24 de fevereiro de 2014 – A Intel Corporation lançou hoje o Intel® System Studio 2014 para desenvolvedores de plataformas móveis e embarcadas, a fim de habilitar a criação de aplicativos para dispositivos Android* baseados na Intel, sistemas de infotretenimento veicular (IVI, na sigla em inglês) Tizen* e Wind River Linux*. O Intel System Studio 2014 incorpora desenvolvimento cruzado do Windows* e fornece suporte estendido para depuração JTAG para plataformas com a arquitetura Intel® a fim de ajudar os desenvolvedores de sistemas a reduzirem o tempo para o lançamento no mercado e melhorar a confiabilidade desses ambientes cada vez mais complexos. Esse novo lançamento também melhora a integração Eclipse* e capacidades para a criação cruzada para um tempo menor de desenvolvimento de sistemas.

Reduzindo o tempo para o lançamento no mercado

O Intel System Studio 2014 ajuda a acelerar o desenvolvimento e os testes ao fornecer aos desenvolvedores acesso a profundas informações de hardware e software para desenvolver, depurar e afinar sistemas móveis Android e embarcados com a arquitetura Intel. Os debuggers de sistemas e aplicativos ajudam os desenvolvedores a rapidamente isolarem e resolverem problemas no sistema, no System on Chip (SoC) e nos aplicativos. Os desenvolvedores também podem acelerar o tempo de desenvolvimento ao usar funções de software otimizadas e validades da Intel® Math Kernel Library e Intel® Integrated Performance Primitives.

Confiabilidade do Sistema Fortalecida

Os desenvolvedores de aplicativos móveis e embarcados podem melhorar a qualidade de seus códigos ao validar a integridade da memória e do threading durante as fases de desenvolvimento e validação. O Intel® Graphics Performance Analyzers habilita a análise do desempenho do sistema em tempo real para dispositivos Android baseados na Intel.

Melhorando o Desempenho e a Eficiência no Consumo de Energia

O Intel® Energy Profiler ajuda a identificar fontes inesperadas de consumo de energia dentro de aplicativos móveis e embarcados, habilitando os desenvolvedores a resolverem os problemas para melhorar a eficiência.

Os desenvolvedores também podem melhorar o desempenho do sistema e do aplicativo ao usarem os building blocks do software C/C++ de processamento matemático, de mídia, sinal e compiladores, juntamente com o Intel® VTune™ Amplifier para a análise do desempenho do sistema.

O Intel System Studio 2014 está disponível para download. Visite intel.ly/system-studio para saber os preços, termos de licença e informações adicionais.

Demonstração da Tecnologia Intel no Mobile World Congress 2014

24 de fevereiro de 2014 – A Zona de Tecnologia Celular Avançada no Mobile World Congress 2014 demonstra a tecnologia wireless desenvolvida pela Intel, incluindo as mais recentes soluções LTE da Intel, bem como as tecnologias emergentes que definirão a evolução das redes wireless.  LTE

 

Agregação de Operadoras: Usando o modem Intel® XMM™ 7260 LTE, a Intel demonstra a agregação de operadoras entre duas bandas LTE, um dos principais recursos da LTE-Advanced. A Intel demonstra o alcance do pico da taxa de dados LTE-Advanced Categoria 6 de 300Mbps de downlink e 50Mbps de uplink com a tecnologia de agregação de operadoras.

 

Intel XMM 7260 e processador Intel® Atom™ Z3480: Essa demo TD-LTE sem fios demonstra o desempenho do modem LTE Advanced da Intel juntamente com o processador Intel® Atom™ Z3480 (Merrifield) em um design de referência para smartphones.

Voice over LTE (VoLTE): A Intel demonstra uma chamada VoLTE mudando para uma rede 3G sem interrupções usando um design de smartphone da Intel. Outra demo exibe uma chamada LTE com uso simultâneo de dados.

 

Gerenciamento do Acesso de Conectividade (CAM, na sigla em inglês): Uma caixa de ferramentas de padrões de rede 3GPP-WLAN, a CAM é a solução de plataforma da Intel para tornar a troca entre as redes celular/Wi-Fi perfeita e livre de aborrecimentos para operadoras e usuários móveis.

 

Agregação de Links: A Intel demonstra a capacidade de transmissão de vídeo 720p por meio de um link agregado Wi-Fi e LTE, e a troca perfeita para uma chamada VoIP entre Wi-Fi e LTE.

 

Evolved Multimidia Broadcast Multicast Service (eMBMS): A Intel demonstra o uso de um app de TV móvel em um design de referência de smartphone da Intel habilitado para 64-bit para a reprodução de vídeo transmitido via LTE.

 

‘5G’mmWave: Esse protótipo de arquitetura é escalável tanto para smal cell backhaul quanto para a futura tecnologia de acesso com capacidade mmWave. O feixe pode ser eletronicamente controlado para a melhor direção, proporcionando flexibilidade para uma solução de rede backhaul de 60 GHz com múltiplas redundâncias. Esta arquitetura também permite que as pequenas células com capacidade mmWave (MCSC, na sigla em inglês) para se comunicar simultaneamente com vários dispositivos em distâncias menores.

 

WebRTC: A Intel demonstra a primeira plataforma WebRTC acelerada por hardware da história, o processador Intel Atom Z3480 series (Merrifield), eliminando a necessidade por apps dedicados para a videoconferência. Esta capacidade permite que o navegador ‘fale’ diretamente com outros navegadores em tempo real usando conexões multimídia ponto a ponto.

 

Codecs H.265 e VP9: O tráfego de vídeo móvel está crescendo e criando desafios de largura de banda para as operadoras de redes. A Intel demonstra os novos codecs de compressão de vídeo que melhoram a compressão usando o novo processador Intel® Atom™ Z3480 series.

 

LTE-Assisted Wi-Fi Direct: A Intel demonstra os benefícios para clientes móveis da descoberta de dispositivos, a conexão direta e a continuidade do serviço assistida pela operadora, incluindo melhor qualidade de serviço, acesso a conteúdo seguro e facilidade de uso.

Com nova plataforma e pacote de ferramentas, empresas poderão reduzir os custos e diminuir o tempo para lançamento de produtos no mercado

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Intel® Industrial Solutions System Consolidation Series é a primeira solução pré-integrada e pré-validada para a virtualização e consolidação de sistemas industriais embarcados.
  • Simplifica os designs industriais ao mesclar múltiplos sistemas discretos em uma única máquina para a automação mais eficiente.
  • Lançamento conta com um pacote de ferramentas e software chamado Intel® System Studio para a criação de sistemas industriais embarcados.

EMBEDDED WORLD, Nuremberg, Alemanha, 26 de fevereiro de 2014 – A Intel Corporation revelou hoje a Intel® Industrial Solutions System Consolidation Series, com objetivo de otimizar a implantação de sistemas embarcados de estado da arte pelos OEMs, fabricantes de máquinas e integradores de sistemas. Esse é o primeiro produto de virtualização embarcado pré-integrado e pré-validado que permite aos clientes mesclarem e gerenciarem múltiplos sistemas discretos em uma única máquina. A nova série permite que os criadores de designs industriais e de automação reduzam os custos e forneçam novos produtos de forma mais rápida e eficiente.

“Cada vez mais o setor industrial espera da tecnologia soluções inovadoras para torná-los ainda mais eficientes e competitivos”, disse Jim Robinson, gerente geral da Divisão de Segmentos e Amplo Mercado e do Grupo de Soluções para a Internet das Coisas da Intel. “Ao unir o que normalmente eram múltiplos subsistemas dentro de um equipamento industrial, em uma única plataforma computacional, a plataforma pronta para aplicativos da Intel facilita e barateia para que OEMs, fabricantes de máquinas e integradores de sistemas forneçam sistemas virtualizados e consolidados”.

A Intel® Industrial Solutions System Consolidation Series oferece um pacote de solução completo com um computador embarcado munido de processador Intel® Core™ i7 e um pacote de software para virtualização pré-integrado. O pacote de software inclui o Wind River Hypervisor* pré-configurado para suportar três partições rodando duas versões do Wind River VxWorks* para aplicativos em tempo real, e uma versão do Wind River Linux 5.0 para aplicativos que não sejam em tempo real.

Antes disso, as soluções de consolidação representavam um desafio considerável porque muitos aplicativos dentro do seguimento industrial precisavam de desempenho em tempo real, ou a habilidade para trabalhar de maneira muito previsível. A virtualização resolve isso ao habilitar a partição segura de cargas de trabalho importantes usando múltiplas máquinas virtuais. Com três partições, os desenvolvedores podem consolidar múltiplos sistemas discretos em um único dispositivo, oferecendo reduções de custos e de espaço e aumentando a flexibilidade.

A Baosight*, um dos maiores integradores de sistemas da China, usou a Intel Industrial Solutions System Consolidation Series para criar o iCentroGate*, um produto de comunicação e coleta de dados seguro que mescla as tarefas de dois dispositivos separados em uma única CPU. Usando a solução da Intel, a empresa relatou uma economia estimada de 60% no tempo de desenvolvimento e de 50% nos custos de desenvolvimento.

“A Intel Industrial Solutions System Consolidation Series está nos ajudando a fornecer uma solução única e inovadora para os clientes tradicionais, o que nos dá uma enorme vantagem tecnológica”, disse Dong Wensheng, gerente geral da Divisão de P&D da Baosight. “Ao começar com a plataforma pronta para aplicativos da Intel, nossos custos de desenvolvimento foram reduzidos significativamente”.

Ainda este ano, a Intel oferecerá um pacote com o mesmo software e com a inclusão do McAfee Embedded Control*. Este produto não conta com PC embarcado e estará disponível para ODMs embarcadas qualificadas, possibilitando melhor personalização e diferenciação da marca.

O preço recomendado do kit inicial de desenvolvimento da Intel Industrial Solutions System Consolidation Series é de US$ 3.858 com suporte e manutenção durante um ano. O preço recomendado para o kit de produção é de US$ 2.998 com um ano de suporte e manutenção. Ambos estarão disponíveis no segundo trimestre deste ano.

Novas ferramentas de software para sistemas industriais

A Intel também lançou a nova versão do Intel® System Studio, um pacote de ferramentas de software feito sob medida para que os desenvolvedores criem sistemas industriais embarcados, incluindo aqueles usando a Intel Industrial Solutions System Consolidation Series. O novo pacote de ferramentas de software fornece ferramentas de análise de desempenho altamente otimizadas que ajudam a garantir a confiabilidade funcional por meio de um ciclo de vida do sistema. O Intel System Studio está disponível gratuitamente por tempo limitado se comprado com a Intel Industrial Solutions System Consolidation Series.

O Intel System Studio é parte do Intel Developer Program para a Internet das Coisas, anunciado ontem. Este programa abrangente oferece a entusiastas, estudantes, fabricantes e desenvolvedores empreendedores os recursos necessários para transformar ideias em aplicativos, e depois lançar esses aplicativos no mercado.

Novos processadores móveis, plataformas LTE avançadas e acordos com clientes; novas iniciativas voltadas para transformar a infraestrutura de rede para a Internet das Coisas

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Lançamento do Processador Intel® Atom™ de 64-bit (anteriormente “Merrifield”) para smartphones e tablets e divulgação de detalhes da próxima geração do processador Atom quad core de 64-bit para dispositivos móveis com Android, codinome Moorefield.
  • Destaque para a crescente adoção da plataforma LTE multimode Intel® XMM™ 7160 e apresentação da plataforma Intel® XMM™ 7260 com avançados recursos LTE e desempenho competitivo.
  • Anúncio de acordos plurianuais com Lenovo*, ASUS*, Dell* e Foxconn* para ampliar a disponibilidade de tablets e smartphones com processadores e plataformas de comunicação Intel® Atom™.
  • Detalhes da McAfee Mobile Security gratuita e com todos os recursos para dispositivos móveis com Android e extensões de gerenciamento de dispositivos móveis para a Tecnologia Intel® Device Protection.
  • Anúncio da colaboração com Alcatel-Lucent* e Cisco* voltada para a transformação da infraestrutura de rede para a Internet das Coisas.

MOBILE WORLD CONGRESS, Barcelona, Espanha, 24 de fevereiro de 2014 – Reneé James, Presidente da Intel Corporation, detalhou hoje o crescente portfólio de recursos de computação e comunicação da empresa, dos menores dispositivos até as mais complexas redes móveis. O portfólio de produtos foi projetado para competir com o ecossistema móvel atual e para definir a próxima era da computação e da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

Em uma coletiva da Intel para a imprensa, James apresentou dois processadores Intel® Atom™, uma plataforma de comunicações LTE avançada e anunciou acordos plurianuais com Lenovo, Dell, ASUS e Foxconn para ampliar a disponibilidade de dispositivos móveis baseados na Intel. Com a expansão dos dispositivos móveis conectados à IoT, também destacou como a Intel está redefinindo a infraestrutura de redes para reduzir custos e facilitar que os provedores de serviços forneçam experiências melhoradas e novos serviços aos clientes por meio da extração de valor de negócios das enormes quantidades de dados.

“O contínuo crescimento do ecossistema móvel depende da solução dos difíceis desafios computacionais – liberar o potencial dos dados durante a conexão segura e confiável de bilhões de dispositivos, com tecnologias computacionais e de comunicação de ponta”, disse James. “Hoje estamos anunciando produtos de comunicação líderes, bem como novas plataformas de comunicação. Como resultado, a Intel está muito bem posicionada para definir o futuro da computação móvel e da Internet das Coisas”.

Novo Processador Intel® Atom™ e plataforma de comunicação LTE avançada

A Intel lançou o processador Intel Atom Z3480 de 2.1 GHz (“Merrifield”), que oferece a combinação ideal de velocidade e desempenho inteligente com grande duração da bateria para smartphones e tablets com Android. O SoC de 64-bit oferece desempenho computacional de primeira classe para os segmentos de desempenho e transmissão, e supera solidamente a concorrência com aplicações de computação intensas, aplicações Web e desempenho para a edição de mídia leve¹. O Merrifield também oferece o melhor desempenho da classe em termos de duração de bateria².

Baseado na microarquitetura Silvermont de 22nm da Intel, o novo processador também conta com o núcleo PowerVR* Series 6 Graphics IP da Imagination Technologies* e foi projetado para o pareamento simples com a plataforma Intel® XMM™ 7160 LTE. Merrifield é o primeiro SoC Intel Atom a apresentar a nova Intel® Integrated Sensor Solution, que gerencia de forma eficaz os dados do sensor para manter aplicações inteligentes e com reconhecimento de contexto, mesmo quando o dispositivo estiver em estado de baixo consumo de energia. A Intel espera que dispositivos baseados no Merrifield de diversos fabricantes de equipamentos originais (OEM, na sigla em inglês) sejam lançados a partir do segundo trimestre.

James comentou que todos os processadores Intel Atom atuais suportam uma experiência computacional de 64-bit. “A computação de sessenta e quatro bit está indo do desktop para o dispositivo móvel”, disse James. “A Intel conhece a experiência e somos a única empresa que atualmente oferece processadores de 64-bit com suporte para múltiplos sistemas operacionais atualmente capazes de suportar Android de 64-bit quando ele estiver disponível”. A Intel também forneceu Kernels de 64-bit em sistemas operacionais, de tal forma que os clientes que escolherem o Intel Atom tenham a base pronta para a experiência de 64-bit à medida que o sistema operacional e os aplicativos evoluam.

A Intel também revelou novos detalhes da próxima geração do processador Intel Atom™ de 64-bit, codinome “Moorefield”, para produtos que deverão estar disponíveis no segundo semestre desse ano. Baseado em um conjunto de características do Merrifield, o Moorefield adiciona dois núcleos da Arquitetura Intel de até 2.3 GHz, uma GPU melhorada e suporte para memória mais rápida. O Moorefield está otimizado para a plataforma LTE 2014 da Intel, a Intel® XMM™ 7260, que a empresa também apresentou hoje.

A Intel XMM 7260 oferece competitivos recursos LTE avançados, que incluem a agregação das operadoras (suportando 23 combinações CA em um único chip), velocidade categoria 6 e suporte para LTE TDD e TD-SCDMA, o que amplia o mercado abordável. No Mobile World Congress, a Intel está demonstrando o 7260 atingindo o pico das taxas de dados LTE-Avançada Categoria 6 de 300Mbps de downlink e 50Mbps uplink com tecnologia de agregação das operadoras. O 7260 aproveita a competitiva plataforma Intel®XMM™ 7160 lançada em 2013.

Agora certificada para funcionar com 70% das redes LTE de todo o mundo, o 7160 está expandindo para se conectar com uma ampla gama de produtos, de Smartphones e tablets a sistemas 2 em 1 e Ultrabooks™, e mais. Os clientes que atualmente oferecem e planejam lançar dispositivos equipados com a plataforma LTE da Intel incluem Acer*, ASUS*, Dell*, Lenovo* e Samsung*, entre outros.

“Estamos entrando 2014 com um portfólio de mobilidade muito competitivo abrangendo processadores de aplicativos e plataformas de comunicação que ficarão ainda mais fortes”, disse Hermann Eul, vice-presidente e gerente geral do Grupo de Comunicações e Mobilidade da Intel, durante a coletiva. “Nossos novos processadores Atom para smartphones e tablets com Android oferecem ótimo desempenho e duração de bateria de 64-bit, e a nova plataforma 7260 dá ao ecossistema uma convincente experiência LTE avançada”.

Protegendo a experiência móvel e ampliando a disponibilidade de aplicativos Android na Arquitetura Intel

James disse que a Intel está liderando o esforço para proteger os dispositivos móveis atuais com as soluções de segurança de dispositivos e dados únicas da Intel Security e McAfee. Particularmente, a Intel® Device Protection Technology (Intel DPT, na sigla em inglês) protege proativamente os consumidores contra malware e permite que os clientes empresariais separem os dados pessoais dos corporativos nos dispositivos com Android baseados na Intel. Os principais provedores de gestão de dispositivos móveis, incluindo AirWatch*, Citrix* e McAfee fornecerão extensões de gerenciamento para dispositivos com a Intel DPT ainda neste ano. A Intel espera que os tablets equipados com a Intel DPT comecem a ser distribuídos até o final deste ano das principais OEMs, incluindo a Dell.

James também revelou as características da ferramenta McAfee Mobile Security gratuita e com todos os recursos para dispositivos móveis com Android disponíveis atualmente. Ela inclui funções de proteção melhoradas e, pela primeira vez, extensões de segurança desbloqueadas para dispositivos móveis baseados na Intel, o que a torna a solução móvel gratuita mais completa do mercado para consumidores. Especialmente, a McAfee Mobile Security gratuita inclui antivírus, proteção de aplicativos, proteção Web e filtro de chamadas e SMS, além da função antifurto e back-up de contatos.

Em um esforço para acelerar o desenvolvimento e a disponibilidade de aplicativos baseados na Intel, James anunciou a Intel® Integrated Native Developer Experience (Intel INDE), um pacote de produtividade beta para dispositivos que rodam Android* e Microsoft Windows*. A Intel também apresentou o Intel® System Studio 2014 para o desenvolvimento de sistemas e embarcados, e a ferramenta para desenvolvedores Intel® XDK para aplicativos baseados no HTML5, que lhes permite simplificar e acelerar o tempo para o lançamento no mercado do desenvolvimento de conteúdos Web e híbridos, para aplicativos móveis que funcionem melhor e mais rápido.

Compromissos com clientes ampliados para acelerar a disponibilidade de dispositivos móveis baseados na Intel

Assinalando a expansão da disponibilidade de tablets e smartphones equipados com processadores Intel Atom e conectados por sistemas de comunicações da Intel, James anunciou três novos acordos plurianuais com fabricantes líderes para dispositivos móveis baseados na Intel.

Intel e Lenovo anunciaram planos para lançar novos dispositivos móveis baseados na Intel este ano. As duas empresas dedicarão recursos de engenharia para oferecer experiências únicas por meio de uma variedade de formatos de smartphones e tablets que adicionarão valor aos segmentos de mercado de desempenho. A Lenovo também disse que planeja incorporar conectividade LTE da Intel e alguns Ultrabooks™ e designs multímodo.

“Temos um sólido histórico de trabalho com a Intel para oferecer experiências de computação convincentes ao mercado com produtos como o nosso Smartphone K900, a linha Yoga de notebooks multímodo e os tablets MIIX 2 e ThinkPad 8'', disse Peter Hortensius, CTO da Lenovo. “Esperamos um futuro ainda mais forte juntos – oferecendo experiências móveis empolgantes, de smartphones elegantes até tablets de alto desempenho com a Intel Inside”.

Além disso, a ASUS anunciou que levará ao mercado este ano um completo portfólio de smartphones e tablets baseados na Intel. A empresa recentemente apresentou a sua linha smartphone ZenFone e o excepcional PadFone mini, ambos com processadores e plataformas de comunicação Intel. No Mobile World Congress, a ASUS apresentou o ASUS Fonepad 7 LTE (ME3762CL), com processador Intel Atom e conectividade LTE da Intel.

Dell e Intel estão ampliando a longa colaboração entre as duas empresas para incluir a gama de tablets inovadores que começou com o lançamento da linha Dell Venue no outono do ano passado. Os produtos da Dell baseados na Intel abrangerão soluções Android e Windows.

Finalmente, Foxconn e Intel estão se unindo para estimular a mais ampla disponibilidade mundial de tablets Android acessíveis e de alta qualidade baseados na Intel. A Intel fornecerá processadores Intel Atom e plataformas de comunicação para uma gama de produtos da Foxconn, começando este ano com os tablets.

Transformando as redes wireless e abastecendo a Internet das Coisas

A explosão dos dispositivos móveis e o rápido crescimento da Internet das Coisas estão estimulando a transformação da infraestrutura de rede para atender a crescente demanda por mais conectividade e dados em tempo real. A Intel está habilitando esta transformação ao fornecer hardware e software padronizados que aplicam padrões abertos e economias de alto volume para reduzir custos, enquanto acelera o fornecimento de novos serviços, capacidades e modelos de geração de renda para os provedores de serviços.

Em um esforço para levar os benefícios da abordagem baseada em padrões para as redes de comunicações consistente com o trabalho da Intel em data centers e na nuvem, James anunciou a ampliação dos relacionamentos com Alcatel-Lucent e Cisco para acelerar as tecnologias de função de virtualização de rede (NFV, na sigla em inglês) e da rede definida por software (SDN, na sigla em inglês). Ao trabalhar para otimizar essas tecnologias na arquitetura Intel, os provedores de serviços poderão oferecer uma rede mais rápida e flexível que os permitam adicionar rapidamente novos serviços.

James também destacou inúmeros testes baseados na Intel com operadoras globais, incluindo China Mobile*, SK Telecom* e Telefônica* que estão demonstrando os benefícios da NFV e da SDN para habilitar serviços personalizados e com reconhecimento de contexto, melhorar a utilização de recursos e simplificar as instalações e atualizações.

Para mais detalhes sobre a presença da Intel no Mobile World Congress 2014 e para ver o replay da coletiva, visite: www.intel.com/newsroom/mwc.

A nova família do processador atinge o dobro do desempenho médio e possui quatro vezes a largura de banda I/O da geração anterior

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A nova família do processador Intel® Xeon® E7 v2 foi projetada para a computação de missão crítica e com maior suporte para memória¹ da indústria. Objetivo é permitir que grandes conjuntos de dados sejam analisados rapidamente para fornecer informações em tempo real com base em imensas quantidades de diversos tipos de dados.
  • Intel® Xeon® E7 v2 oferece desempenho até 80% melhor e um custo total de propriedade (TCO) até 80% menor do que as arquiteturas RISC alternativas².

SANTA CLARA, Califórnia, 20 de fevereiro de 2014 – Para ajudar as empresas de diversas indústrias, do varejo à saúde, de bancos ao transporte, a transformarem os dados em informações acionáveis, a Intel Corporation apresenta a família do processador Intel® Xeon® E7 v2. O uso de soluções analíticas permite que as empresas tomem decisões que melhorem todos os resultados. A família do processador Intel® Xeon® E7 v2 fornece novas capacidades para processar e analisar grandes e variadas quantidades de dados a fim de descobrir informações anteriormente inacessíveis.

            “Organizações que aproveitam os dados para acelerar a inovação empresarial terão uma grande vantagem nesta economia”, disse Diane Bryant, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo para Data Centers da Intel. “Os avanços em desempenho, capacidade de memória e confiabilidade da família do processador Intel Xeon E7 v2 permitem que as organizações de TI forneçam análises em tempo real de grandes conjuntos de dados para detectar e aproveitar as tendências, criar novos serviços e melhorar a eficiência empresarial”.

            A adoção do Big Data e da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) tem gerado oportunidades para muitas organizações crescerem à medida que criam serviços que agregam receita, baseando-se nas informações obtidas com a apuração dos dados. É esperado que o mercado de tecnologia e serviços de Big Data cresça 27% anualmente até 2017 chegando a US$ 32,4 bilhões4.

Uma das principais fontes de crescimento da indústria de TI é a imensa quantidade de dados provenientes de dispositivos conectados que formam a Internet das Coisas, com previsão de crescer até 30 bilhões de dispositivos em 20204. Investimentos nas tecnologias e soluções de análises de mais alto desempenho também podem resultar em economias significativas. Por exemplo, a organização de TI da Intel espera economizar e aumentar a receita em praticamente meio bilhão de dólares com o uso de soluções analíticas até 2016.

Disponibilidade no mercado brasileiro

No Brasil, o novo processador Intel Xeon E7 v2 estará disponível para entrega a partir de 1° de março com o lançamento da nova família de servidores PRIMEQUEST 2000, da Fujitsu, que oferece um grande salto em desempenho e capacidade de memória. Com novas funções para aplicações de missão crítica, os servidores garantem continuidade de negócios e alta disponibilidade com as vantagens de uma arquitetura baseada na família do novo processador.

            A nova família de servidores PRIMEQUEST 2000 é composta pelos modelos PQ2800E com 8 sockets  e até 12TB, e o modelo PQ2400E com até 8 sockets e 12TB ambos os servidores utilizam a família de processadores Intel Xeon Processor E7-8890.

Novo processamento de Big Data e capacidades analíticas com confiabilidade

A família do processador Intel Xeon E7 v2 também conta com o triplo da capacidade de memória das versões anteriores e o quádruplo da capacidade I/O, permitindo a análise muito mais rápida e completa dos dados. A funcionalidade na memória do sistema estuda um conjunto inteiro de dados – como todo o banco de informações de clientes de uma organização, ao invés dos discos rígidos tradicionais. Este método está ganhando popularidade devido à crescente necessidade por análises mais complexas. Dados do Gartner mostram que 35%6 das médias e grandes empresas adotarão soluções analíticas na memória até 2015, um aumento de 10% em relação a 2012. Além disso, o Gartner também prevê que pelo menos 50% das empresas Global 2000 usarão computação na memória para planejar investimentos em ERP.

Um exemplo é o eBay, um dos maiores e mais complexos sites de comércio eletrônico do mundo, que precisa lidar com imensos conjuntos de dados com mais de 50 petabytes (PB) dos mais de 100 milhões de usuários. Com base nos testes iniciais do novo processador Intel Xeon E7 v2 e do software de análises na memória HANA* da SAP, o eBay identificou melhor desempenho7 e compreensão de grandes conjuntos de dados que ajudarão a estimular oportunidades de receita adicionais para seus clientes.

A nova família do processador foi criada para servidores com até 32 soquetes e com configurações suportando até 15 núcleos de processamento e até 1.5 terabytes (TB) de memória por soquete. Essas melhorias ajudam as empresas que rodam aplicativos de missão crítica, incluindo sistemas de suporte de negócios (BSS, na sigla em inglês), gerenciamento do relacionamento com clientes (CRM), e ERP, a operar de forma mais eficiente, com menor custo e tempos de resposta mais rápidos². Por exemplo, uma equipe de vendas com essas capacidades pode maximizar a receita ao apontar o melhor horário para vender um produto, ou permitir que uma empresa petroleira preveja quando suas plataformas precisarão de manutenção preventiva.

Para reduzir os gargalos de dados, a família do processador Intel Xeon E7 v2 conta com a Intel® Integrated I/O, a Intel® Data Direct I/O e suporte para a PCIe 3.0*, atingindo até quatro vezes a largura de banda I/O da geração anterior9 e fornecendo capacidade extra para armazenamento e conexões de rede.

O tempo de funcionamento do sistema e a confiabilidade também continuam sendo um requisito-chave para aplicativos de missão crítica. A família do processador Intel Xeon E7 v2 dá continuidade à tradição da Intel de fornecer confiabilidade, disponibilidade e capacidade de serviço (RAS) de classe mundial. A Tecnologia Intel® Run Sure10 foi projetada para soluções “five nines” essenciais para dados críticos das empresas ao reduzir a frequência e o custo do tempo de inatividade planejado e não planejado.

Amplo Suporte da Indústria

Começando hoje, 21 fabricantes de sistemas de todo o mundo anunciarão mais de 40 plataformas baseadas na família do processador Intel Xeon E7 v2. Esses fabricantes incluem Asus*, Bull*, Cisco*, Dell*, EMC*, Fujitsu*, Hitachi*, HP*, Huawei*, IBM*, Inspur*, Lenovo*, NEC*, Oracle*, PowerLeader*, Quanta*, SGI*, Sugon*, Supermicro*, Unisys* e ZTE*. Diversos fornecedores de software analítico também suportam as plataformas baseadas na família do processador Xeon E7 v2, incluindo Altibase*, IBM*, Microsoft*, Oracle*, Pivotal*, QlikView*, Red Hat*, SAP*, SAS*, Software AG*, Splunk*, Sungard*, Teradata*, TongTech*, Vertica* e YonYou*.

O Next Generation Center, site de conteúdo de apoio aos profissionais de TI e PMEs, será integrado à nova plataforma latino-americana. Juntos, eles somarão mais de 260 mil usuários cadastrados


São Paulo, 19 de fevereiro de 2014 – Com o objetivo de divulgar as melhores práticas do segmento, treinamentos sobre as mais recentes tendências de uma maneira intuitiva e simples, além de conteúdo relevante para profissionais de TI, a Intel lança para toda a América Latina a plataforma Diálogo TI (http://DialogoTI.intel.com), um site com novos materiais que respondem às necessidades do setor.

            Diálogo TI, que já estava disponível para países de língua espanhola há sete anos, junto com o site brasileiro Next Generation Center, forneceram mais de 41 mil cursos para os interessados no uso da tecnologia nos negócios em 2013. Os temas abordados foram desde Segurança da Informação, Gestão de TI, Empresas Digitais, Virtualização, Computação em Nuvem até ERP.

            Como uma das mais completas fontes de capacitação relacionadas à tecnologia, a plataforma continua avançando regionalmente e dando suporte aos departamentos de TI das pequenas e médias empresas. De acordo com dados do programa regional IBERPYME para 2013, 11% das PMEs de todo o mundo se encontram na América Latina, das quais 716 mil são pequenas empresas e 145 mil são de médio porte. Estas empresas mantêm uma busca constante para melhorar as condições de suas estruturas de TI com soluções que aumentem a produtividade de forma estratégica.

            “Para o modelo de negócio da Intel, é fundamental manter contato constante com os tomadores de decisões de TI. Continuar trocando ideias e conhecimento contribui para que os profissionais das áreas tecnológicas escolham os melhores produtos do mercado e economizem graças aos bons serviços e produtos”, explicou Bárbara Toledo, Gerente de Marketing de Negócios da Intel para o Brasil.

Atualmente as empresas precisam de um especialista em TI com um perfil de eficiência que integre todas as atividades das empresas. Para o desenvolvimento de um mercado mais dinâmico a cada dia, a Intel oferece, por meio da atualização da plataforma, um suporte de 360o que também abrange capacitação de Marketing, Liderança, Gestão de Equipes e Desenvolvimento.

“Por meio do ‘Diálogo TI’, a Intel consegue uma comunicação de mão dupla com um grande número de profissionais da região. Esta é uma oportunidade para que a Intel compartilhe seus conhecimentos sobre as soluções tecnológicas disponíveis no mercado e para que os usuários da plataforma continuem se atualizando sobre as melhores práticas e processos para suas equipes”, comentou Bárbara.

            Com um sistema inteligente e intuitivo, a plataforma trará informações técnicas, ou recomendará treinamentos de acordo com o perfil do usuário cadastrado e os temas de seu interesse. Desta forma, a Intel poderá sugerir a cada um o melhor conteúdo, baseando-se no perfil profissional. Por exemplo, se o profissional demonstra interesse por novidades relacionadas às pequenas empresas, a plataforma o reconhecerá e enviará conteúdos sobre o tema de uma maneira mais personalizada. Para que isso seja realmente eficiente, é muito importante que o usuário faça sua inscrição completa no site, preenchendo todos os campos de seu perfil profissional e os temas de TI que mais lhe interessam, e faça seu login no site quando o visitar.

Diálogo TI oferece agora uma navegação mais amigável, com uma proposta interativa entre os próprios usuários e os especialistas da Intel, ampliando espaços para consultas, assim como a possibilidade de compartilhamento nas redes sociais (Facebook, Twitter ou LinkedIn). Desta maneira, os usuários poderão classificar, recomendar e compartilhar os conteúdos relevantes com seus contatos.

Diálogo TI: http://DialogoTI.intel.com

Competição de empreendedorismo busca novas empresas de tecnologia da informação e comunicação; vencedor irá passar por um programa de aceleração de startups

NÓTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Startups já podem se inscrever para participar do Desafio Intel, competição de empreendedorismo de base tecnológica organizada pela Intel.
  • Participantes receberão mentoria de especialistas em venture capital e concorrem a um programa de aceleração de um mês nos Estados Unidos.
  • Vencedor concorrerá com empresas da América Latina por uma vaga no Intel Global Challenge, competição global de empreendedorismo que conta com a participação dos principais players do mercado de venture capital do Vale do Silício.

São Paulo, 19 de fevereiro de 2013 – Estão abertas as inscrições para o Desafio Intel, competição voltada para empreendedores em nível universitário e recém-formados de toda a América Latina. A equipe vencedora da etapa local ganhará uma bolsa de estudos para participar do YouNoodle Camp, um programa de aceleração de negócios no Vale do Silício, em julho, junto com os finalistas da região. Cinco classificados irão representar a América Latina no Intel® Global Challenge 2014 na Universidade de Berkeley, competindo por até US$ 100 mil em prêmios. As inscrições vão até o dia 14 de abril e podem ser realizadas pelo site www.desafiointel.com

 

“A cultura do empreendedorismo tem crescido bastante no Brasil e a Intel tem participado desta história com programas que ajudam a formar uma cultura e um mercado atraente para a criação de startups de base tecnológica”, afirma Fernanda Sato gerente de educação da Intel Brasil. “Queremos estimular a atitude empreendedora dentro da universidade, formando líderes e desenvolvedores de novas soluções. Uma nova geração de negócios e tecnologias locais trarão enormes benefícios para o país”.

 

Em sua 9ª edição, o Desafio Intel quer estimular o desenvolvimento do ecossistema empreendedor no Brasil, impulsionando a criação de projetos de negócios tecnológicos nas universidades. Com isso, a Intel pretende contribuir para o desenvolvimento de um ecossistema que atue como ponte para o Vale do Silício.

 

Para participar da competição a equipe deve ser composta por pelo menos um estudante ainda em curso (bacharelado, mestrado ou doutorado) ou recém-formado (até quatro anos de formado para bacharelado ou mestrado a partir de 30 de junho de 2010) de uma faculdade ou universidade reconhecida. Esse será o representante da startup em todo o processo.

 

Os projetos submetidos ao Desafio Intel têm de apresentar soluções para uma das seguintes categorias:

  • Internet, Serviço Móvel e Software de Computação: negócios escaláveis que utilizem tecnologias inovadoras como: tecnologia em nuvem, grandes dados, conectividade móvel de alta velocidade, aprendizado virtual, inteligência artificial, plataformas móveis ou sensores avançados.

  • Computação Para Inovação Social: negócios escaláveis que combinem resultados financeiros com um impacto social em setores como agricultura, educação, energia, finanças, meio ambiente, saúde, habitação, ciências biológicas ou água.

  • Hardware e Computação: negócios escaláveis que utilizem hardware, incluindo sem fio, embarcado ou computação perceptiva.

           

Os semifinalistas da etapa local, selecionados por uma banca de juízes especialistas nos mercados de venture capital e tecnologia, apresentarão seus projetos em junho. Os juízes avaliarão os projetos com base em diversos critérios, como inovação no conceito ou produto oferecido, competitividade e diferenciação no mercado, capacidade de execução do plano estratégico e qualificação e experiência do time.

 

O projeto vencedor da etapa Brasil receberá uma bolsa de estudos para o YouNoodle Camp, programa de aceleração de negócios no Vale do Silício, que acontece em julho. No YouNoodle Camp, os participantes frequentarão cursos com professores de Stanford, receberão assessoria de especialistas, participarão de painéis com peritos, visitarão diferentes empresas e se relacionarão com o ecossistema empreendedor mais bem sucedido do mundo. O projeto também irá concorrer com outros vencedores da América Latina por uma vaga do Intel Global Challenge, competição mundial de empreendedorismo realizada em conjunto com a Universidade de Berkeley.

Condições para a participação:

 

  • A equipe precisa ter um membro que seja ou tenha sido nos últimos quatro anos estudante universitário buscando algum dos seguintes diplomas: bacharelado, mestrado ou doutorado.
  • Disponibilidade de um membro da equipe para viajar para a Califórnia e participar do YouNoodle Entrepreneurship Camp durante 30 dias no mês de julho.
  • Os projetos devem ser inscritos em inglês.
  • Os projetos devem estar relacionados a uma das seguintes áreas:
    • Internet, Serviço Móvel e Software de Computação
    • Computação Para Inovação Social
    • Hardware e Computação
  • As equipes não devem ter recebido mais de US$ 250.000 em fontes de patrocínio ou fundos de investimento incluindo – mas não se limitando a – capital de risco, investidores ou fundos de investimento privado.
  • A implementação deve ter um protótipo em funcionamento antes de 1º de outubro de 2013.
  • A startup não pode ser uma filial de uma organização já existente (com fins lucrativos).

Para mais informações, visite:

www.intel.com/educacion
www.desafiointel.com

São Paulo, 6 de fevereiro de 2014 – Nos últimos anos, a tecnologia se tornou uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento intelectual de crianças e adolescentes. Esta geração usa a tecnologia com bastante desenvoltura e já não vê computadores e equipamentos eletrônicos como brinquedos. O consumo dos estudantes mudou e para potencializar seu desenvolvimento é indispensável que possam contar com dispositivos que acompanhem seu desempenho e mobilidade.

“Levando em consideração o perfil atual dos estudantes desta nova geração, a Intel trabalha todos os dias para oferecer um equipamento computacional que ajude a adquirir mais e melhores habilidades, ao mesmo tempo em que permite ter uma melhor experiência ao realizar atividades escolares e de entretenimento”, disse Gisselle Ruizylanza, diretora de consumo da Intel no Brasil.

Um bom equipamento usado como ferramenta de estudo deve ter boa capacidade de processamento e menos de três anos de uso, para que possam realizar tarefas de forma rápida e eficiente. Usar a tecnologia mais atualizada tem diversas vantagens para o estudante:

  • Ele ganha mais velocidade para abrir os arquivos e acessar os programas;
  • Com economia de energia, além de manter um planeta mais verde, o estudante pode usar o equipamento por mais tempo e ter mais mobilidade;
  • Com maior rapidez de processamento, melhor é o desempenho nas atividades diárias que o estudante realiza;
  • Com o equipamento novo, o estudante poderá exlporar as mais recentes tecnologias disponíveis no mercado;
  • Equipamentos de última geração têm mais segurança contra ameaças;

Quanto mais velho o equipamento, maiores serão os gastos de tempo e produtividade. Por exemplo, um computador que demora muito para ligar todos os dias, dependendo do modelo e dos programas que tenha que carregar, pode levar até 10 minutos. Na semana, considerando de segunda à sexta-feira, será quase uma hora, e se calculamos um ano, seriam 43 horas de vida desperdiçadas.

            Os computadores e equipamentos tecnológicos sofrem desgaste com o passar dos anos e quanto maior o tempo de uso, mais sujeitos estarão a problemas de segurança, desempenho, diversos gastos de atualização e manutenção, garantia e incompatibilidade com novos programas e tecnologias. Além disso, consumem mais energia devido ao desgaste de seus componentes e bateria. Tudo isso pode prejudicar a produtividade do estudante, fazendo com que gaste mais tempo e perca o foco.

Atualizado e móvel – Também é importante que por meio de seus dispositivos os estudantes possam realizar tarefas escolares ao mesmo tempo em que entram na Internet, lêem as novidades, conversam com os amigos, escutam músicas e compartilham suas ideias, fotos e vídeos nas mídias sociais a qualquer momento e em qualquer lugar. “Para o uso computacional dos jovens, a Intel recomenda os modernos dispositivos 2 em 1, pois combinam potência e portabilidade, dados aos usuários a flexibilidade de criar e compartilhar conteúdo desde diferentes lugares”, explicou a executiva.

            Uma das principais vantagens e atrativos dos dispositivos 2 em 1 é a capacidade tátil alinhada à rápida resposta e longa duração da bateria, fornecendo ao usuário uma experiência sem igual. Estes novos dispositivos podem funcionar tanto como um notebook de alto desempenho, quanto um tablet graças a sua mobilidade – um fator imprescindível para os jovens atualmente.

            Por fim, é importante ter atenção no poder de processamento dentro da máquina e assim obter um produto de ótimo desempenho.

São Paulo, 05 de fevereiro de 2014 – Uma pesquisa realizada pela Techaisle a pedido da Intel revelou dados alarmantes em relação às pequenas empresas. Na média, os funcionários perdem uma semana – ou 42 horas de trabalho - por ano em função de problemas com PCs antigos. Em contrapartida, 27% das 736 empresas entrevistadas afirmaram que a prioridade delas é reduzir o custo de TI.

O estudo realizado com representantes do Brasil, China, Alemanha, Índia, Rússia e Estados Unidos, mostrou que todas elas estão prolongando a vida de seus PCs muito além da data de atualização recomendada. Em 36% delas, os PCs têm mais de quatro anos de uso, e por isso exigem mais manutenção, afetando a produtividade dos funcionários e elevando os custos. Ainda segundo o estudo, investimentos em novas máquinas, em alguns casos, sairiam mais barato. 

“A atualização para um PC novo é uma das escolhas mais inteligentes que uma empresa pode fazer”, explica Carlos Luzzi, diretor do segmento corporativo da Intel Brasil. “Os PCs são considerados a base de muitas empresas e este estudo deixa clara a necessidade de atualizá-los regularmente”.

No que tange aos gastos com os PCs mais antigos, os serviços de reparo e manutenção são 1,5 vezes mais frequentes, o que gera, em valor, custos de, em média, US$ 427 por PC com mais de quatro anos de uso. Isto equivale a 1,3 vezes o valor do mesmo serviço para PCs novo ou seminovo. Por exemplo, entre as empresas com 50-99 empregados, o custo médio de reparo de PCs antigos é US$521 por ano, ou 1,4 vezes o custo de reparo de um PC com menos de quatro anos de vida.

Outro risco tem relação com segurança e custos que aumentarão no próximo ano. Das empresas participantes da pesquisa, 47% delas não estavam informadas de que a Microsoft encerrou o serviço de suporte para a popular plataforma Windows XP*, aumentando a carga de manutenção. Além disso, sem as atualizações automáticas que ajudam a proteger os PCs, valiosos dados de negócios ficam mais vulneráveis aos vírus e riscos de segurança.

Investimentos refletem melhor desempenho

Os pequenos empresários acreditam que com PCs mais novos, o desempenho de aplicativos rodando simultaneamente sem nenhuma degradação do sistema seria 60% maior em comparação com os PCs antigos. O avanço é significativo na medida em que as pequenas empresas estão usando tipos de aplicativos cada vez mais diversificados simultaneamente, incluindo aplicativos de produtividade empresarial, e-mail e internet, bate-papo e vídeo online, aplicativos de linhas de negócios, finanças e contabilidade, interações nas redes sociais bem como música e jogos.

 

O estudo revelou, no entanto, que 60% das pequenas empresas só pretendem substituir seus PCs antigos quando o custo de reparo for equivalente ao investimento em máquinas novas. No entanto, a maioria delas relatou que frequentemente enfrentam problemas de desempenho de aplicativos e do sistema, ataques de Malware e questões relativas à conectividade oriundas do tempo de uso do PC.

 

“Apesar da dificuldade de quantificar o impacto da perda de produtividade decorrente desses problemas, eles também contribuem significativamente para a perda de produtividade e insatisfação do empregado”, destaca Luzzi, da Intel.

 

Novos PCs reduzem a carga das pequenas empresas

Novos sistemas 2 em 1, all-in-ones, desktops e Ultrabooks equipados com processadores de última geração oferecem às empresas menor custo total de propriedade, maior duração de bateria e melhor desempenho para os aplicativos de produtividade para empresas em relação aos sistemas com mais de quatro anos de uso. Além disso, existem tecnologias desenvolvidas exclusivamente para o uso corporativo como Intel® vPro™ e Intel® SBA (Small Business Advantage), que podem automatizar a manutenção para pequenas empresas sem uma equipe de TI dedicada.

Metodologia da Pesquisa

O estudo sobre a atualização dos PCs em pequenas empresas da Intel foi realizado pela Techaisle em abril. Um total de 736 empresas de pequeno porte (entre um e 99 funcionários) baseadas no Brasil, China, Alemanha, Índia, Rússia e Estados Unidos preencheram um questionário de 20 minutos. Os participantes foram os tomadores das decisões de TI com uma quota de amostragem fixada pela quantidade de funcionários. Os resultados deste estudo elaborado pela TechAisle estão disponíveis para download em Intel.com.

Além de LOL irá acontecer uma batalha de StarCraft II valendo um prêmio de U$25.000,00


São Paulo, 27 de janeiro de 2014 – Mais uma vez, a Intel traz ao Brasil o Extreme Masters, campeonato de games que reúne os melhores jogadores do mundo. A quinta rodada da competição global, promovida pela ESL (Electronic Sports League), irá acontecer na Campus Party entre os dias 28 e 29 de janeiro, no estande da Intel patrocinado pela BenQ e HyperX. Nesta etapa será selecionado um dos finalistas que irá concorrer a um prêmio total de U$ 50.000,00, na Polônia.

 

As partidas do campeonato principal de League of Legends serão transmitidas em telões dentro do evento e comentadas, em tempo real, por especialistas em e-sports. Além de assistidos pelos mais de 100 mil visitantes da CampusParty, o evento será também transmitido pela ESL TV para mais de 170 países no endereço: http://br.esl.tv/

 

Confira a agenda das batalhas:

 

 

28/janeiro

10h00 – 12h45

QF #3

Pain Gaming vs. Isurus Gaming

13h00 – 14h45

QF #2

Lyon Gaming vs. Seven Wars

15h00 – 14h45

QF #4

Millenium vs. CNB Esports Club

 

 

29/janeiro

TBC

QF #1

OceloteWorld vs. Furious Gaming

11h30 – 14h15

SF #2

Vencedor QF #4 vs. Vencedor QF #3

14h30 – 17h15

SF #1

Vencedor QF #2 vs. Vencedor QF #1

14h45 – 20h45

FINAL

Vencedor SF #1 vs. Vencedor SF #2

 

Após a final do campeonato de League of Legends, a batalha de StarCraft II irá premiar o total de U$ 25.000,00 em dinheiro aos ganhadores. Com batalhas agendadas para os dias 29 e 30 de janeiro, os jogos também serão transmitidos ao vivo pela ESL TV, a partir das 10h00 até as 21h00. A semi final e a grande final serão no dia 1 de fevereiro, sábado, e irão acontecer a partir das 12h50 no palco principal do estande da Intel.

 

Para mais informações sobre a etapa Brasil do Intel Extreme Masters, acesse: http://us.intelextrememasters.com/season8/sao-paulo/ (em inglês).

Objetivo é acelerar a disponibilidade da próxima geração de serviços de vídeo


NEW YORK e SANTA CLARA, Califórnia, 21 de janeiro de 2014 – A Verizon Communications Inc. (NYSE, Nasdaq: VZ) e a Intel Corporation (Nasdaq: INTC) anunciaram hoje um acordo para a Verizon comprar da Intel os ativos da Intel Media - uma divisão de negócios dedicada ao desenvolvimento de produtos e serviços para TV em nuvem.

            A transação deve acelerar a disponibilidade da próxima geração de serviços de vídeo, tanto integrada às redes de fibra ótica FiOS da Verizon, quanto a fornecida “over the top” para qualquer dispositivo.

            Os termos da transação não foram divulgados.

            A Verizon comprará os direitos de propriedade intelectual e outros ativos que habilitam a plataforma OnCue Cloud TV da Intel. A Verizon também fará propostas de emprego para praticamente todas as 350 pessoas da unidade da Intel, que permanecerá liderada pela sua atual equipe de direção e com base em Santa Clara.

            A transação está sujeita às condições de fechamento e aprovações regulatórias costumeiras e deverá ser concluída até o começo do primeiro trimestre deste ano.

            Lowell McAdam, chairman e CEO da Verizon, disse: “A plataforma e a equipe OnCue ajudarão a Verizon a levar a próxima geração de serviços de vídeo para uma audiência que cada vez mais espera ter acesso ao conteúdo quando, onde e como quiser. A Verizon já possui amplos relacionamentos para conteúdo em vídeo, bem como relacionamentos com clientes tanto para mobilidade como para residências. Esta transação nos fornece as capacidades para a criação de um poderoso e eficiente mecanismo para futuro crescimento e inovação.  Teremos a oportunidade de melhorar, expandir, acelerar e integrar nossos produtos e serviços de vídeo para melhor atender as audiências em uma ampla gama de dispositivos”.

            Uma vez que a transação seja concluída, a Verizon espera integrar serviços de TV baseados em IP com o FiOS vídeo para diferenciar ainda mais o FiOS das ofertas de TV a cabo tradicionais e reduzir os custos contínuos de implantação. Os clientes FiOS também deverão se beneficiar da pesquisa, interatividade e facilidade de uso em diferentes telas – tudo isso integrado à rede Wireless 4G LTE da Verizon.

            Brian Krzanich, CEO da Intel, disse: “Os produtos de TV over-the-top da Intel Media são verdadeiramente inovadores e, sob o comando da Verizon, atingirão o potencial de mudar a maneira como as pessoas interagem com o conteúdo. O fator crucial para o acesso eficiente ao conteúdo está baseado na habilidade de aumentar rapidamente o número de assinantes e de usuários finais, que é o motivo pelo qual a venda desses ativos para a Verizon faz todo o sentido, com seus milhões de clientes wireless e da rede FiOS. Esse negócio também permite que a Intel alinhe ainda mais o nosso foco e recursos no avanço do nosso amplo portfólio de produtos para a computação em segmentos que variam da Internet das Coisas aos data centers”.

            Combinada com as atuais e recém anunciadas novas capacidades para a entrega de vídeo da Verizon, a transação também fornece a plataforma e os conjuntos de habilidades para que a Verizon continue a ampliar a profundidade, amplitude e alcance de suas ofertas de vídeo, incluindo mobilidade, no futuro.

            Erik Huggers, vice-presidente corporativo e gerente geral do Intel Media, disse: “Estamos incrivelmente orgulhosos do que conquistamos. A Intel nos forneceu o conhecimento e os recursos tecnológicos para o desenvolvimento de produtos e serviços que mudarão fundamentalmente a maneira como experimentamos a TV e agora a Verizon nos dá acesso ao mercado e à habilidade de ampliação. Este é o próximo passo lógico, e estamos empolgados com o caminho adiante”.

            Em dezembro, a Verizon anunciou um acordo definitivo para a aquisição da EdgeCast, um líder da indústria em redes para a entrega de conteúdo. Ainda no quarto trimestre de 2013, a Verizon comunicou a compra da tecnologia exclusiva da upLink que acelera o processo de decodificação e upload de vídeo pata conteúdo ao vivo, linear e de vídeo sob demanda.

Os melhores jogadores do mundo de League of Legends disputarão US$ 50 mil em prêmios e vagas para a final mundial na Polônia. Jogadores de StarCraft II  disputarão um total de US$ 25 mil

São Paulo, 22 de janeiro de 2014 – Pelo terceiro ano consecutivo, a Intel traz ao Brasil um dos mais acirrados campeonatos de games do mundo. Em 2014, a quinta rodada da oitava temporada da competição global do Intel Extreme Masters, promovida pela ESL (Electronic Sports League), que também conta com etapas em países da Europa, América do Norte e Ásia, será realizada na Campus Party, maior evento de inovação e entretenimento digital da América do Sul, que irá acontecer em São Paulo, entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro. O campeonato de games que reúne os melhores jogadores do mundo teve seu lançamento e 2006 e desde então já premiou cerca de U$ 3,5 milhões em dinheiro aos vencedores, em quatro continentes.

 

Devido ao sucesso de 2013, com aproximadamente 160 mil pessoas circulando na arena montada no estande da Intel, a grande atração desse ano será o campeonato de League of Legends, jogo de combate multiplayer, que será disputado em oito equipes, classificadas em qualificatórias mundiais anteriores à competição. As oito equipes serão divididas em duas chaves, com os dois melhores em cada chave classificados para as semifinais. O vencedor da competição ganhará uma vaga para a final mundial do Intel Extreme Masters, que acontece em março de 2014, na Polônia. Além da classificação para a final mundial, as equipes ainda disputarão um total de US$ 50 mil em prêmios. O time paiN Gaming, participante do último IEM em São Paulo, é um dos competidores e será o representante do Brasil.

 

Além do campeonato de League of Legends, o Intel Extreme Masters contará também com um campeonato de StarCraft II para 28 jogadores pré-selecionados. Dos participantes, 12 irão garantir seus lugares antes do torneio e 16 irão competir por mais 4 lugares na semifinal. Os campeonatos de StarCraft II distribuirão um total de US$ 25 mil em prêmios.

 

“O Brasil já virou parada obrigatória do Campeonato Intel Extreme Masters, que é sempre marcado pela presença vibrante do público brasileiro. A Intel reconhece a paixão e o potencial dos jogadores brasileiros e investe mundialmente para que o e-sport conquiste cada vez mais fãs.” disse Américo Tomé, diretor de Marketing da Intel Brasil.

As partidas do campeonato principal de League of Legends serão transmitidas por telões dentro do evento e comentadas, em tempo real, por especialistas em e-sports. Além de assistidos pelos mais de 100 mil visitantes da CampusParty, o evento será também transmitido pela ESL TV para mais de 170 países. 

Além dos títulos das competições oficiais os visitantes poderão jogar outros títulos no estande da Intel, como FIFA 2014, World of Tanks, Civilization, Sonic 3D Blast, TrackMaria 2, GRID 2, entre outros.

A Intel na Campus Party

Além do já tradicional campeonato, a Intel também vai apresentar as principais novidades do mundo da tecnologia no maior estande do show.

 

O público da Campus Party terá a chance de conhecer e usar as mais recentes tecnologias em computação pessoal, desde máquinas gamers, All-in-Ones, tablets, notebooks até os ultrabooks 2em1, a nova categoria de computadores, perfeitos para quem leva um estilo de vida dinâmico e busca um equipamento que se adapte às suas preferências: funcionalidade de notebook quando você precisar e a experiência de um tablet quando você desejar.

 

Entre os parceiros que estarão presentes para apresentar seus lançamentos estão a Acer, Asus, Avell, Big’s Online, CCE Info, Dragon Computadores, HP, Lenovo, LG, Positivo Informática, Samsung e Sony. A Intel também estará organizando promoções especiais junto a seus parceiros de varejo, entre eles efácil, HP, Kabum, Sony e Submarino.

 

Para mais informações sobre a etapa Brasil do Intel Extreme Masters, acesse: http://us.intelextrememasters.com/season8/sao-paulo/ (em inglês).

Novo Programa ‘Intel® Cloud Technology’ detalha as capacidades de serviço para oferecer melhor experiência e valor aos clientes

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Intel revelou o logo do programa “Powered by Intel® Cloud Technology” com 16 dos principais provedores de serviços em nuvem (CSPs, na sigla em inglês) – juntos representando mais de US$ 3.5 bilhões¹ de receita com serviços de cloud no ano passado - para ajudar os usuários a identificarem as tecnologias básicas que equipam as instâncias dos CSPs. 
  • O programa beneficia os CSPs dando a eles a chance de informar os clientes sobre como a tecnologia da infraestrutura pode melhorar o desempenho, a confiabilidade e a segurança dos serviços, divulgar as diferenças entre as ofertas de serviços, e ajudá-los a maximizar o retorno do investimento.
  • O mecanismo de busca online Intel® Cloud Finder é integrado ao programa, permitindo aos usuários encontrar os CSPs que forneçam os serviços em nuvem baseados na tecnologia Intel, e que cumpram os critérios de serviço exigidos, com a possibilidade de testar esses serviços gratuitamente antes de optarem pela compra.

SANTA CLARA, Califórnia, 15 de janeiro de 2014 – Com a previsão do mercado de IaaS (sigla em inglês para infraestrutura-como-um-serviço) crescer sua receita em 41% anualmente até 2016[1], cada vez mais empresas estão considerando terceirizar seus serviços de TI, e com isso, a tecnologia equipada nos serviços e aplicativos baseados em nuvem importam mais do que nunca. No intuito de ajudar as organizações de TI a tomar melhores decisões e estarem mais bem informadas, assegurando o melhor desempenho para seus aplicativos em nuvem, a Intel Corporation está trabalhando em equipe com 16 provedores de serviços em nuvem (CSPs) de todo o mundo para apresentar o programa Intel® Cloud Technology. A iniciativa pioneira fornecerá aos usuários de nuvem uma visão clara da tecnologia que equipa a infraestrutura dos CSPs antes que eles comprem quaisquer serviços ou instâncias. Os CSPs participantes serão reconhecidos pelo uso do logo “Powered by Intel® Cloud Technology” para diferenciar seus planos baseados na Intel onde o desempenho e as capacidades de segurança do hardware adjacente se tornam transparentes para o usuário final.

            Esses anúncios dão continuidade ao Intel Developer Forum de setembro do ano passado, onde a Amazon Web Services* (AWS) e a Intel anunciaram uma colaboração para divulgar aos clientes as especificações, o desempenho, a qualidade e os benefícios de segurança da tecnologia Intel usada nas instâncias da AWS.

            “De forma muito semelhante à escolha de um carro, o tipo do mecanismo afeta nossa decisão e a experiência de condução independentemente de onde a gente compre ou faça o leasing”, disse Jason Waxman, vice-presidente do Data Center Group e gerente geral do Grupo de Plataformas em Nuvem da Intel. “Os usuários da nuvem querem saber em qual tecnologia seus aplicativos estão rodando, pois isto afeta diretamente seus negócios. Pela primeira vez, os usuários agora poderão ver e escolher as tecnologias que afetarão as capacidades e custos para que seus aplicativos sejam rodados na nuvem”.

            A Intel há muito tempo oferece um inovador portfólio de recursos de desempenho, confiabilidade e segurança que estão equipando os atuais serviços em nuvem. Até agora, os usuários finais tinham pouco controle do hardware que usam nas nuvens públicas, o que poderia resultar em uma variação de até 60% no desempenho[2] devido ao ambiente heterogêneo.

Na América Latina, fazem parte, inicialmente, do programa Locaweb e UOL. Eduardo Maldonado, diretor do UOL Cloud, destaca a iniciativa da Intel e elenca as vantagens aos clientes UOL. “Ouvindo a demanda de seus clientes corporativos compostos por pequenas, médias e grandes empresas, o UOL optou por integrar-se ao programa Intel Cloud Technology por entender que os recursos fornecidos pela tecnologia Intel são determinantes para que se possa ter soluções de segurança robustas, como o mundo de hoje requer, adicionados de uma altíssima performance e com a flexibilidade que uma plataforma de nuvem como a do UOL exige. Essa flexibilidade garante que o UOL possa se adequar  a necessidade de segurança e disponibilidade que qualquer tamanho de negócio necessita”, conclui Maldonado.

“A Intel é parceira de tecnologia da Locaweb há tempos, e esteve junto conosco desde a primeira geração do nosso Cloud Computing”, conta Camila Kamimura, gerente de Marketing de Produtos IaaS & PaaS na Locaweb. “Ter com o selo "Powered by Intel Cloud Technology" em nossos produtos é um importante reconhecimento de nossos massivos investimentos em aprimorar o Cloud Computing no país e também um endosso de nossas ofertas de Cloud Server Pro e Jelastic Cloud para pequenas empresas, empreendedores e desenvolvedores web, assim como para os serviços de nuvem privada e híbrida presentes no portfólio corporativo”, finaliza Camila.

Além da Virtustream (EUA), Canopy* - uma empresa ATOS* (Reino Unido), Cloud4com* (República Tcheca), CloudWatt* (França), Expedient* (EUA), KIO Networks* (México) , KT* (Coréia), UOL (Brasil), Localweb*(Brasil), NxtGen* (Índia), Online.net* (França), OVH* (França), Rackspace* (EUA), Savvis* - uma empresa CenturyLink* (EUA), Selectel* (Rússia), já se comprometeram a participar do programa.

Por trás do programa: quando os segundos contam

            Até a menor mudança no desempenho da instância na nuvem pode afetar as vendas nos sites de comércio eletrônico. Por exemplo, o Shopzilla* aumentou sua receita em até 12% apenas ao acelerar o carregamento da sua página de sete para dois segundos5. Para compradores empresariais e outros de TI avaliando serviços de nuvem híbridos ou públicos, os CSPs participantes do programa Intel Cloud Technology fornecerão informações detalhadas sobre as CPUs, os recursos de aceleração de hardware, o armazenamento, o software e as capacidades de rede disponíveis – tudo podendo ter um impacto significativo em aplicativos, custos e experiências do usuário final.

Os CSPs promoverão os benefícios para os usuários das tecnologias Intel Cloud que equipam seus serviços por meio de diversos canais de comunicação. As capacidades disponíveis atualmente dos CSPs participantes visam aumentar significativamente o desempenho dos aplicativos e a segurança dos dados dos usuários finais e incluem a Intel Turbo Boost Technology, Intel Advanced Vector Extensions (AVX), Intel Data Protection Technology with Advanced Encryption Standard New Instructions (AES-NI) e Intel Virtualization Technology (VT).

            Além disso, a Intel estimulará campanhas de marketing direto e participará em atividades de marketing conjunto com os CSPs parceiros do programa para educar os clientes sobre as tecnologias adjacentes, seu impacto no desempenho dos aplicativos, na experiência do usuário e, finalmente, nos negócios. Compreender as capacidades de serviço ajuda o usuário da nuvem a tomar melhores decisões na hora de comprar instâncias que podem resultar em significativas economias de custos.

Por exemplo, a Novartis Pharmaceuticals* realizou uma análise extensa das instâncias para descobrir que uma instância premium de alto desempenho resultaria em uma economia de até 65%2, reduzindo as opções de desempenho ao combinar as capacidades disponíveis com os requisitos específicos de suas cargas de trabalho. Isso também as permitiu reduzir significativamente o tempo gasto com o processamento e uma revisão mais rápida dos projetos.

Intel®Cloud Finder ajuda a encontrar o CSP certo para o trabalho

            A ferramenta Intel Cloud Finder, que ajuda os usuários finais a reduzirem a complexidade para a identificação do melhor serviço de nuvem ao fornecer um guia de comparação entre mais de 50 CSPs e 80 requisitos para o usuário final, estará integrada ao programa Intel® Cloud Technology. Um novo recurso para permitir que o usuário final escolha a opção de “teste” desses serviços. A habilidade de “testar” os serviços antes da compra fornecerá aos tomadores de decisões de TI uma melhor compreensão das tecnologias adjacentes e garantirá que os serviços sejam ideais para suas cargas de trabalho antes da compra.


 


[1] Apresentado na conferência IDC Directions 2013, apresentação “Decisões Econômicas para a Nuvem: Principais Problemas dos Valores Empresariais Que Influenciarão a Compra da Nuvem” de Randy Perry, VP de Estratégia para Valor Empresarial, Março de 2013.

[2] Pesquisa apresentada na conferência HotCloud 2012, “Explorando a Heterogeneidade de Hardware dentro do Mesmo Tipo de Instância na Amazon EC2” http://www.usenix.org/system/files/conference/hotcloud12/hotcloud12-final40.pdf

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • Lucro operacional foi de US$ 3,5 bilhões, alta de 12% ano a ano
  • O EPS registrado foi de US$ 0,51, alta de 6% ano a ano
  • Receita do PC Client Group chegou a US$ 8,6 bilhões, inalterada ano a ano
  • Receita do Data Center Group atingiu US$ 3 bilhões, alta de 8% ano a ano

 

SANTA CLARA, Califórnia, 17 de janeiro de 2014 - A Intel Corporation fechou 2013 com receita anual de US$ 52,7 bilhões, lucro operacional de US$ 12,3 bilhões, lucro líquido de US$ 9,6 bilhões e EPS[1] de US$ 1,89. A empresa gerou aproximadamente US$ 20,9 bilhões em dinheiro com suas operações, pagou dividendos de US$ 4,5 bilhões e usou US$ 2,1 bilhões para a recompra de 94 milhões de ações ao portador.

Em relação ao quarto trimestre, a empresa divulgou receita de US$ 13,8 bilhões, lucro operacional de US$ 3,5 bilhões, lucro líquido de US$ 2,6 bilhões e EPS de US$ 0,51. Com suas operações, foram gerados aproximadamente US$ 6,2 bilhões em dinheiro. No período, a Intel pagou dividendos de US$ 1,1 bilhão e usou US$ 528 milhões para recomprar 22 milhões de ações ao portador.

“Tivemos um quarto trimestre sólido, com sinais de estabilização do crescimento do segmento de PC e financeiro em relação há um ano”, disse o CEO da Intel, Brian Krzanich. “Criamos uma forte base para os nossos negócios ao levar inovação ao mercado de forma mais rápida e em uma ampla gama de plataformas computacionais. Por exemplo, na CES demonstramos múltiplos dispositivos que não estavam em nossos planos há seis meses”.


Principais informações financeiras e tendências das unidades de negócios em 2013

  • A receita do PC Client Group foi de US$ 33 bilhões, baixa de 4% em relação a 2012.
  • A receita do Data Center Group foi de US$ 11,2 bilhões, alta de 7% em relação a 2012.
  • A receita dos segmentos operacionais de outras arquiteturas Intel® foi de US$ 4,1 bilhões, baixa de 7% em comparação a 2012.

Principais informações financeiras e tendências das unidades de negócios no Q4

  • A receita do PC Client Group foi de US$ 8,6 bilhões, alta de 2% sequencialmente e inalterada ano a ano.
  • A receita do Data Center Group foi de US$ 3,0 bilhões, alta de 3% sequencialmente e de 8% ano a ano.
  • A receita dos segmentos operacionais de outras arquiteturas Intel® foi de US$ 1,1 bilhão, alta de 4% sequencialmente e de 9% ano a ano.
  • A margem bruta foi de 62%, 1 ponto percentual acima da média da expectativa anterior da empresa de 61%.
  • Gastos com P&D mais MG&A de US$ 4,8 bilhões, ligeiramente acima da expectativa anterior da empresa de aproximadamente US$ 4,7 bilhões.
  • Alíquota fiscal de 26% versus a expectativa anterior da empresa de aproximadamente 25%.

Comparação Financeira

Anual

 

2013

2012

  1. Vs. 2012

Receita

US$ 52,7 bilhões

US$ 53,3 bilhões

Baixa de 1%

Margem Bruta

59,8%

62,1%

Baixa de 2,3 pts

Lucro Operacional

US$ 12,3 bilhões

US$ 14,6 bilhões

Baixa de 16%

Lucro Líquido

US$ 9,6 bilhões

US$ 11 bilhões

Baixa de 13%

Lucro por Ação

US$ 1,89

US$ 2,13

Baixa de 11%

 

 

 

Comparação Financeira

Trimestral

 

Q4 2013

Q4 2012

  1. Vs. Q4 2012

Receita

US$ 13,8 bilhões

US$ 13,5 bilhões

Alta de 3%

Margem Bruta

62,0%

58,0%

Alta de 4,0 pts

Lucro Operacional

US$ 3,5 bilhões

US$ 3,2 bilhões

Alta de 12%

Lucro Líquido

US$ 2,6 bilhões

US$ 2,5 bilhões

Alta de 6%

Lucro por Ação

US$ 0,51

US$ 0,48

Alta de 6%

 

 

Perspectivas de Negócios

A perspectiva para o quarto trimestre não inclui o efeito de quaisquer aquisições, alienações e transações similares que possam ser finalizadas após o dia 16 de janeiro.

Ano de 2014

  • Receita: aproximadamente inalterada.
  • Percentual de margem bruta: 60%, mais ou menos dois pontos percentuais.
  • Gastos com P&D mais MG&A: aproximadamente US$ 18,6 bilhões.
  • Amortização de intangíveis relacionados a aquisições: aproximadamente US$ 300 milhões. 
  • Depreciação: aproximadamente US$ 7,4 bilhões.
  • Alíquota fiscal: aproximadamente 27%.
  • Gastos de capital para o ano: US$ 11,0 bilhões, mais ou menos US$ 500 milhões. 

Primeiro trimestre de 2014

  • Receita: US$ 12,8 bilhões, mais ou menos US$ 500 milhões.
  • Percentual de margem bruta: 59%, mais ou menos dois pontos percentuais.
  • Gastos com P&D mais MG&A: aproximadamente US$ 4,8 bilhões.
  • Reestruturação e gastos com a redução de bens: aproximadamente US$ 200 milhões.
  • Amortização de intangíveis relacionados a aquisições: aproximadamente US$ 70 milhões.
  • Impacto de títulos de investimentos, juros e outros: aproximadamente US$ 25 milhões.
  • Depreciação: aproximadamente US$ 1.7 bilhões.

Para mais informações sobre os resultados e as perspectivas da Intel, favor consultar o comentário do CFO em: www.intc.com/results.cfm.

Status da Perspectiva de Negócios

As perspectivas de negócios da Intel são divulgadas em intc.com e podem ser reiteradas em reuniões públicas ou privadas com investidores e outros. As perspectivas de negócios serão efetivas até o fechamento dos negócios em 14 de março exceto em caso de atualização mais cedo. No caso das perspectivas de negócios para amortização de intangíveis relacionadas a aquisições, impacto de títulos de investimentos, juros e outros e alíquota fiscal, elas estarão efetivas apenas até o fechamento dos negócios no dia 23 de janeiro. O período de silêncio da Intel começará no fechamento dos negócios em 14 de março e durará até a publicação dos resultados financeiros da empresa para o primeiro trimestre, programado para 15 de abril de 2014. Durante esse período, todas as perspectivas de negócios e outras previsões publicadas nas notícias da empresa e relatórios encaminhados à Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos EUA devem ser considerados históricos, referentes apenas a antes do período de silêncio e não sujeitos a atualização pela empresa.

 

Fatores de Risco

 

As declarações contidas acima e quaisquer outras neste documento referentes a planos e expectativas para o primeiro trimestre, o ano e o futuro, são previsões e envolvem vários riscos e incertezas. Palavras como “prevê”, “espera”, “pretende”, “planeja”, “acredita”, “procura”, “estima”, “pode”, “irá” e “deverá” e suas variações identificam previsões. Declarações referentes a ou baseadas em projeções e eventos incertos ou suposições também identificam previsões. Muitos fatores podem afetar os resultados reais, e as variações das atuais expectativas da Intel sobre tais fatores podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente daqueles expressados nessas previsões. A Intel atualmente considera importantes os fatores listados abaixo e que poderiam fazer com que os resultados reais difiram materialmente das expectativas publicadas pela empresa.

  • A demanda pode ser diferente das expectativas da Intel devido a fatores que incluem mudanças nas condições econômicas e financeiras, aceitação dos produtos da Intel e de seus concorrentes pelo mercado, mudanças nos padrões dos pedidos de clientes, incluindo cancelamento de pedidos e mudanças no nível de inventário dos clientes. A incerteza nas condições econômicas e financeiras globais cria o risco de que consumidores e empresas cancelem compras em respostas aos eventos financeiros negativos, que poderiam afetar negativamente a demanda por produtos e outros assuntos relacionados.
  • A Intel opera em indústrias extremamente competitivas que são caracterizadas por uma alta porcentagem de custos fixos difíceis de serem reduzidos em curto prazo e pela demanda de produtos que é altamente variável e difícil de prever. A receita e o percentual de margem bruta são afetados pelo timing dos lançamentos dos produtos da Intel e pela demanda e aceitação dos produtos da Intel pelo mercado; atitudes tomadas por concorrentes da Intel, incluindo ofertas de produtos e lançamentos, programas de marketing, pressões de preços e a resposta da Intel a essas ações; falhas e interrupções no fornecimento de materiais ou recursos, pela habilidade de respostas rápidas da Intel aos desenvolvimentos tecnológicos para incorporar novas características aos seus produtos.
  • O percentual de margem bruta pode variar significativamente das expectativas com base na utilização da capacidade; variações na avaliação do inventário, incluindo variações relacionadas ao ritmo para o oferecimento de produtos qualificados para a venda; mudanças nos níveis de receita; mix e preço dos produtos; o ritmo e a execução da manufatura e os custos associados; custos para o início de produção; estoque em excesso ou obsoleto; variação nos preços unitários; defeitos ou interrupções no fornecimento de materiais e recursos; qualidade/rendimento da manufatura; depreciação de ativos de longa duração, incluindo manufatura, montagem/teste e ativos intangíveis.
  • A expectativa de alíquota de imposto baseia-se na lei fiscal atual e na receita esperada atual. A alíquota de imposto pode ser afetada pela jurisdição em que lucros são determinados para serem ganhos e taxados; mudanças nas estimativas de créditos, benefícios e deduções; a resolução de problemas advindos de auditorias fiscais junto a diversas autoridades fiscais, incluindo o pagamento de juros e multas; e a capacidade de realizar ativos de imposto diferido.
  • Ganhos ou perdas com títulos de investimentos, juros e outros também podem variar das expectativas dependendo dos ganhos e perdas com a venda ou troca de ações, ganhos e perdas com métodos de investimentos em ações, despesas relacionadas ao débito de seguros, bem como com juros e outros investimentos, taxas de juros, balanços de caixa e mudanças no valor de instrumentos derivativos.
  • Os resultados da Intel podem ser afetados por condições econômicas, sociais, políticas e físicas/infraestrutura adversas nos países em que a Intel, seus clientes ou seus fornecedores atuam, incluindo conflitos militares e outros riscos à segurança, desastres naturais, possíveis interrupções de infraestrutura, preocupações com a saúde e flutuações nas taxas de câmbio de moeda estrangeira.
  • As despesas, particularmente algumas despesas de marketing e compensações, bem como os gastos com reestruturação e redução de bens, podem variar dependendo do nível de demanda para os produtos da Intel e do nível de receita e lucros.
  • Os resultados da Intel poderiam ser afetados pelo ritmo de fechamento de aquisições e alienações.
  • Os resultados da Intel também poderiam ser afetados por efeitos adversos associados a defeitos e errata de produtos (desvios de especificações publicadas) e por questões de litígio ou regulatórias envolvendo propriedade intelectual, acionista, consumidor, antitruste e outras, como as questões de litígio e regulatórias descritas em relatórios da Intel à Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos Estados Unidos. Um julgamento desfavorável poderia resultar em prejuízos financeiros ou a proibição de fabricar e vender um ou mais produtos, prejudicando práticas empresariais particulares, afetando a nossa habilidade de projetar nossos produtos, ou que requeiram outras medidas de remediação como o licenciamento compulsório de propriedade intelectual.

 

Uma discussão detalhada, destes e de outros fatores que poderiam afetar os resultados da Intel, está incluída nos relatórios da Intel para a Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio dos EUA, incluindo os mais recentes nos Formulários 10-Q e 10-K.

 



[1] Earnings Per Share

Tecnologias de varejo baseadas na Intel prometem mudar a experiência dos compradores via dispositivos móveis

NOTÍCIAS EM DESTAQUE:

  • A Intel exibe novos conceitos inteligentes para o varejo, incluindo um “espelho” digital de tamanho completo, personalização de produtos com base em gestos e uma solução para eliminar as longas filas nas lojas.
  • A tecnologia da Intel permite que os consumidores comprem os visuais de seus programas de TV preferidos sentados no sofá usando um tablet ou smartphone, e joguem alguns games para ganhar moeda digital.
  • A Intel visa atender 59% dos varejistas que citaram a falta de informações sobre os consumidores como o maior problema relacionado aos dados com as soluções de Big Data da Intel

NATIONAL RETAIL FEDERATION CONVENTION & EXPO, New York, 13 de janeiro de 2014 – O cenário do varejo deverá mudar mais nos próximos 10 anos do que mudou nos últimos 50 anos. Os motivos se darão, em grande parte, à explosão da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e de Big Data[1]. Na Convenção e Exposição Anual da National Retail Federation (NRF) entre os dias 13 e 14 de janeiro em New York, a Intel Corporation exibirá novas tecnologias que já estão disponíveis no mercado, ajudando varejistas a usarem melhor os dados dos consumidores ao mesmo tempo em que fornecem experiências mais envolventes e personalizadas àqueles que compram em casa ou nas lojas.

            “A Intel tem trabalhado ativamente com os principais varejistas e a indústria por alguns anos no intuito de permitir que os lojistas usem a Internet das Coisas para fornecer mais experiências divertidas da marca, ao mesmo tempo em que reduzem os custos operacionais”, disse Joe Jensen, gerente geral da Divisão de Soluções para o Varejo. “Estamos levando esses esforços um passo adiante para fornecer soluções mais inteligentes e possibilitar que os varejistas façam melhor uso do Big Data a fim de fornecerem uma experiência de compra mais personalizada”.


Experiências envolventes a qualquer momento, em qualquer lugar

            Os compradores de hoje querem desfrutar de uma experiência de compras perfeita e envolvente, independentemente de onde estejam ou em qual dispositivo. Com a Shopping Anywhere baseada na Intel, os consumidores podem comprar intuitivamente os visuais usados em seus programas preferidos da TV diretamente do sofá. Ao usar o Intel® Retail Client Manager, juntamente com a tecnologia da ACTV8* que é carregada em um tablet ou smartphone, os espectadores podem identificar as roupas usadas pelo ator ou atriz em um episódio e receber ofertas especiais, jogar para receber dinheiro digital, ou comprar um modelo instantaneamente e recebê-lo diretamente em sua casa.

            Se o consumidor preferir levar a facilidade das compras online com ele para a loja, o “espelho” digital - espelho com memória de tamanho completo baseado no Intel® Core™ i7 - permite que os compradores presentes nas lojas experimentem diversos modelos virtualmente, e vejam e comparem o visual no espelho ou via smartphone ou tablet. O espelho com memória usa a tecnologia gráfica integrada da Intel para criar avatares do comprador com variadas roupas que podem ser compartilhados com os amigos para solicitar feedback, ou pode ser visualizado instantaneamente para realizar uma compra imediatamente na loja.

            A tecnologia também pode proporcionar uma experiência mais interativa para maiores ambientes de varejo, como uma concessionária de veículos, ao oferecer os benefícios e a facilidade das pesquisas online. A personalização intuitiva de produtos baseada na Intel usa o poder do reconhecimento de gestos para mesclar com perfeição a experiência de compras online com a da loja física. Com a personalização intuitiva do produto, os consumidores usam gestos da mão para navegar e interagir com as informações digitais sobre o carro, incluindo variação de cores, opções de interior e recursos adicionais, além de visualizar as opções desejadas antes de encomendar o veículo.

            Os atuais consumidores que dominam a tecnologia têm a opção de comprar a qualquer momento e em qualquer lugar que desejarem, principalmente via dispositivos móveis. A Intel vem apresentando uma gama de tablets para ambientes de lojas físicas que habilitam uma equipe de vendas mais eficiente e experiente, bem como um processo de pagamento mais eficiente e rápido. Ao usar soluções móveis baseadas na Intel, os varejistas podem melhorar o alcance das funções da equipe de vendas, incluindo pontos de venda móveis, pesquisa de inventário, serviços de recepcionista e o gerenciamento do painel.


Usando Big Data para compras mais personalizadas e otimização do pagamento

            Estima-se que os consumidores gastem quase US$ 300 por minuto em compras online[1] e 78% dos consumidores são mais propensos a comprar de um varejista que envie ofertas relevantes e de seu interesse[2]. Além disso, 59% dos varejistas citam a falta de informações sobre os consumidores como o maior problema relacionado a dados[3]. A Intel está trabalhando a fim de ajudá-los a usar dados para oferecer experiência mais personalizada em todos os canais de interação com os consumidores, ao mesmo tempo em que otimizam o gerenciamento do inventário.

            Por exemplo, para evitar que os compradores cheguem à loja para comprar um produto particular e descobrir que ele está em falta, os varejistas podem antecipar melhor o mix certo de produto para cada loja, determinar o melhor preço e, além disso, obter informações em tempo real sobre o inventário com as soluções de Big Data da Intel. Com o Intel Distribution e o software e kit de ferramentas para análises Hadoop*da Apache, podem captar os padrões dos consumidores por meio dos dados, criar uma melhor compreensão emocional e comportamental de 360 graus dos clientes e reduzir as oportunidades perdidas. Estima-se que as vendas perdidas devido à falta de produtos e maiores descontos em produtos com estoque muito grande custem aos varejistas US$ 818 bilhões[4] anualmente.

            Usando Big Data, os varejistas podem apostar em uma experiência de compra mais personalizada por meio do marketing consciente sobre o contexto. A Intel Context Aware Marketing torna as sinalizações digitais mais eficientes ao mudar dinamicamente as propagandas exibidas em um dispositivo de sinalização digital com base na idade e no sexo da pessoa que estiver olhando para ele. Quando um consumidor passa por um dispositivo de sinalização digital baseado no Intel® Core, a tecnologia Intel Advertising Framework pode analisar informações que incluem as tendências do clima, mídia social, e os dados do telefone do comprador para mudar o conteúdo e a interface do usuário para torná-lo mais relevante e personalizado para o espectador. A Intel Context Aware Marketing também pode ser amarrada aos sistemas de inventário da loja para exibir apenas propagandas de produtos atualmente disponíveis em estoque.

            A espera em longas e frustrantes filas no caixa poderiam ficar no passado com o uso efetivo de Big Data. A Dynamic Staffin Optimization (DSO) baseada na Intel pode medir e analisar dados, incluindo o trânsito em tempo real dentro e fora da loja, o tamanho das filas, o número de registros ativos e abertos, dados sobre o histórico de transações e a jornada de trabalho dos funcionários para fornecer recomendações preditivas para abrir ou fechar as caixas registradoras com base no fluxo esperado de clientes.

Filter News Archive

By date:
By tag: