e melhor capacidade de gerenciamento que permitirão que os trabalhadores e empresas melhorem sua produtividade e permaneçam competitivos.

Com a nova geração dos processadores Intel® Core™ vPro™, a Intel atende três áreas específicas para melhorar tanto a maneira de trabalhar, quanto a experiência dos usuários e das empresas: inovação no design de PCs, wireless display e wireless docking.

As empresas podem escolher entre uma nova gama de PCs abrangendo 2 em 1s, Ultrabooks, formatos convencionais ultrafinos e mini PCs que oferecem até o dobro da duração da bateria[i], mais do que o dobro do desempenho¹, habilitando formatos até três vezes mais finos[ii] e 50% mais leves do que um notebook com apenas 4 anos de uso.

A Intel® Pro Wireless Display (Intel® Pro WiDi) transforma a sala de conferência e apresentações do dia a dia em uma área livre de fios. Ao mesmo tempo em que melhor experiência para usuários corporativos com controles flexíveis de apresentação e privacidade, ela também atende requisitos-chave de TI como gerenciamento wireless do canal para mitigar o risco de congestionamento da rede, vulnerabilidades de segurança e a habilidade de atualizar e gerenciar os adaptadores de forma eficiente remotamente[iii].

A Intel® Wireless Docking permite que os usuários estejam conectados e prontos para o trabalho no momento em que eles chegam a suas mesas. Esta tecnologia segura e gerenciável livre de fios baseada na tecnologia Intel Wireless Gigabit permite que os sistemas sejam automaticamente ligados a monitores, teclados, mouses e acessórios USB e elimina a necessidade por docas mecânicas tradicionais.

“Nosso objetivo é garantir que todos os usuários tenham uma melhor experiência no dia a dia, atendendo os crescentes desafios das empresas atuais”, disse Tom Garrison, vice-presidente e gerente geral de Plataformas Business Client da Intel. “Com os novos dispositivos baseados na 5ª Geração dos processadores Intel® Core™ vPro™, buscamos transformar a experiência do usuário ao ajudá-los a usar a tecnologia de qualquer lugar, sem o incomodo dos fios”.

Novos 2 em 1s, Ultrabooks, formatos tradicionais ultrafinos e mini PCs baseados na 5ª geração dos processadores Intel® Core™ vPro™ já estão disponíveis no mercado internacional por meio de mais de 10 fabricantes de PCs e em breve estarão disponíveis no mercado brasileiro.

“Existe uma longa história de transformação liderada pela tecnologia no local de trabalho”, disse Genevieve Bell, vice-presidente e Intel Fellow. “As inovações dos formatos, do design e da infraestrutura mudaram não só a maneira como trabalhamos, mas também os tipos de coisas que podemos fazer no trabalho”.

Além da inovação dos dispositivos e as melhorias de produtividade no local de trabalho, a 5ª geração dos processadores Intel® Core™ vPro™ fornece capacidades de segurança e gerenciamento melhoradas por hardware. Quando combinadas com o Intel® Solid-Sate Drive Pro 2500 Series, os departamentos de TI podem implantar capacidade de criptografia de dados embarcadas, enquanto os usuários desfrutam de uma proteção tão inteligente, que eles nunca sentirão a diferença. A Intel® Identity Protection ajuda a simplificar a autenticação e a garantir que a pessoa certa tenha acesso à informação certa, no momento oportuno³.

À medida que os locais de trabalho precisam ficar cada vez mais portáteis, é ainda mais essencial que os departamentos de TI consigam manter os dispositivos saudáveis e protegidos sem afetar a produtividade do usuário. O gerenciamento remoto por meio de redes com e sem fios e entre todos os tipos de dispositivos é possível com a tecnologia Intel® Active Management, mesmo que o sistema operacional esteja inoperante ou o dispositivo desligado³.

A 5ª geração da família do processador Intel® Core™ vPro™ possibilita transformações no local de trabalho que podem resultar em centenas de bilhões de dólares em melhorias de produtividade para empresas de todos os tamanhos. Ao remover os fios, fornecendo melhor desempenho e duração de bateria, e escolhendo o formato otimizado para atender as necessidades de cada funcionário dentro do espectro de designs inovadores, a Intel está fornecendo uma plataforma verdadeiramente otimizada para empresas que mudará a maneira como trabalhamos.

Fotos:

5ª geração do Processador Intel® Core™ vPro

Intel® Tri-Band Wireless AC 17265

Intel® Wireless Gigabit Sink W13100

Intel® Solid-State Drive Pro 2500 


 


[i] Processador Intel® Core™ i5-5300U normalizado para um PC 2010 com o Intel® Core™ i5-520UM. Produtividade do Office até 2,5 vezes melhor. SYSmark* 2014, duração de bateria para a reprodução de um filme. Wake Up é o tempo para reinicio do modo de espera. 3DMark* IceStorm Inlimited v1.2, conversão de vídeo usando o Cyberlink* MediaEspresso. O software e as cargas de trabalho usados nos testes de desempenho podem ter sido otimizados para desempenho apenas nos microprocessadores da Intel.

 

[ii] Notebook ultraportátil baseado no processador Intel® Core™ 2010 comparado com uma Plataforma de Referência da Intel baseada no processador Intel® Core™ M-5Y70.

 

[iii] As tecnologias da Intel podem requerer hardware habilitado, software ou ativação de serviços específicos. O desempenho varia de acordo com a configuração do sistema. Nenhum sistema computacional pode ser totalmente seguro. Consulte o fabricante ou revendedor do seu sistema ou aprenda mais em www.intel.com

Com temporada de volta às aulas, universitários preferem usar dispositivos conectados para estudar. Acesso à internet é considerado um bom investimento

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • 78% dos novos estudantes universitários brasileiros pretendem comprar um dispositivo eletrônico para os estudos;
  • 62% acreditam que a conexão à internet é um bom investimento – um número superior em relação aos BRICs, por exemplo, 49%;
  • Os mecanismos de busca são campeões no gosto do estudante: 59% usa para pesquisas relacionadas aos estudos; 29% para capacitação profissional e 21% para cursos complementares.

 

São Paulo, 23 de fevereiro de 2015 – Os recursos digitais já são a fonte de informação número 1 para 60% dos estudantes brasileiros em período universitário1. Essa popularidade é explicada pelo crescimento da proporção de estudantes com acesso à internet e dispositivos móveis.

Em 2010, 44% dos estudantes brasileiros tinham conexão em casa e 18% tinham um notebook para estudar. No final de 2013, esses números cresceram para: 65% dos estudantes com conexão em casa e 51% usando notebooks nos estudos2. E, nesse período, os estudantes brasileiros passaram a usar também o tablet como seu caderno 2.0. Outro fato importante é o crescimento do ensino à distância no Brasil. Os cursos dessa modalidade já contam com uma participação superior a 15% na matrícula de graduação3.

A temporada 2015 de volta às aulas no Brasil confirma que, para os millenials ingressando na universidade, a sala de aula não pede exclusivamente caneta e caderno. Entre os novos universitários, 78% pretendem comprar um dispositivo eletrônico para os estudos4. Hoje temos acesso à informação como nunca tivemos e a informação circula pela rede e pelos dispositivos conectados, dando ao estudante mais agilidade e produtividade nos estudos.

“A revolução industrial nos ‘aprisionou’ em uma sala de aula sem interação, com repetitividade e padrões sem ressonância com o mundo atual. A tecnologia é a saída para transformarmos este modelo ultrapassado em uma sala de aula 2.0 com muita interação, dinamismo e colaboração, visando um aprendizado prazeroso e eficiente”, comenta Wagner Sanchez, Diretor Acadêmico da FIAP.

A praticidade de encontrar informações na internet é responsável por esse novo cenário. Entre os millenials brasileiros, 62% acreditam que o acesso à internet é um bom investimento5 – um número superior em relação aos BRICs, por exemplo, 49%. Das ferramentas online, os mecanismos de busca são campeões no gosto do estudante: 59% usa para pesquisa relacionadas aos estudos; 29% para capacitação profissional e 21% para cursos complementares. Outros destinos favoritos para suporte às horas de estudo dos estudantes são sites especializados (28%) e publicações online (28%)2.

“Estar conectado por meio de dispositivos eletrônicos vai trazer diversas vantagens para os estudantes”, comenta Américo Tomé, Diretor de Marketing da Intel Brasil. “Alguns precisam de internet 24x7. Outros estudam em regimes à distância, o que torna fundamental a demanda por eficiência. O dispositivo conectado também vai ajudar nos estudos de línguas, com os cursos online e outros recursos, como músicas, filmes, ferramentas de tradução e vídeos”.  

 

Notebook ou tablet?

 

“Na volta às aulas, a principal dúvida do estudante é a escolha do material correto para os estudos”, afirma Tomé. “E com tantos dispositivos disponíveis, é compreensível que essa seja uma decisão sensível. Uma dica não técnica, mas muito relevante, é considerar seu estilo de vida e seu objetivo com o dispositivo”.

Um dispositivo que vai dar suporte durante o período letivo precisa ter ótimo desempenho. Além de conexão, o estudante precisa de um bom pacote de software para estudar. Sem um bom poder de processamento, o dispositivo não será muito eficiente rodando as aplicações necessárias. Isso também vai refletir na administração da bateria – e todo estudante precisa de um bom tempo desconectado de cabos. 

Outro fator fundamental é a mobilidade. O estudante transita com seu dispositivo, ou seja, é necessário que o equipamento reflita esse modo de vida. Ele precisa de uma tecnologia competente para se conectar à internet em qualquer lugar, seja via WiFi ou 3G. A economia de energia, nesse caso, vai ser fundamental para a melhor experiência do estudante.

“Os dispositivos eletrônicos podem transformar o estudo analógico em estudo digital. Com eles, as aulas podem deixar de ser simplesmente GLS (Giz, Lousa e Saliva) para se transformarem um modelo 2.0 com uma nova “VIBE” - Vibração, Importância, Beleza e Entretenimento – que é o que um jovem quer e precisa para que seus estudos se tornem prazerosos e significativos”, completa Sanchez.

Os notebooks e tablets com tecnologia eficiente entregam desempenho e mobilidade. Então o que escolher? Aqui, vale considerar o perfil do usuário. Se o estudante vai apenas pesquisar na internet, redigir textos que não exijam formatação sofisticada, utilizar redes sociais, ou seja, funções mais simples, o tablet tende a ser ideal. Ele é leve, portátil e eficiente. Mas para estudantes que precisam de aplicações específicas, o notebook é o dispositivo perfeito para garantir desempenho, armazenar arquivos etc.

 

Notebook e tablet!

Mas na prática, a maioria dos estudantes precisa das duas coisas: um dispositivo que rode diversas aplicações e seja seu repositório local de arquivos, e outro que seja mais móvel e sirva para funções mais simples. Mas dois equipamentos geram mais peso e volume, além do impacto financeiro.

Nesse caso, é mais estratégico, prático e econômico considerar a nova geração de dispositivos 2 em 1, que reúnem o melhor desempenho dos notebooks, com a característica móvel dos tablets. Com última tecnologia, em geral estes dispositivos chegam ao mercado cada vez mais finos e leves, e muitos são destacáveis, ou seja, a tela se separa do teclado, alternando entre o modo notebook e o modo tablet com facilidade.

Embora tenham sido lançados recentemente e com preços relativamente altos, hoje já é possível encontrar uma gama de produtos por até R$ 1.000,00. Por ser um notebook e tablet completos, o 2 em 1 conta com bom poder de processamento, para que seja multitarefa e mais ágil, além de uma administração e bateria mais eficiente.

“A tecnologia deve ser mais uma ferramenta para ajudar na transmissão do conhecimento. Ela pode ser um grande diferencial para tornar o aprendizado mais eficiente e significativo para esta geração touchscreen. Com professores capacitados e alunos inspirados, podemos ter aulas altamente produtivas, com alunos e professores conectados na Internet ou entre eles”, conclui Sanchez.

Microcomputador foi desenvolvido para aplicações da internet das coisas, dando suporte a novos produtos inteligentes e conectados

 

São Paulo, 03 de Fevereiro de 2015 – A Campus Party marcará a chegada oficial ao mercado brasileiro do Intel® Edison, solução da Intel para a prototipagem rápida de dispositivos conectados. O produto estará oficialmente disponível para compra a partir do dia 5 de fevereiro, por meio de distribuidores autorizados. Disponível em três modelos, o Edison terá preços a partir de R$ 650. Mas os Campuseiros terão a vantagem de adquirir produto no evento com um desconto especial. Quem não puder ir até a Campus Party poderá usufruir do mesmo desconto comprando no site da Multilógica, de 4 a 7 de fevereiro.

 

Duas versões estarão disponíveis para compra na Campus Party: Intel® Edison Kit for Arduino*; e Intel® Edison Breakout Board Kit, para usuários que não desenvolvem com Arduino. O terceiro modelo que também chega ao Brasil é o Intel® Edison Module, que estará disponível após o evento.

 

Edison é um ambiente computacional de propósito geral habilitado sem fios e pronto para a prototipagem rápida de produtos conectados, que integra a estratégia da Intel para estimular a chegada de mais produtos inteligentes com aplicações web. Sua disponibilidade no Brasil vai reduzir as barreiras de entrada para uma série de inventores, empresários e designers de consumo, que poderão rapidamente prototipar e produzir soluções que vão de vestíveis até produtos para a Internet das Coisas.

 

O módulo Intel Edison usa um SoC Intel® Atom de 22nm  que conta com uma CPU dual core, dual threaded de 500MHz e um microcontrolador Intel® Quark™ de 32-bit a 100MHz. Inicialmente, oferecerá suporte para desenvolvimento com Arduino e C/C++, seguido por Node.Js*, Python*, RTOS e Programação Visual em um futuro próximo. Também oferece a facilidade de desenvolvimento da tecnologia Intel com suporte para Linux e as ferramentas de software da comunidade de código aberto. O produto será compatível com as ferramentas de desenvolvimento acessíveis usadas pela comunidade de criadores, como o Arduino Integrated Developer Environment.

 

Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Como referência em responsabilidade corporativa e sustentabilidade, a Intel é pioneira em comercializar microprocessadores fabricados com matéria prima livre de conflito. Mais informações sobre a Intel em http://newsroom.intel.com/community/pt_br e blogs.intel.com. Para saber mais sobre os esforços da Intel para fabricar produtos livre de conflito, acesse conflictfree.intel.com.

 

Siga a Intel no Twitter e no Facebook: www.twitter.com/intelbrasil e www.facebook.com/intelbrasil.

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

Aquisição visa a aceleração das smart gateways e redes de acesso inteligente

 

SANTA CLARA, Califórnia, e Munique, 2 de fevereiro de 2015 – A Intel Corporation assinou um acordo definitivo para aquisição da Lantiq, fornecedora líder de tecnologias de acesso de banda larga e redes residenciais. A transação está sujeita às condições habituais de fechamento, aprovações regulatórias e deverá ser concluída em aproximadamente 90 dias. Os termos do negócio não foram revelados.

Smart gateways e redes de acesso inteligente são elementos importantes dos esforços da Intel para tornar tudo inteligente e conectado. Esta aquisição ampliaria o sucesso da Intel no mercado de gateway residencial a cabo e suas ofertas para outros mercados de gateway, incluindo roteadores inteligentes DSL, Fibra, LTE e IoT.

“Até 2018, esperamos mais de 800 milhões de lares conectados à banda larga em todo o mundo”, disse Kirk Skaugen, Vice-presidente Sênior da Intel. “A Intel tem sido uma líder global no estímulo à banda larga residencial e a dispositivos computacionais conectados. A combinação de nossos negócios de gateway a cabo com a tecnologia e a Lantiq vão permitir que provedores globais de serviços lancem novas experiências para a computação residencial e habilite os consumidores a se aproveitarem de uma casa mais inteligente e conectada”.


A equipe combinada teria um alcance abrangente de soluções de conectividade e tecnologias de nuvem residencial para fabricantes, provedores de serviços e empresas inovando em aplicações residenciais. Juntamente com as soluções IoT, produtos Intel® Security e dispositivos client baseados na Intel, a Intel pode fornecer novas e empolgantes experiências conectadas para os consumidores.


“Intel e Lantiq compartilham uma visão comum sobre a evolução da casa conectada e da rede inteligente”, disse Dan Artusi, CEO da Lantiq. “Juntos, podemos estimular a transformação dos equipamentos para as instalações dos clientes (CPE, na sigla em inglês) de banda larga, enquanto eles se tornam uma gateway inteligente que conecta uma gama cada vez maior de dispositivos e serviços em casa”.


A Lantiq tem sua sede em Munique, Alemanha, e é líder em tecnologia de ponta para acesso de banda larga. Mais de 100 operadores globais implementaram suas soluções DSL. A empresa possui mais de 2000 patentes relacionadas a comunicações de banda larga e oferece tecnologias que incluem xDSL com vetor e G.Fast; tecnologias baseadas em fibra, como Fibra para o Ponto de Distribuição (FTTdp) e GPON; abrangentes gateways para rede residencial e sistemas DSLTE; processadores de redes ultraeficientes; e abrangentes soluções Ethernet e de voz.


Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. Como referência em responsabilidade corporativa e sustentabilidade, a Intel é pioneira em comercializar microprocessadores fabricados com matéria prima livre de conflito. Mais informações sobre a Intel em http://newsroom.intel.com/community/pt_br e blogs.intel.com. Para saber mais sobre os esforços da Intel para fabricar produtos livre de conflito, acesse conflictfree.intel.com.

 

Siga a Intel no Twitter e no Facebook: www.twitter.com/intelbrasil e www.facebook.com/intelbrasil.

 

Sobre a Lantiq

A Lantiq, líder no fornecimento de tecnologias de acesso de banda larga e redes residenciais, oferece um amplo e inovador portfólio de produtos semicondutores para a próxima geração de redes e da casa digital. A empresa é especializada em comunicações de banda larga, incluindo analógicas, digitais e CIs de sinal misto com abrangentes pacotes de software. A Lantiq é uma empresa sem fábrica própria e suas soluções de semicondutores são implantadas pelas principais operadoras e em redes residenciais em todas as regiões do mundo. O principal investidor da empresa é a Golden Gate Capital, uma firma de investimentos privados baseada em San Francisco, com aproximadamente US$ 12 bilhões de capital sob gestão.

Mais informações sobre a Lantiq estão disponíveis no Website da empresa ou via Twitter @Lantiq, LinkedIn e YouTube.


Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

* Outros nomes e marcas são propriedades de outros.

O Intel® Compute Stick[1], disponível no segundo trimestre de 2015 por meio dos distribuidores autorizados da Intel, é um novo computador de bolso, fornecendo uma experiência computacional de entrada ao ser plugado diretamente em uma entrada HDMI de uma TV ou monitor. Duas versões serão lançadas inicialmente – ambas baseadas no processador Intel® Atom™ quad-core, codinome “Bay Trail” (Z3735F). Uma contará com armazenamento de 32GB, 2 GB de memória, Windows* 8.1 com Bing pré-instalado. A outra contará com armazenamento de 8GB, 1 GB de memória e Linux* distribution pré-instalado (a versão exata ainda não foi determinada).

O Intel Compute Stick pode transformar qualquer tela HDMI em um computador de entrada capaz de trabalhar com apps de produtividade, ler e digitar emails e navegar na web, além de desfrutar de conteúdo local ou transmitido. Ao contrário dos “dispositivos forçados” que requerem um aparelho de acompanhamento como um smartphone, tablet ou PC para fornecer o conteúdo que será exibido, o Intel Compute Stick é um computador com um sistema operacional completo. Assim, além de aplicações de entretenimento domésticas, o Intel Compute Stick pode ser usado como um sistema educacional, um thin client básico, ou em quiosques, dispositivos de ponto de venda ou outras aplicações altamente embarcadas.

O Intel Compute Stick suportará o padrão Wireless 802.11 b/g/n, um cartão microSD para expansão da memória, fonte de alimentação mini-USB e Bluetooth* 4.0 para teclado e mouse. A versão Windows deverá ser vendida por US$ 149 e a versão Linux por US$ 99. A disponibilidade mundial é esperada.


 


[1] Este dispositivo não foi autorizado como requerido pelas regras da Comissão Federal de Comunicação. O dispositivo não está, e poderá não estar, disponível para venda ou arrendamento, até que a autorização seja obtida. 

Empresa divulga receita recorde no quarto trimestre de US$ 14,7 bilhões

Notícias em Destaque:

  • Receita anual e do quarto trimestre recordes, ambas com alta de 6% ano a ano
  • Remessa anual recorde de processadores de PCs, servidores, tablets, telefones e Internet das Coisas, ultrapassando o objetivo de 46 milhões de unidades
  • Concluiu a recompra de US$ 4 bilhões em ações ao portador no quarto trimestre, US$ 10,8 bilhões para o ano
  • Anunciou aumento nos dividendos para US$ 0,96 por ação na base anual

 

SANTA CLARA, Califórnia, 15 de janeiro de 2015 - A Intel Corporation divulgou os resultados anuais, com receita de US$ 55,9 bilhões, lucro operacional de US$ 15,3 bilhões, lucro líquido de US$ 11,7 bilhões e EPS de US$ 2,31. A empresa gerou aproximadamente US$ 20,4 bilhões em dinheiro com suas operações, pagou dividendos de US$ 4,4 bilhões e usou US$ 10,8 bilhões para recomprar 332 milhões de ações ao portador.

Para o quarto trimestre, a Intel divulgou receita de US$ 14,7 bilhões, lucro operacional de US$ 4,5 bilhões, lucro líquido de US$ 3,7 bilhões e EPS de US$ 0,74. A empresa gerou aproximadamente US$ 5,8 bilhões em dinheiro com suas operações, pagou dividendos de US$ 1,1 bilhão e usou US$ 4 bilhões para recomprar 115 milhões de ações ao portador.

“O quarto trimestre foi um final forte para um ano recorde”, disse o CEO da Intel Brian Krzanich. “Igualamos ou superamos inúmeros objetivos importantes: revigoramos o negócio de PCs, ampliamos os negócios voltados para Data Center, nos estabelecemos no mercado de tablets e estimulamos o crescimento e a inovação em novas áreas. Há mais a ser feito em 2015. Melhoraremos nossa lucratividade no segmento de mobilidade e manteremos a Intel focada na próxima onda da computação”.

 

Principais tendências das unidades de negócios em 2014

  • A receita do PC Client Group foi de US$ 34,7 bilhões, alta de 4% em relação a 2013.
  • A receita do Data Center Group foi de US$ 14,4 bilhões, alta de 18% em relação a 2013.
  • A receita do Grupo da Internet das Coisas foi de US$ 2,1 bilhões, alta de 19% em relação a 2013.
  • A receita do Grupo de Comunicações e Mobilidade foi de US$ 202 milhões, baixa de 85% em relação a 2013. 
  • A receita dos segmentos de software e serviços operacionais foi de US$ 2,2 bilhões, alta de 1% em relação a 2013. 

 

Principais tendências das unidades de negócios no Q4

  • A receita do PC Client Group foi de US$ 8,9 bilhões, baixa de 3% sequencialmente e alta de 3% ano a ano.
  • A receita do Data Center Group foi de US$ 4,1 bilhões, alta de 11% sequencialmente e de 25% ano a ano.
  • A receita do Grupo da Internet das Coisas foi de US$ 591 milhões, alta de 12% sequencialmente e de 10% ano a ano. 
  • O Grupo de Comunicações e Mobilidade teve receita negativa de US$ 6 milhões, consistente com as expectativas.
  • A receita dos segmentos de software e serviços operacionais foi de US$ 557 milhões, inalterada sequencialmente e baixa de 6% ano a ano.

 

Comparação Financeira

Anual

 

2014

2013

  1. Vs. 2013

Receita

US$ 55,9 bilhões

US$ 52,7 bilhões

Alta de 6%

Margem Bruta

63,7%

59,8%

Alta de 3,9%

P&D e MG&A

US$ 19,7 bilhões

US$ 18,7 bilhões

Alta de 5%

Lucro Operacional

US$ 15,3 bilhões

US$ 12,3 bilhões

Alta de 25%

Alíquota Fiscal

25,9%

23,7%

Alta de 2,2%

Lucro Líquido

US$ 11,7 bilhões

US$ 9,6 bilhões

Alta de 22%

Lucro por Ação

US$ 2,31

US$ 1,89

Alta de 22%

 

Comparação Financeira

Trimestral Ano a Ano

 

Q4 2014

Q4 2013

  1. Vs. Q4 2013

Receita

US$ 14,7 bilhões

US$ 13,8 bilhões

Alta de 6%

Margem Bruta

65,4%

62,0%

Alta de 3,4%

P&D e MG&A

US$ 5,0 bilhões

US$ 4,8 bilhões

Alta de 4%

Lucro Operacional

US$ 4,5 bilhões

US$ 3,5 bilhões

Alta de 25%

Alíquota Fiscal

21,4%

26,1%

Baixa de 4,7%

Lucro Líquido

US$ 3,7 bilhões

US$ 2,6 bilhões

Alta de 39%

Lucro por Ação

US$ 0,74

US$ 0,51

Alta de 45%

 

Comparação Financeira

Trimestral Sequencial

 

Q4 2014

Q3 2013

  1. Vs. Q3 2013

Receita

US$ 14,7 bilhões

US$ 14,6 bilhões

Alta de 1%

Margem Bruta

65,4%

65,0%

Alta de 0,4%

P&D e MG&A

US$ 5,0 bilhões

US$ 4,8 bilhões

Alta de 5%

Lucro Operacional

US$ 4,5 bilhões

US$ 4,5 bilhões

Baixa de 2%

Alíquota Fiscal

21,4%

27,1%

Baixa de 5,7%

Lucro Líquido

US$ 3,7 bilhões

US$ 3,3 bilhões

Alta de 10%

Lucro por Ação

US$ 0,74

US$ 0,66

Alta de 12%

 

 

 

Perspectivas de Negócios

As perspectivas de negócios da Intel não incluem o efeito de quaisquer combinações de negócios, aquisições, alienações, investimentos estratégicos e outras transações significativas que possam ser finalizadas após o dia 15 de janeiro.

 

Ano de 2015

  • Receita: crescimento na casa dos 5 pontos percentuais.
  • Percentual de margem bruta: 62%, mais ou menos dois pontos percentuais.
  • Gastos com P&D mais MG&A: aproximadamente US$ 20,0 bilhões, mais ou menos US$ 400 milhões.
  • Amortização de intangíveis relacionados a aquisições: aproximadamente US$ 255 milhões.
  • Depreciação: US$ 8,1 bilhões, mais ou menos US$ 100 milhões.
  • Alíquota fiscal: 27%.
  • Gastos de capital para o ano: US$ 10 bilhões, mais ou menos US$ 500 milhões. 

 

Primeiro trimestre de 2015

  • Receita: US$ 13,7 bilhões, mais ou menos US$ 500 milhões.
  • Percentual de margem bruta: 60%, mais ou menos dois pontos percentuais.
  • Gastos com P&D mais MG&A: aproximadamente US$ 4,9 bilhões.
  • Gastos com Reestruturação: aproximadamente US$ 40 milhões.
  • Amortização de intangíveis relacionados a aquisições: aproximadamente US$ 65 milhões.
  • Impacto de títulos de investimentos, juros e outros: aproximadamente zero.
  • Depreciação: aproximadamente US$ 1,8 bilhões.

 

Para mais informações sobre os resultados e as perspectivas da Intel, favor consultar o comentário do CFO em: www.intc.com/results.cfm.

Status da Perspectiva de Negócios

As perspectivas de negócios da Intel são divulgadas em intc.com e podem ser reiteradas em reuniões públicas ou privadas com investidores e outros. As perspectivas de negócios serão efetivas até o fechamento dos negócios em 12 de dezembro, exceto em caso de atualização mais cedo; exceto que as Perspectivas de Negócios para amortização de intangíveis relacionadas a aquisições, Impacto de títulos de investimentos, juros e outros, gastos com reestruturação e alíquota fiscal, estarão efetivas apenas até o fechamento dos negócios no dia 22 de janeiro. O período de silêncio da Intel começará no fechamento dos negócios em 13 de março e durará até a publicação dos resultados financeiros da empresa para o primeiro trimestre, programado para 14 de abril. Durante o período de silêncio, todas as Perspectivas de Negócios e outras previsões publicadas nas notícias da empresa e relatórios encaminhados à Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos EUA devem ser considerados históricos, referentes apenas a antes do Período de Silêncio e não sujeitos a atualização pela empresa.

 

Fatores de Risco

As declarações contidas acima e quaisquer outras neste documento referentes a planos e expectativas para o terceiro trimestre, o ano e o futuro são previsões e envolvem vários riscos e incertezas. Palavras como “prevê”, “espera”, “pretende”, “planeja”, “acredita”, “procura”, “estima”, “pode”, “irá” e “deverá” e suas variações identificam previsões. Declarações referentes a ou baseadas em projeções e eventos incertos ou suposições também identificam previsões. Muitos fatores podem afetar os resultados reais da Intel, e as variações das atuais expectativas da Intel sobre tais fatores podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles expressados nessas previsões. A Intel atualmente considera os fatores listados abaixo importantes e que poderiam fazer com que os resultados reais difiram materialmente das expectativas publicadas pela empresa.

  • A demanda pode ser diferente das expectativas da Intel devido a fatores que incluem mudanças nas condições econômicas e financeiras, confiança dos clientes ou nível de renda, aceitação dos produtos da Intel e de seus concorrentes pelo mercado, pressão competitiva e de preços, incluindo ações tomadas pelos concorrentes, problemas no fornecimento e outras perturbações que afetem os clientes, mudanças no padrão de pedidos dos clientes, incluindo cancelamento de pedidos e mudanças no nível de inventário dos clientes.
  • O percentual de margem bruta da Intel pode variar significativamente das expectativas com base na utilização da capacidade; variações na avaliação do inventário, incluindo variações relacionadas ao ritmo para o oferecimento de produtos qualificados para a venda; mudanças nos níveis de receita; mix e preço dos produtos; o ritmo e a execução da manufatura e os custos associados; custos para o início de produção; estoque em excesso ou obsoleto; variação nos preços unitários; defeitos ou interrupções no fornecimento de materiais e recursos; qualidade/rendimento da manufatura. Variações na margem dos Grupos também podem ser causadas pelo ritmo de lançamentos dos produtos da Intel e despesas relacionadas, incluindo despesas de marketing e a habilidade da Intel responder rapidamente a desenvolvimentos tecnológicos e lançar novos produtos ou incorporar novos recursos em produtos existentes, o que pode resultar em custos de reestruturação e redução de bens.
  • Os resultados da Intel podem ser afetados por condições econômicas, sociais, políticas e físicas/infraestrutura adversas nos países em que a Intel, seus clientes ou seus fornecedores atuam, incluindo conflitos militares e outros riscos à segurança, desastres naturais, possíveis interrupções de infraestrutura, preocupações com a saúde e flutuações nas taxas de câmbio de moeda estrangeira. Os resultados também podem ser afetados pela imposição formal ou informal por países com políticas novas ou revisadas para a exportação e/ou importação e para a realização de negócios, o que pode ser alterado sem aviso prévio.
  • A Intel opera em indústrias extremamente competitivas que são caracterizadas por uma alta porcentagem de custos fixos difíceis de serem reduzidos em curto prazo.
  • A quantidade, ritmo e execução do programa de recompra de ações ao portador da Intel poderiam ser afetados por alterações nas prioridades da Intel para uso do dinheiro, como gastos operacionais, gasto de capital, aquisições, e devido a mudanças no fluxo de caixa da Intel e nas leis fiscais.
  • A expectativa de alíquota de imposto da Intel baseia-se na lei fiscal atual e na receita esperada atual. A alíquota de imposto pode ser afetada pela jurisdição em que lucros são determinados para serem ganhos e taxados; mudanças nas estimativas de créditos, benefícios e deduções; a resolução de problemas advindos de auditorias fiscais junto a diversas autoridades fiscais, incluindo o pagamento de juros e multas; e a capacidade de realizar ativos de imposto diferido.
  • Ganhos ou perdas com títulos de investimentos, juros e outros também podem variar das expectativas dependendo dos ganhos e perdas com a venda ou troca de ações, ganhos e perdas com métodos de investimentos em ações, despesas relacionadas ao débito de seguros, bem como com juros e outros investimentos, taxas de juros, balanços de caixa e mudanças no valor de instrumentos derivativos.
  • Defeitos em produtos ou errata (desvios de especificações publicadas) podem afetar negativamente nossas despesas, receitas e reputação.
  • Os resultados da Intel poderiam ser afetados por questões de litígio ou regulatórias envolvendo propriedade intelectual, acionista, consumidor, antitruste e outras. Um julgamento desfavorável poderia resultar em prejuízos financeiros ou a proibição de fabricar e vender um ou mais produtos, prejudicando práticas empresariais particulares, afetando a nossa habilidade de projetar nossos produtos, ou que requeiram outras medidas de remediação como o licenciamento compulsório de propriedade intelectual.
  • Os resultados da Intel poderiam ser afetados pelo ritmo de fechamento de aquisições e alienações.

 

Uma discussão detalhada, destes e de outros fatores que poderiam afetar os resultados da Intel, está incluída nos relatórios da Intel para a Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos EUA, incluindo os mais recentes nos Formulários 10-Q e 10-K.

Empresa anuncia colaboração em vestíveis com a Oakley* e o Intel® Curie™, um minúsculo produto do tamanho de um botão para habilitar soluções vestíveis

A Intel planeja investir US$ 300 milhões para encorajar mais diversidade internamente e na indústria de tecnologia e anuncia objetivo de contratação e retenção

 

INTERNATIONAL CONSUMER ELECTRONICS SHOW, Las Vegas, 6 de janeiro de 2015 – a Intel Corporation anunciou hoje inúmeros avanços tecnológicos e iniciativas voltadas para acelerar a computação rumo a um próximo nível. Os anúncios incluem o módulo Intel® Curie™, um produto de hardware do tamanho de um botão para soluções vestíveis, novos aplicativos para as câmeras Intel® RealSense™ abrangendo robôs, drones voadores com múltiplas hélices e experiências 3D, bem como a ampla e nova iniciativa Diversity in Technology, que inclui um investimento de US$ 300 milhões para encorajar mais diversidade na Intel e dentro da indústria de tecnologia como um todo.

            “O surgimento de novas experiências de computação pessoal, dispositivos inteligentes e conectados e a revolução dos vestíveis estão redefinindo o relacionamento entre os consumidores e a tecnologia”, disse Brian Krzanich, CEO da Intel. “Nosso objetivo com a tecnologia da Intel é ajudar a resolver problemas reais e habilitar experiências que sejam verdadeiramente desejadas por pessoas e empresas. Para que isto aconteça, precisamos fazer mais para liderar o crescimento da diversidade e a inclusão dentro da indústria de tecnologia. Mulheres e minorias com pouca representação continuarão a desempenhar um importante papel como consumidores, influenciadores, criadores e líderes”.

            Krzanich fez os anúncios durante sua apresentação na CES 2015. Ele também revelou uma colaboração para um dispositivo vestível com a Oakley*, marca líder em design de produto e esporte de alto desempenho no segmento de óculos, uma colaboração 3-D com a HP*, e o True Key, um aplicativo compatível com múltiplas plataformas da Intel Security que usa características pessoais, como o rosto, o próprio dispositivo ou a impressão digital para tornar o login mais fácil e seguro.

 

A revolução dos vestíveis

            O crescimento da tecnologia vestível está criando uma nova área para a inovação. Krzanich revelou planos para o módulo Intel Curie[i], um minúsculo produto de hardware baseado no primeiro system-on-chip (SoC) de propósito específico da empresa para dispositivos vestíveis. O módulo está programado para começar a ser enviado aos clientes no segundo semestre desse ano e inclui o SoC Intel® Quark™ SE, rádio Bluetooth de baixo consumo, sensores e carregamento de bateria.

            A Intel tem investido ativamente no segmento de tecnologia vestível e desde que Krzanich revelou diversos projetos aqui, no ano passado, a empresa anunciou múltiplos produtos e iniciativas com diferentes marcas de moda, fitness e estilo de vida. Esses esforços incluem Basis Peak*, Fossil Group*, Luxottica Group*, MICA and Opening Ceremony*, SMS Audio* e o desafio Intel “Make it Wearable”.

            Dando continuidade a este trabalho, Intel e Oakley anunciam uma colaboração estratégica para vestíveis. A Oakley é a primeira marca do Luxottica Group e a Intel está trabalhando com ela para unir uma marca de óculos premium de luxo e esportes com a tecnologia inteligente. Krzanich recebeu no palco a companhia de Colin Baden, CEO da Oakley, que disse que as empresas estão trabalhando em um produto inteligente, que estará disponível ainda este ano, projetado para melhorar o desempenho de atletas.

            Krzanich também destacou a Nixie*, vencedora do desafio “Make it Wearable” 2014 e a primeira câmera vestível capaz de voar. A Nixie é usada como uma pulseira, que depois se desdobra e voa para tirar a foto perfeita de você no momento escolhido. Krzanich deu as boas-vindas aos fundadores da Nixie, Christoph Kohstall e Jelena Jovanovic, ao palco para discutir o desafio Intel “Make it Wearable” e destacou a oportunidade que ele oferece aos inovadores e empreendedores. Krzanich e os fundadores também posaram para a primeira foto voadora da Nixie. Krzanich aproveitou a oportunidade para dizer que a Intel patrocina o desafio Intel “Make it Wearable” novamente neste ano.

 

Acelerando a diversidade tecnológica

            Krzanich, que reconheceu uma recente confluência de eventos relacionados às mulheres e minorias com pouca representação, anunciou a iniciativa Diversity in Technology.

            Para apoiar essa iniciativa, a Intel estabeleceu uma nova meta de contratação e retenção para espelhar, sempre que possível, a cara da América em sua força de trabalho ao alcançar plena representação das mulheres e minorias sub-representadas na Intel até 2020. A plena representação significa que a força de trabalho da Intel será mais representativa do talento disponível nos Estados Unidos, incluindo a representação mais equilibrada em posições de liderança sênior.

            A Intel também planeja investir US$ 300 milhões para ajudar a criar um quadro de engenheiras e cientistas da computação do sexo feminino e de minorias sub-representadas, a fim de apoiar a contratação e a retenção dessas classes, bem como para financiar programas que apoiem uma representação mais positiva dentro das indústrias de tecnologia e games.

            “Estamos fazendo um chamado para que a nossa indústria novamente possibilite o impossível ao assumir um compromisso com a mudança real e a claridade de nossos objetivos”, disse Krzanich. “Sem uma força de trabalho que espelhe melhor a população, estamos perdendo oportunidades, incluindo a não compreensão e o design para nossos próprios clientes”.

            A Intel planeja se engajar com diversos parceiros da indústria para apoiar, melhorar ou criar novos programas para esta iniciativa, incluindo a Associação Internacional de Desenvolvedores de Jogos*, a E-Sports League*, o Centro Nacional para Mulheres na Tecnologia*, a CyberSmile Foundation*, a Feminist Frequency* e o Rainbow PUSH*. A empresa também planeja aprofundar seu engajamento com programas de educação primária focados em áreas carentes e na ampliação se suas colaborações com programas de engenharia e ciências da computação em instituições de ensino superior, incluindo instituições que atendem minorias.

 

Computação com liberdade

            Até agora, a computação tem sido definida em grande parte pela interação humana com tela, teclado e mouse. Krzanich destacou inúmeras novas tecnologias e aplicativos do mundo real que estimulam a computação no mundo 3-D e também libera a experiência dos cabos e senhas.

            Krzanich demonstrou uma gama de capacidades que serão apresentadas em produtos até o final do ano, incluindo a True Key™, um recém-anunciado aplicativo compatível com múltiplas plataformas da Intel Security para eliminar a necessidade de senhas. O aplicativo True Key usa características pessoais como o rosto, o dispositivo ou a impressão digital para tornar o login mais fácil e seguro. O True Key é suportado pelo iOS*, Android*, Windows* Mac* e por todos os seus navegadores preferidos. Ele também será pré-instalado em dispositivos da HP* e da Lenovo* e fará parte do McAfee LiveSafe nos próximos meses. Visite www.truekey.com para acessar o lançamento limitado do True Key.

            Krzanich também destacou novas colaborações para o carregamento de baterias sem fios com Hilton*, Jaguar Land Rover*, San Francisco International Airport* e Marriott*. Esses parceiros estão planejando pilotos, desenvolvimento e implantação de carregamento de energia sem fios, incluindo o Marriott, que planeja testar a tecnologia por todo o portfólio de marcas da Marriott, incluindo JW Marriott*, Marriott, Renaissance*, Courtyard* e Residence Inn*.

            O CEO da Intel disse que as câmeras Intel RealSense e novos aplicativos podem ser encontrados em um crescente número de 2 em 1s, tablet, notebooks e PCs all-in-one, incluindo muitos equipados pela nova 5ª geração dos processadores Intel® Core™ disponíveis neste trimestre. Mais comentários sobre as inovações possibilitadas pela tecnologia e câmeras Intel RealSense estão disponíveis em aqui.

            À medida que a computação se move ainda mais rumo à terceira dimensão, Krzanich deu as boas-vindas à Dion Weisler, vice-presidente executivo do negócio de impressoras e sistemas pessoais da HP. Weisler discutiu como a HP está trabalhando para habilitar um ecossistema de realidade mesclada e anunciou que o processador Intel® Core™ i7 equipará a próxima tecnologia HP Multi Jet Fusion da empresa, criada para resolver a lacuna em velocidade, qualidade e custo. Weisler disse que o desempenho e a escala adicionais da tecnologia da Intel são fundamentais para transformar em realidade todo o potencial da impressão 3-D.

 

Inteligência em todos os lugares

              Krzanich destacou inúmeras áreas onde o surgimento da computação inteligente conectada está ajudando a redefinir muitas facetas do dia a dia das pessoas. Ele demonstrou exemplos práticos do mundo real para robôs e drones com múltiplas hélices e disse que as câmeras Intel RealSense podem fornecer capacidades para evitar colisões intuitivas e baseadas na visão para resolver problemas complexos. Por exemplo, a Ascending Technologies* pretende usar as câmeras Intel RealSense para desenvolver drones com múltiplas hélices mais seguros e inteligentes, e a iRobot* está colaborando com a Intel para explorar essa tecnologia para suas plataformas robóticas inteligentes

 

[i] O módulo Intel® Curie ainda não foi autorizado conforme requisitado pelaComissão Federal de Comunicações dos EUA. Esses dispositivos não são, e poderão não ser, oferecidos para venda ou concessão até que a autorização seja obtida.

Lançamento do módulo de hardware de baixo consumo para dispositivos vestíveis

 

Las Vegas, 6 de janeiro de 2015 – A Intel revelou seus planos para o módulo Intel® Curie™, um minúsculo produto de hardware baseado no primeiro SoC da empresa com propósito específico para dispositivos vestíveis: o Intel® Quark™ SE SoC. O módulo Intel® Curie é uma solução de baixo consumo completa para dispositivos vestíveis com capacidades de processamento, sensor de movimento, Bluetooth e carregamento de bateria. O módulo roda um RTOS de código aberto (sistemas operacionais em tempo real).

“No futuro, veremos produtos vestíveis criados por empresas que historicamente nunca usaram o silício antes. Agora é trabalho do ecossistema inovar com essa tecnologia, criando anéis, bolsas, pulseiras, pingentes e até botões, tudo será possível”, diz Mike Bell , vice-presidente e gerente geral do Grupo de Novos Dispositivos da Intel.

 

Sobre o módulo Intel Curie

O Intel Curie é um módulo de hardware altamente integrado que pode equipar uma solução do tamanho de um botão e incluir Bluetooth de baixo consumo e sensores de movimento.

A combinação de componentes integrados no módulo o torna uma plataforma pioneira da Intel, em tamanho e flexibilidade, permitindo que os clientes criem dispositivos menores com uma grande duração de bateria.

O Intel Curie pode habilitar soluções vestíveis eficientes e inteligentes em uma ampla gama de fatores – anéis, bolsas, pulseiras, pingentes, monitores de atividade física e até botões.

 

O Módulo Intel Curie inclui:

  • Microcontrolador Intel® Quark™ 32-bit de baixo consumo
  • Memória flash de 384kB e 80kB SRAM
  • Central de sensores DSP integrados de baixo consumo com acelerador proprietário de comparação de padrões
  • Bluetooth de baixo consumo
  • Sensor do tipo de 6 eixos combinado com acelerômetro e giroscópio
  • Circuito para carregamento da bateria (PMIC)

 

Sobre o SoC Intel Quark SE

Programado para ser enviado aos clientes no segundo semestre deste ano, o módulo Intel Curie, ou SoC Intel Quark SE, é ideal para aplicações que funcionem ininterruptamente, tais como notificações sociais e atividades esportivas. Ele foi projetado desde o início para ser muito eficiente no consumo de energia. Pode funcionar por longos períodos com uma bateria do tamanho de uma moeda ao aproveitar o núcleo eficiente no consumo de energia do Intel Quark com seu processador dedicado para central de sensores. Além disso, o SoC Intel Quark SE integra um mecanismo de classificação de padrões único que lhe permite identificar diferentes movimentos e atividades de forma rápida e precisa.

Para acelerar o desenvolvimento de produtos vestíveis baseados no módulo Intel Curie, a Intel está fornecendo uma completa solução de software que inclui sistemas operacionais em tempo real (RTOS, na sigla em inglês) pequenos e eficientes, juntamente com o aplicativo de referência para vestíveis chamado Intel® IQ Software Kits. Esses kits incluem software embarcado que roda no módulo integrado com aplicativos para smartphones e capacidades de nuvem associadas.

 

Declaração: “Ano passado trabalhamos em parceria com as principais marcas de tecnologia, moda e estilo de vida para ajudar a criar um ecossistema vestível”, disse Mike Bell. “Com o módulo Intel Curie, a Intel continuará a ampliar o alcance do que é possível e habilitar as empresas a criarem, de forma rápida e eficiente, dispositivos vestíveis de baixo consumo em diversos formatos”.

Intel, o logo da Intel, Quark e Curie são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

O módulo Intel® Curie ainda não foi autorizado conforme requerido pela Comissão Federal de Comunicações dos EUA. Esses dispositivos não são, e poderão não ser, oferecidos para venda ou concessão até que a autorização seja obtida.

Bluetooth é marca registrada de propriedade de seu proprietário e usada pela Intel Corporation sob licença.

Filter News Archive

By date:
By tag: